A história dos quadrinhos no Oscar

Por Luiz Claudio Garcia
Data: 11 fevereiro, 2020

Os quadrinhos também fazem parte da festa do Oscar, e têm se tornado cada vez mais presentes nos últimos anos.

 

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS), dos Estados Unidos, realizou, no último dia 9 de fevereiro de 2020, a entrega dos premiados na 92ª edição do Oscar.

O filme Coringa, protagonizado por Joaquin Phoenix, liderou as indicações deste ano concorrendo em 11 categorias (Filme, Diretor, Ator, Roteiro adaptado, Trilha Sonora Original, Edição de Som, Mixagem de Som, Fotografia, Montagem, Figurino, Maquiagem e Penteado), e acabou levando a estatueta em duas delas (Ator e Trilha Sonora Original).

Vingadores – Ultimato foi indicado para Efeitos Visuais, mas não venceu.

Dirigido por Todd Phillips, o longa-metragem protagonizado pelo vilão da DC Comics bateu o recorde de indicações entre os filmes baseados em quadrinhos, que até então pertencia a Batman – O Cavaleiro das Trevas, com oito, em 2009.

Mas não é de hoje que adaptações de quadrinhos são indicados à premiação máxima do cinema. Desde as primeiras edições do Oscar, a nona arte marca presença. Começando por Skippy, que em 1931 concorreu em quatro das categorias principais (Filme, Diretor, Roteiro e Atuações), tendo vencido a estatueta de Direção.

Ao todo, mais de 50 filmes que tiveram suas origens nos quadrinhos já participaram da premiação, especialmente os de super-heróis. Mas não apenas eles! Abaixo listamos os títulos, as categorias indicadas e os prêmios conquistados.

Para esta lista, foi levado em consideração apenas filmes cujas histórias e/ou personagens tiveram suas origens nas HQs. Assim, não foram incluídas produções como Os Incríveis (apesar de se inspirar nos quadrinhos de super-heróis, é uma obra original), Uma Aventura Lego (há participações de super-heróis da DC, mas é inspirado em uma linha de brinquedos), Transformers (também uma linha de brinquedos), Tarzan e Zorro (há quadrinhos destes personagens, mas suas origens estão em revistas pulp).

E este levantamento traz algumas curiosidades.

Na eterna rixa entre Marvel e DC, a editora das lendas lidera nas indicações e estatuetas. A DC possui 41 indicações e oito prêmios, já a Marvel tem sete vitórias em um total de 31 indicações.

Já o universo relacionado ao Batman é o que teve mais indicações, com 27 no total. Já o Universo Marvel Cinematográfico possui 19.

A categoria com mais indicações de filmes baseados em quadrinhos é a de Efeitos Visuais (18 vezes). Entretanto, apenas três estrelaram a lista de melhor filme: Skippy, Pantera Negra e Coringa.

No total, 14 filmes baseados em quadrinhos já venceram o Oscar: Skippy (Direção), Munro (Curta de animação), Superman, o filme (Efeitos Visuais), Batman (Direção de arte), Dick Tracy (Direção de arte, Maquiagem e Canção Original), MIB: Homens de Preto (Maquiagem), Estrada para Perdição (Fotografia), Homem-Aranha 2 (Efeitos Visuais),  Batman: O Cavaleiro das Trevas (Ator Coadjuvante), Operação Big Hero (Filme de animação), Esquadrão Suicida (Maquiagem), Pantera Negra (Direção de arte, Figurino e Trilha Sonora), Homem-Aranha no Aranhaverso (Filme de animação) e Coringa (Ator e Trilha Sonora).

1931 – 4º Academy Awards

Skippy – Baseado nas tiras de mesmo nome, de autoria de Percy Crosby, que foram lançadas na revista Life entre 1923 e 1945.

Indicações e prêmios:
– Diretor: Norman Taurog (venceu);
– Filme: Adolph Zukor;
– Ator: Jackie Cooper;
– Roteiro adaptado: Joseph L. Mankiewicz e Sam Mintz.

