Resgatando os tesouros Disney

Por Marcus Ramone
Data: 9 outubro, 2007

Disney
Os quadrinhos Disney têm uma tradição de décadas no Brasil. Basta
lembrar que Victor Civita, o fundador da Editora
Abril
, sempre dizia: “Não esqueçam que tudo aqui começou
com um pato
“, em alusão ao primeiro número do gibi do Pato Donald,
que marcou a estréia da empresa no mercado editorial, em 1950.

Pato Donald #1
Não faltam quantidade e qualidade entre tudo que já foi lançado por aqui.
Eis o motivo pelo qual a busca por esses itens de colecionador é tão difícil
quanto prazerosa – dá até para entender por que o Tio Patinhas não perde
uma boa caça ao tesouro por nada neste mundo.

Felizmente, nos últimos quatro anos, várias séries especiais foram lançadas
– como O Melhor da Disney – As Obras Completas de Carl Barks, Mestres
Disney
e a republicação da Saga do Tio Patinhas – reeditando
histórias clássicas que marcaram época e a carreira de importantes quadrinhistas
que produziram aventuras da turma de Patópolis.

Portanto, nada melhor do que resgatar mais algumas das melhores edições
especiais da Disney publicadas no Brasil.

Cinqüentenário Disney
Então, prepare sua memória, viva essa nostalgia ou conheça agora uma pequena
parte desses verdadeiros tesouros, entre álbuns, gibis de luxo, minisséries
e livros de histórias.

Cinqüentenário
Disney
(1973) – Coletânea especial em capa dura, tamanho grande
e 184 páginas com um texto biográfico de Walt Disney e a reapresentação
das primeiras histórias de vários personagens, como Mickey, Gastão e Maga
Patalójika.

Pato Donald Especial (1975), Tio Patinhas Especial (1976)
e Mickey Especial (1977) – Álbuns em capa dura, tamanho grande
e 160 páginas em papel especial, apresentando um texto sobre a origem
do personagem-título e uma seleção das melhores tiras e histórias.

Pateta nos Jogos OlímpicosPateta
nos Jogos Olímpicos
(1980) – Revista com 160 páginas, na qual Pateta
e Mickey viajam para a Grécia, e descobrem que um ancestral do Pateta
era um grande atleta olímpico. Mas João Bafo-de-Onça pretende tirar proveito
do fato.

Pateta faz História (1981) – Minissérie em seis edições, reeditando
as histórias publicadas nos títulos de linha da turma de Patópolis em
1978, pela Abril. Trata-se de uma das mais aclamadas séries em
quadrinhos da Disney (não só no Brasil), que mostra o Pateta fazendo
as vezes de figuras históricas, em aventuras repletas de humor nonsense.

Houve outras republicações em álbuns especiais, incluindo episódios inéditos,
mas nessa primeira compilação os títulos foram: Beethoven e Tutancâmon,
Gutenberg e Mickey Marco Pólo, Leonardo da Vinci e Rei Midas; Rei Arthur
e Galileu Galilei, Frankenstein e Colombo
e O Homem Invisível e
Ulisses
.

60 Anos de Mickey60
Anos de Mickey
(1988) – Três edições com 80 páginas cada uma, abrangendo
histórias de diversas fases do personagem, desde a década de 1930 até
1980. Cada número contém textos sobre o surgimento do personagem, evolução
e cronologia da época.

Anos de Ouro do Pato Donald (1988) – Três volumes em formato grande,
com 284 páginas cada um, reapresentando os 21 primeiros números da revista
do Pato Donald.

Anos de Ouro do Zé Carioca (1989) – Quatro volumes com 224 páginas
cada um. Coletânea das 52 primeiras edições da revista do Zé Carioca,
da época em que alternava seus números mensalmente com o Pato Donald,
entre 1961 e 1962. As edições também mostram o surgimento do personagem
e seus primeiros esboços.

Edição de LuxoEdição
de Luxo
(1989) – Série em papel especial, com 128 páginas cada: Os
Grandes Golpes do Morcego Vermelho; Metralhas na História; A Saga do Superpato;
Mickey e seus Arquiinimigos; Tio Patinhas Caçador de Tesouros; Zé Carioca
o Retrato do Malandro; Mickey contra o Dr. Turrão; As Viagens Especiais
de Donald
.

