Dreadstar e seus orfãos

Por Equipe UHQ
Data: 1 dezembro, 2001

Tudo começou milhares de anos atrás, na Via Láctea. Havia duas raças extremamente poderosas e distintas, os Zygoteanos, guerreiros e mercenários, determinados a conquistar todos os planetas existentes, e os Orsirosianos, imortais que cultivavam a magia e a ciência.

Após séculos de luta, a derrota do Orsirosianos era eminente. Eles tomam, então, uma decisão radical. Antes destruir a galáxia, que se submeter aos mandos dos Zygoteanos.

Para isso, bolam um plano, sob o comando de Lorde Aknaton. Invocam a “trombeta do infinito”. Para aciona-la, quatro seres são convocados, entre eles Vanth Dreadstar, que havia encontrado uma espada, deixada muito tempo atrás no planeta Vega, por Aknaton. O plano funciona, a trombeta é acionada, e toda Via Láctea é destruída.

Vanth e Aknaton sobrevivem, e vagam milhões de anos dentro de uma esfera mística. Quando despertam, no planeta Caldor, Vanth mata Aknaton, por não aceitar a destruição que este causou.

Em Caldor, Vanth conhece um pacifico povo felino, e encontra o amor nos braços de Delilah. Porém, a paz é quebrada com a chegada de Syzygy Darklock, um ex-bispo da instrumentalidade, que teve uma visão, e veio à procura de Vanth para tornar-se seu amigo e mentor.

Na galáxia empírica, onde Vanth se encontra, uma guerra sem fim ocorre entre as forças da instrumentalidade, sob julgo do Lorde Papal, e da Monarquia. Esta última ataca Caldor, provocando a morte de Dalilah. Como conseqüência, Vanth entra na guerra, disposto a acabar com os responsáveis pela mesma.

OS PERSONAGENS

Vanth Dreadstar – Um dos poucos sobreviventes da explosão que devastou a Via Láctea, Vanth procurava paz. Porém, foi pego em meio à guerra entre a Monarquia e a Instrumentalidade, e acabou por ter sua companheira assassinada. A partir daquele momento, tornou-se inimigo ferrenho de ambos, e decidiu acabar com a guerra entre as potências. Sua fonte de poder é uma espada, forjada através de magia e possuidora de vida própria.

Syzygy Darklock – Ele era bispo supremo da instrumentalidade. Teve seu irmão assassinado por forças místicas, e ao empreender uma jornada em busca de vingança, adquiriu poderes além do imaginado, e descobriu seu destino, como peão no jogo cósmico em busca da paz. Acabou por tornar-se uma espécie de mentor de Dreadstar.

Lorde PapalLorde Papal – Um mestiço, fruto da união entre duas raças diferentes, sofreu diversos preconceitos e humilhações quando criança. Foi encontrado por um membro da instrumentalidade, que percebeu seu poder latente e o iniciou nos segredos da magia. A partir daí, Papal teve uma carreira fulminante na instrumentalidade, sempre em busca de poder.

OediOedi – A raça de Oedi foi o resultado de uma experiência fracassada da instrumentalidade, cruzamento entre gatos e humanos na busca de um guerreiro perfeito. Porém, o resultado não foi o esperado, obtendo-se somente dóceis camponeses. Ao ter toda sua raça exterminada pela Monarquia, Oedi aliou-se a Dreadstar e Syzygy na busca por vingança.

Willow e DreadstarWillow – Na infância, sofreu abusos por parte do pai. Ao cruzar com Dreadstar e seu grupo, resolveu segui-los. Ao ser descoberta na nave dos rebeldes, inadvertidamente atacou Dreadstar com uma rajada psíquica. Acabou por juntar-se ao grupo, e foi treinada por Syzygy. Porém, para poder utilizar seus poderes, acabou por perder a visão.

Skeevo – Um mercenário, cujo principal objetivo é o dinheiro, ninguém sabe exatamente porque está junto com o grupo. Não tem maiores poderes, a não ser sua esperteza, agilidade e seu senso de humor.