Skippy Skippy

1937 – 9º Academy Awards

Marinheiro Popeye encontra o Marujo Sinbad – Pertencia à série Color Classics, que foi introduzida em 1934 como uma resposta do Estúdios Fleischer para as Sinfonias Singulares (Silly Symphonies), da Disney. Popeye foi criado por Elzie Crisler Segar em 1929 na tira de jornal Thimble Theatre.

Indicação:
Curta de animação: Max Fleischer.

Marinheiro Popeye encontra o Marujo Sinbad

1942 – 14º Academy Awards

Superman contra o cientista louco – Primeiro de uma série de 17 curtas animados produzidos pelos Estúdios Fleischer. Primeira transposição audiovisual do personagem após ter migrado das HQs para as tiras e o rádio.

Indicação:
Curta de animação: Max Fleischer.

Superman contra o cientista louco

1960 – 32º Academy Awards

As aventuras de Ferdinando – Apesar de ser uma adaptação de uma peça da Broadway, os personagens são originalmente baseados nas tiras de mesmo nome criadas pelo cartunista Al Capp em agosto de 1934. No Brasil, eram chamadas de Família Buscapé e Ferdinando, e chegaram a ter revistas próprias pela RGE nos anos 1960 e 1970 e pela Editora Saber nos anos 1970.

Indicação:
Trilha Sonora de filme musical: Nelson Riddle e Joseph J. Lilley.

As aventuras de Ferdinando

1961 – 33º Academy Awards

Munro – A história do curta apareceu originalmente no livro Feiffer’s Passionella and Other Stories, do cartunista Jules Feiffer.

Indicação:
– Curta de animação: William L. Snyder (venceu).

Munro

1971 – 43º Academy Awards

Um garoto chamado Charlie Brown – Baseado nos personagens das tiras Peanuts (Snoopy), criadas por Charles Schulz e publicadas pela primeira vez em 1950.

Indicação:
Trilha Sonora Adaptada: Rod McKuen, John Scott Trotter, Bill Meléndez, Alan Shean e Vince Guaraldi.

Um garoto chamado Charlie Brown

1978 – 50º Academy Awards

A Doonesbury Special – Baseado nas tiras de Garry Trudeau publicadas pela primeira vez em outubro de 1970.

Indicação:
– Curta de animação: John Hubley, Faith Hubley e Garry Trudeau.

A Doonesbury Special

1979 – 51º Academy Awards

Superman, o filme – Criado por Jerry Siegel e Joe Shuster, sua primeira aparição foi em Action Comics # 1, de 1938. O longa-metragem do primeiro super-herói dos quadrinhos com um elenco de peso que incluía Christopher Reeve, Margot Kidder, Gene Hackman, Marlon Brando, Glenn Ford e Jackie Cooper. Direção de Richard Donner.

 Indicações:
– Trilha Sonora: John Williams;
Montagem: Stuart Baird;
– Mixagem de Som: Gordon McCallum, Graham V. Harstone, Nicolas Le Messurier e Roy Charman;
Prêmio especial pelos efeitos visuais: Les Bowie, Colin Chilvers, Denys Coop, Roy Field, Derek Meddings e Zoran Perisic (venceu).

Superman, o filme Superman, o filme

1983 – 55º Academy Awards

Annie – O filme é baseado no musical da Broadway que, por sua vez, é adaptado das tirinhas criada por Harold Gray em agosto de 1924.

Indicações:
Direção de arte: Dale Hennesy e Marvin March;
Trilha sonora adaptada: Ralph Burns.

 Annie Annie

O Boneco de Neve – Curta animado baseado na obra de Raymond Briggs publicado em 1978, um ícone da cultura britânica.

Indicação:
Curta de animação: John Coates.

The Snowman The Snowman

1984 – 56º Academy Awards

O Conto de Natal do Mickey – O filme está na lista devido ao protagonista, Tio Patinhas, ser originário dos quadrinhos e criado por Carl Barks em dezembro de 1947 na história Natal nas Montanhas. Curiosamente, também uma história natalina. O nome original do personagem, Scrooge McDuck, é inspirado justamente no protagonista de Um Conto de Natal, que é a história adaptada nesse filme.

Indicação:
Curta de animação: Burny Mattinson.