Álbuns Disney (1990) – Oito volumes em formato grande, com 48 páginas.
As edições traziam um pequeno prefácio apresentando a HQ e os artistas
que a produziram: Pato Donald – O Terror do Rio; Tio Patinhas – Os
Fabricantes de Terremotos; Mickey – O Covil do Lobo Rosnaldo; Mickey –
Juju, o Canguru; Tio Patinhas – Em Busca do Ouro; Pato Donald – O Mestre
das Encrencas; Pato Donald – O Xerife do Vale Balaço; Tio Patinhas – As
Minas do Rei Salomão
.

O Mistério dos SignosO
Mistério dos Signos
(1990) – Minissérie em três edições, com 128 páginas
cada uma. Mickey, Pateta, Tio Patinhas, Donald e sobrinhos enfrentam grandes
perigos em busca da Pedra Zodiacal, dividida em 12 partes perdidas nas
brumas do tempo.

Anos de Ouro do Tio Patinhas (1991) – Quatro volumes com 288 páginas
cada um, reunindo as primeiras 20 edições da revista do pato quaquilionário
publicadas pela Editora Abril. De bônus, uma entrevista com Carl
Barks e a cronologia dos fatos relevantes da época em que essas edições
do gibi Tio Patinhas foram originalmente lançadas.

DuckTales no Brasil (1991) – Minissérie em quatro edições com 32
páginas cada uma. Em uma trama produzida no Brasil, os patos aventureiros
visitam Fernando de Noronha, a Floresta Amazônica e o Pantanal, enfrentando
diversos perigos, entre eles a Maga Patalójika.

DuckTales no Brasil
O Destino do Zé Carioca (1996) – Minissérie em três edições com
64 páginas cada uma. Aventura produzida no Brasil, mostra o malandro Zé
Carioca acertando as contas com seus credores e sua consciência.

Pato Donald – 50 anos da revista (2000) – Edição de luxo, em formato
grande, capa cartonada com verniz, miolo em papel couché e mais de 100
páginas, apresentando algumas das melhores histórias do Pato Donald e
matérias especiais.

Grandes Aventuras Disney (2003) – Pato Donald em: Marco Pólo
– edição especial com 128 páginas. Tio Patinhas compra um canal de TV
e Mickey escreve um roteiro sobre as viagens de Marco Pólo no Oriente.
Para economizar, o pato avarento coloca toda sua família nos papéis principais.

Zé Carioca - Especial Brasil 500 Anos
Mickey – 75 Anos (2003) – Edição especial com 128 páginas. Apresenta
a trajetória do camundongo e uma seleção de histórias das décadas de 1950
até 1980.

Zé Carioca – Especial Brasil 500 Anos (2000): Graphic novel
de luxo produzida por quadrinhistas brasileiros. A aventura inédita, dividida
em sete capítulos intercalados por textos didáticos sobre o descobrimento
do Brasil, mostra Zé Carioca contando as desventuras de seu “tatatatataravô”,
José Manuel dos Calotes, um clandestino da esquadra de Pedro Álvares Cabral
que não só teria sido o verdadeiro descobridor do Brasil como também o
introdutor do futebol no País.

Zé Carioca – 60 Anos (2003) – Edição especial com 128 páginas.
O leitor descobre mais sobre o personagem e acompanha histórias das décadas
de 1940 até 2000. O gibi apresenta uma história inédita produzida por
artistas brasileiros – foi a primeira e única desde o fim do Estúdio
Disney
da Editora Abril.

Tio Patinhas Especial40
Anos da revista Tio Patinhas
(2003) – Apresenta a premiada Saga
do Tio Patinhas
em duas edições com 160 páginas cada. Essa minissérie
foi escrita e desenhada por Don
Rosa
, um dos mais respeitados artistas Disney, e conta a origem
do pato mais rico do mundo.

Também valem ser lembrados os divertidos e informativos manuais lançados
nos anos 1970, reeditados posteriormente, estrelados por Zé Carioca, Professor
Pardal, Peninha, Tio Patinhas, Mickey, Gastão e muitos outros.

E, para terminar, ficam registradas as menções honrosas aos títulos mensais
com suas muitas e inesquecíveis histórias. Pato Donald, Zé Carioca,
Mickey, Edição Extra, Disney Especial, Disney Especial Reedição, Disney
Superespecial
e Almanaque Disney, entre outros, foram (e alguns
continuam sendo) responsáveis por momentos de lazer e de alegria para
fãs de várias idades.

Marcelo Naranjo e Marcus Ramone disputam esses tesouros Disney da
mesma forma que Tio Patinhas e Pão-Duro MacMônei se estapeiam por dinheiro.

 

GALERIA

• Outros artigos escritos por

.

.

.