O QUE VOCÊ NÃO VIU…

Vanth DreadstarSe você odeia Spoilers, e ainda tem a esperança de ter em mãos o restante da saga algum dia, não leia as próximas linhas. Vamos contar parte do que aconteceu na seqüência do último número publicado pela Editora Globo!

Depois da fuga, graças a ajuda de Oedi (disfarçado no lugar de Mezlo), o grupo acaba por descobrir quem era o traidor da equipe: ninguém menos que Syzygy Darklock!

Porém, o próprio Syzygy desconhecia o fato de ser um traidor. Quando foi capturado pela instrumentalidade (Epic Marvel #5), sem saber, teve implantado em seu ouvido biônico um transmissor, que emitia sinais através das dimensões, os quais podiam ser captados somente pela Igreja. Eles não tinham como detectar esses sinais.

Na seqüência, o grupo ataca com todas suas forças a sede da instrumentalidade, Altarix, contando com a ajuda da frota restante da monarquia, e tendo como aliada ultravioleta. Conseguem passar pelas defesas do planeta, bem como derrotar os aliados de Papal (menos Massa e Monalo, que não estavam presentes, devido a uma armadilha armada por Oedi). O Lorde Papal escapa no último minuto, em uma nave espacial.

De posse do planeta, o grupo toma duas medidas: transmite a fita que mostra o Lorde Papal aniquilando centenas de pessoas para todo o universo, o que incita revoltas populares, e convocam os doze deuses da instrumentalidade com o “cristal dos deuses”, ameaçando-os para que não voltasse a interferir nos assuntos daquela dimensão. Enquanto isso, Willow derrota Monalo, e Oedi destrói o “Massa”.

Por fim, a batalha final. Dreadstar, Syzygy e Ultravioleta encontram o Lorde Papal. A batalha acontece, e somente Dreadstar permanece em pé. Quando estava para derrotar o Papal, este comete suicídio, em uma explosão mística, com a intenção de também matar Vanth. Porém, este sobrevive, e fica em coma por um longo período de tempo.

Ao despertar, descobre que muita coisa mudou. Oedi e Skeevo são burocratas do novo regime. Darklock está perto da morte e o resto do grupo faz parte de uma força especial, que caça criminosos de guerra. Vanth junta-se ao grupo, e uma nova fase tem início.

A última vez que Dreadstar saiu nos EUA foi numa mini-série em seis edições, pela Malibu Comics, através do selo Bravura, com desenhos de Ernie Colón e roteiro de Peter David. Nela, ficamos conhecendo a filha de Dreadstar, que cresceu sem conhecer o pai, sob a tutela de ninguém menos que o Lorde Papal! No final, temos a volta de Vanth, que todos acreditavam morto, e fica a deixa para uma nova continuação.

O autor, Jim Starlin, afirmou em entrevista exclusiva que talvez termine a saga um dia, matando nosso herói. Quem acompanha a trajetória do artista, sabe que ele é bem capaz disso…

COMPLETE SUA COLEÇÃO

Capa do encadernado da Slave LabourA boa notícia, para quem compra importados, é que a editora Slave Labor Graphics está republicando toda a saga, em edições encadernadas. Já está a venda Metamorphosys Odyssey, em preto e branco, por US$ 10,95.

Na nossa galeria, você vai encontrar todas as capas nacionais, bem como todas as originais americanas.

CONCLUINDO

Quem gosta de uma boa HQ de super-heróis, não pode deixar de procurar as revistas de Dreadstar em sebos. Tem todos os ingredientes para agradar os fãs do gênero.

Por fim, se você é um dos “Órfãos de Dreadstar”, esperamos que tenha matado um pouquinho das saudades. Se não era… seja bem-vindo ao time!

Marcelo Naranjo prometeu que, ainda este ano, vai colocar sua coleção de quadrinhos em ordem. Assim, afirma que conseguirá localizar informações com rapidez e precisão. Mas, sinceramente, conhecendo a maneira com que suas revistas estão “armazenadas”, nós duvidamos que essa proeza seja possível…

Agradecimentos:

Leandro Luigi Del Manto – pela atenção e pelas informações.

Pedro “Hunter” Bouças – pelo resumo do que ocorreu nas revistas e não foi publicado no Brasil.

• Outros artigos escritos por

.

.

.