O Conto de Natal do Mickey

1990 – 62º Academy Awards

Batman – Criado por Bob Kane e Bill Finger, apareceu pela primeira vez em 1939 na revista Detective Comics # 27, da National Comics (atual DC Comics). O filme contou com direção de Tim Burton e no elenco estavam Michael Keaton como o herói encapuzado e Jack Nicholson como o vilão Coringa.

Indicação:
Direção de arte: Anton Furst e Peter Young (venceu).

Batman Batman

1991 – 63º Academy Awards

Dick Tracy – Criado por Chester Gould, estreou nas tiras do Detroit Mirror em outubro de 1931. O elenco estelar contou com Warren Beatty, Al Pacino, Madonna, Dustin Hoffman e outros. A direção foi do próprio Warren Beatty.

Indicações:
Direção de arte: Richard Sylbert e Rick Simpson (venceu);
Maquiagem: John Caglione Jr. e Doug Drexler (venceu);
Canção original: Sooner or Later (I Always Get My Man), de Stephen Sondheim (venceu);
Ator coadjuvante: Al Pacino;
Fotografia: Vittorio Storaro;
– Figurino: Milena Canonero;
Mixagem de Som: Thomas Causey, Chris jenkins, David E. Campbell e Doug Hemphill.

Dick Tracy Dick Tracy

1992 – 64º Academy Awards

A Família Addams – O filme é baseado na série de 1964 que, por sua vez, foi baseada nos personagens criados por Charles Addams e publicados na revista The New Yorker a partir de 1938.

Indicação:
– Figurino: Ruth Myers.

A Família Addams

1993- 65º Academy Awards

Batman: O Retorno – Continuação do filme de 1989, novamente dirigido por Tim Burton e com Michael Keaton no papel principal. Desta vez, os vilões foram Pinguim, interpretado por Danny DeVito; e Mulher-Gato, por Michelle Pfeiffer.

Indicações:
– Efeitos visuais: Michael L. Fink, Craig Barron, John Bruno e Dennis Skotak;
– Maquiagem: Ve Neill, Ronnie Specter e Stan Winston.

Batman: O Retorno

1994 – 66º Academy Awards

A Família Addams 2 – Continuação do filme de 1991 com o retorno do elenco principal formado por Raul Julia, Anjelica Huston, Christopher Lloyd, Christina Ricci e Carol Kane.

Indicação:
– Direção de arte: Ken Adam e Marvin March.

A Família Addams 2

1995 – 67º Academy Awards

O Máskara – Apareceu pela primeira vez em Dark Horse Presents # 10 (1987), criado por Mike Richardson e Mark Badger. Jim Carrey foi o escolhido para dar vida ao personagem

Indicação:
Efeitos visuais: Scott Squires, Steve ‘Spaz’ Williams, Tom Bertino e Jon Farhat.

O Máskara

1996 – 68º Academy Awards

Batman Eternamente – Após a saída de Tim Burton, a franquia muda direção e elenco. Joel Schumacher assume como diretor e Val Kilmer é o novo Bruce Wayne / Batman. Robin, vivido por Chris O’Donnell, é apresentado. Desta vez, o herói enfrenta mais dois vilões: Duas-Caras (Tommy Lee Jones) e Charada (Jim Carey).

Indicações:

Fotografia: Stephen Goldblatt;
Mixagem de Som: Donald O. Mitchell, Frank A. Montaño, Michael Herbick e Petur Hliddal;
Edição de Som: John Leveque e Bruce Stambler

Batman Eternamente

1998 – 70º Academy Awards

MIB – Homens de Preto: Baseado na revista criada por Lowell Cunningham e Sandy Carruther, originalmente publicada na Aircel Comics em 1990. Os direitos foram comprados posteriormente pela Malibu Comics e hoje são da Marvel. Filme estrelado por Will Smith e Tommy Lee Jones.

Indicações:
Maquiagem: Rick Baker e David LeRoy Anderson (venceu);
Direção de arte: Bo Welch e Cheryl Carasik;
Trilha Sonora (Comédia ou Musical): Danny Elfman.

MIB - Homens de Preto The Men in Black

2002 – 74º Academy Awards

Ghost World: Aprendendo a viver – Baseado na obra escrita por Daniel Clowes e publicada originalmente de forma serializada nas edições # 11 a # 18 (1993-1997) da revista Eightball.

Indicação:
Roteiro adaptado: David Clowes e Terry Zwigoff.

Ghost World: Aprendendo a viver Ghost World

2003 – 75º Academy Awards

Homem-Aranha: Criado por Stan Lee e Steve Ditko, o herói estreou na revista Amazing Fantasy # 15 (1962), da Marvel Comics. Dirigido por Sam Raimi e com Tobey Maguire no papel principal, a história mostra a origem do Homem-Aranha e enfrenta o seu maior inimigo, o Duende Verde.

Indicações:
Efeitos visuais: John Dykstra, Scott Stokdyk, Anthony LaMolinara e John Frazier;
Mixagem de Som: Kevin O’Connell, Greg P. Russell e Ed Novick.

Homem-Aranha

Estrada para Perdição – Criado por Max Allan Collins (roteiro) e Richard Piers Rayner (arte), foi publicado originalmente em 1998 pela Paradox Press / DC e, posteriormente, pela Vertigo. Filme dirigido por Sam Mendes e estrelado por Tom Hanks, Paul Newman e Jude Law.

Indicações:
Fotografia: Conrad L. Hall, indicação póstuma (venceu);
Ator coadjuvante: Paul Newman;
Direção de arte: Dennis Gassner e Nancy Haigh;
Mixagem de Som: Scott Millan, Bob Beemer e John Pritchett;
Edição de Som: Scott Hecker;
Trilha sonora: Thomas Newman.

Estrada para Perdição Estrada para Perdição

2004 – 76º Academy Awards

Anti-herói americano – O filme é baseado na série de quadrinhos autobiográficos American Splendor (inicialmente publicada em 1976), escrita por Harvey Pekar; e em Our Cancer Year, de Pekar, Joyce Brabner e Frank Stack.

Indicação:
Roteiro adaptado: Shari Springer Berman e Robert Pulcini.

Anti-herói americano

2005 – 77º Academy Awards

Homem-Aranha 2: Direto e elenco retornam para a esta continuação após o grande sucesso do primeiro filme. Desta vez, o Homem-Aranha enfrenta o Doutor Octopus (Alfred Molina).

 Indicações:
Efeitos visuais: John Dykstra, Scott Stokdyk, Anthony Lamolinara e John Frazier (venceu);
– Mixagem de Som: Kevin O’Connell, Greg P. Russell, Jeffrey J. Haboush e Joseph Geisinger;
– Edição de Som: Paul N.J. Ottosson.

Homem-Aranha 2

2006 – 78º Academy Awards

Batman Begins: Uma nova abordagem cinematográfica do popular herói, sem ligação com os filmes anteriores. Com direção de Christopher Nolan e Christian Bale no papel-título.

Indicação:
Fotografia: Wally Pfister

Marcas da violência – Adaptado da graphic novel A History of Violence (1997), de John Wagner e Vince Locke, publicado pela Paradox Press / DC e posteriormente pela Vertigo.

Indicações:
Ator coadjuvante: William Hurt;
Roteiro adaptado: Josh Olson.

Batman Begins

2007 – 79º Academy Awards

Superman: O Retorno – Esta tentativa de voltar com a franquia do Superman nos cinemas foi dirigida por Bryan Singer e continuava a história dos filmes estrelados por Christopher Reeve. Para o papel do herói, foi escolhido o novato Brandon Routh.

Indicação:
Efeitos visuais: Mark Stetson, Neil Corbould, Richard R. Hoover e Jon Thum.

Superman: O Retorno

2008 – 80º Academy Awards

Persépolis – Baseado na graphic novel autobiográfica da iraniana Marjane Satrapi e publicada em 2000.

Indicação:
Filme de animação: Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud.

Persépolis

2009 – 81º Academy Awards

Batman: O Cavaleiro das Trevas – Continuação de Batman Begins (2005), foi o primeiro filme baseado em quadrinhos a passar a marca de US$ 1 bilhão em bilheterias mundialmente. Ficou marcado pela arrebatadora interpretação de Heath Ledger para o Coringa, mas o ator morreu poucos meses antes da estreia do filme.

Indicações:
Ator coadjuvante: Heath Ledger, indicação póstuma (venceu);
Edição de som: Richard King (venceu);
Fotografia: Wally Pfister;
Montagem: Lee Smith;
Direção de arte: Nathan Crowley e Peter Lando;
Maquiagem: John Caglione Jr. e Conor O’Sullivan;
Mixagem de Som: Lora Hirschberg, Gary Rizzo e Ed Novick;
Efeitos visuais: Nick Davis, Chris Corbould, Tim Webber e Paul J. Franklin.

Batman: O Cavaleiro das Trevas Batman: O Cavaleiro das Trevas

Homem de Ferro – Criado por Stan Lee, Don Heck, Larry Lieber e Jack Kirby. Estreou na revista Tales of Suspense # 39, da Marvel Comics, em março de 1963. Foi o primeiro filme produzido pela Marvel Studios e que daria origem ao estrondoso sucesso do Universo Marvel Cinematográfico. No elenco, Robert Downey Jr, Terrence Howard, Jeff Bridges, Gwyneth Paltrow e Samuel L. Jackson.

Indicações:
Edição de Som: Frank E. Eulner e Christopher Boyes;
Efeitos visuais: John Nelson, Ben Snow, Daniel Sudick e Shane Mahan.

Homem de Ferro

Hellboy 2: O exército dourado – Hellboy é um personagem criado por Mike Mignola em 1993, e publicado pela editora Dark Horse.

Indicação:
Maquiagem: Mike Elizalde e Thomas Floutz.

Hellboy 2: O exército dourado

O Procurado – Baseado na minissérie Wanted, criada por Mark Millar e desenhada por J.G. Jones. Foi publicada pela Top Cow entre 2003 e 2004. No elenco, Angelina Jolie, James McAvoy, Morgan Freeman e Terence Stamp.

Indicações:
Mixagem de Som: Chris Jenkins, Frank A. Montaño e Petr Forejt;
Edição de Som: Wylie Stateman.

O Procurado

2011 – 83º Academy Awards

Homem de Ferro 2 – Continuação do longa-metragem de 2008 e terceiro filme do Universo Marvel Cinematográfico.

Indicação:
Efeitos visuais: Janek Sirrs, Ben Snow, Ged Wright e David Sudick.

Homem de Ferro 2

2012 – 84º Academy Awards

As aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne – Personagem criado pelo belga Hergé que apareceu pela primeira vez em Tintin in the land of the Soviets (1929).

Indicação:
Trilha Sonora: John Williams.

As aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne

2013 – 85º Academy Awards

Os Vingadores – A equipe de heróis surgiu pela primeira vez na revista The Avengers # 1 (1963), criada por Stan Lee e Jack Kirby para a Marvel Comics. Sexto filme do Universo Marvel Cinematográfico.

Indicação:
Efeitos visuais: Janek Sirrs, Jeff White, Guy Williams e Daniel Sudick.

Os Vingadores

2014 – 86º Academy Awards

Homem de Ferro 3 – Continuação da franquia de sucesso e sétimo filme do Universo Marvel Cinematográfico.

Indicação:
– Efeitos visuais: Christopher Townsend, Guy Williams, Erik Nash e Daniel Sudick.

Homem de Ferro 3

Vidas ao vento – Baseado no mangá de mesmo nome criado por Hayao Miyazaki, que por sua vez foi baseado no romance The wind has risen (1937), de Tatsuo Hori, e na vida de Jiro Horikoshi.

Indicação:
Filme de animação: Hayao Miyazaki e Toshio Suzuki.

Vidas ao vento

2015 – 87º Academy Awards

Operação Big Hero – O grupo Big Hero 6 surgiu em Sunfire & Big Hero 6 # 1 (1998) da Marvel Comics, e foi criado criados por‎ Steven T. Seagle‎ e ‎Duncan Rouleau.

Indicação:
Filme de animação: Don Hall, Chris Williams e Roy Conli (venceu).

Operação Big Hero

Capitão América 2: O Soldado Invernal – O personagem Soldado Invernal surgiu pela primeira vez em Captain America # 1 (Volume 5, 2005) criado por Ed Brubaker e Steve Epting, tendo como base o personagem Bucky, criado por Joe Simon e Jack Kirby. A trama do filme é baseada nos primeiros arcos desta fase. Este é o nono filme do Universo Marvel Cinematográfico.

Indicação:
Efeitos visuais: Dan DeLeeuw, Russell Earl, Bryan Grill e Daniel Sudick.

Capitão América 2: O Soldado Invernal

Guardiões da Galáxia – A formação do grupo utilizada no filme é baseada na reformulação estabelecida por Dan Abnett e Andy Lanning que estreou na revista Annihilation – Conquest # 6 (2008) da Marvel Comics. O grupo original surgiu em 1969, criado por Gene Colan e Arnold Drake. Este é o décimo filme do Universo Marvel Cinematográfico.

Indicações:
Maquiagem e Penteado: Elizabeth Yianni-Georgiou e David White;
Efeitos visuais: Stephane Ceretti, Nicolas Aithadi, Jonathan Fawkner e Paul Corbould.

Guardiões da Galáxia

X-Men: Dias de um futuro esquecido – O grupo de mutantes surgiu em X-Men # 1 (1963), criado por Stan Lee e Jack Kirby. A história que dá nome ao filme foi criada por Chris Claremont, John Byrne e Terry Austin, e publicada em The Uncanny X-Men # 141 e # 142 (1981).

Indicação:
Efeitos visuais: Richard Stammers, Lou Pecora, Tim Crosbie e Cameron Waldbauer

X-Men: Dias de um futuro esquecido

2017 – 89º Academy Awards

Esquadrão Suicida – O grupo surgiu em The Brave and The Bold # 25 (1959), mas ficou mesmo famoso com a sua segunda formação, desenvolvida pelo escritor John Ostrander e cuja estreia aconteceu em Legends # 2 (1987). A personagem Arlequina surgiu inicialmente no desenho animado Batman: The Animated Series (episódio 7 da primeira temporada, em 1992).

Indicação:
Maquiagem e Penteado: Alessandro Bertolazzi, Giorgio Gregorini e Christopher Allen Nelson (venceu).

Esquadrão Suicida

Doutor Estranho – Criado por Stan Lee e Steve Ditko, apareceu pela primeira vez em Strange Tales # 110 (1963). Este é o décimo quarto filme do Universo Marvel Cinematográfico.

Indicação:
Efeitos visuais: Stephane Ceretti, Richard Bluff, Vincent Cirelli e Paul Corbould.

Doutor Estranho

Pear Cinder and Cigarettes – Baseado na graphic novel de mesmo nome, viabilizada pela plataforma de financiamento coletivo Kickstarter.

Indicação:
Curta de animação: Robert Valley e Cara Speller.

Pear Cinder and Cigarettes

2018 – 90º Academy Awards

Logan – O personagem Wolverine estreia brevemente em The Incredible Hulk # 180 (1974), e de maneira mais efetiva na edição seguinte. Criado por Roy Thomas, Len Wein e John Romita Sr, passou a integrar os X-Men a partir de Giant-Size X-Men # 1 (1975).

Indicação:
Roteiro adaptado: Scott Frank, James Mangold e Michael Green.

Logan

Guardiões da Galáxia Volume 2 – Continuação do longa-metragem de sucesso e décimo quinto filme do Universo Marvel Cinematográfico.

Indicação:
Efeitos visuais: Christopher Townsend, Guy Williams, Jonathan Fawkner e Daniel Sudick.

Guardiões da Galáxia Volume 2

2019 – 91º Academy Awards

Pantera Negra – O personagem estreou na revista Fantastic Four # 52 (1966) da Marvel Comics, criado por Stan Lee e Jack Kirby. Este é o décimo oitavo filme do Universo Marvel Cinematográfico e o primeiro a ganhar um Oscar.

Indicações:
– Filme: Kevin Feige;
Canção original: All the Stars, de Sounwave, Kendrick Lamar, Anthony Tiffith e SZA;
Figurino: Ruth E. Carter (venceu);
Trilha Sonora: Ludwig Göransson (venceu);
Direção de arte: Hannah Beachler e Jay Hart (venceu);
Edição de Som: Benjamin A. Burtt e Steve Boeddeker;
Mixagem de Som: Steve Boeddeker, Brandon Proctor e Peter J. Devlin.

Pantera Negra

Homem-Aranha no Aranhaverso – O personagem Miles Morales estreou na revista Ultimate Fallout # 4 (2011), da Marvel Comics. Ele foi criado por Brian Michael Bendis e Sara Pichelli para uma linha alternativa chamada Ultimate Marvel.

Indicação:
Filme de animação: Bob Persichetti, Peter Ramsey, Rodney Rothman, Phil Lord e Christopher Miller (venceu).

Homem-Aranha no Aranhaverso

Vingadores: Guerra Infinita – O personagem Thanos foi criado por Jim Starlin e estreou na revista The Invencible iron Man # 55 (1973), da Marvel Comics. Este foi o décimo nono filme do Universo Marvel Cinematográfico.

Indicação:
Efeitos especiais: Dan DeLeeuw, Kelly Port, Russell Earl e Daniel Sudick.

Vingadores: Guerra Infinita

2020 – 92º Academy Awards

Coringa – O mais clássico vilão do Batman apareceu pela primeira vez em Batman # 1 (1940). Após muitas controvérsias, são creditados como criadores do personagem Bob Kane, Bill Finger e Jerry Robinson. O filme toma bastante liberdades de sua contraparte dos quadrinhos. Com um orçamento de apenas US$ 62 milhões, arrecadou US$ 1.072 bilhão mundialmente, se tornando um dos mais lucrativos do gênero em todos os tempos.

Indicações:
Filme: Todd Phillips, Bradley Cooper e Emma Tillinger Koskoff;
Diretor: Todd Phillips;
Ator: Joaquin Phoenix (venceu);
Roteiro adaptado: Todd Phillips e Scott Silver;
Fotografia: Lawrence Sher;
Figurino: Mark Bridges;
Maquiagem e Penteado: Nicki Ledermann e Kay Georgiou;
Trilha Sonora: Hildur Guðnadóttir (venceu);
Montagem: Jeff Groth;
Mixagem de Som: Tom Ozanich, Dean A. Zupancic e Tod A. Maitland;
Edição de Som: Alan Robert Murray.

Coringa

Vingadores: Ultimato – Vigésimo segundo filme do Universo Marvel Cinematográfico e recordista mundial de maior bilheteria de todos os tempos, com US$ 2,79 bilhões arrecadados.

Indicação:
Efeitos visuais: Dan DeLeeuw, Russell Earl, Matt Aitken e Daniel Sudick.

Vingadores: Ultimato

.

Luiz Claudio Garcia é obcecado por listas, quadrinhos e cinema, e se comprometeu a assistir cada um dos filmes mencionados acima. Ele criou o grupo Guias e Ordens de Leitura no Facebook.

* Com colaboração de Samir Naliato.

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Lisângelo Berti

    Parabéns pela pesquisa. Sensacional!

  • Vartoco

    Bacana. Tem filmes que eu conhecia e não sabia que eram personagens de quadrinhos originalmente.

  • Germano

    Adorei a lista, parabéns pela pesquisa maravilhosa!

  • Andre Luis Coli

    Matéria espetacular!

  • Cassiano Cordeiro Alves

    Aí sim! Uma matéria digna de ser chamada de reportagem, com conteúdo e pesquisa caprichados. Diferente de muitos sitiozinhos com nome de banda famosa que fazem uma listinha de qualquer jeito só para ganhar cliques. Por isso o site Universo HQ é a maior referência em conteúdo jornalístico voltado às hqs! Meus parabéns!

    • santos

      fiquei curioso sobre qual o sitiozinho com nome de banda famosa…

      • Ougi

        Rolling Stones.

        • santos

          Ah!

  • Gonçalo

    Excelente trabalho de pesquisa, meu caro! Parabéns!!!!

  • Dyel Dimmestri

    Há um pequeno detalhe no caso do documentário The Line King : The Al Hirschfield Story. Cabe explicar que Al Hirschfield era um caricaturista,considerado o maior de todos. Ele nunca produziu HQs durante a carreira.

  • Balrog do alpha3

    Parabéns Universo HQ, trabalho muito bom.
    Colocando a molecada da IGN e Omelete no chinelo