A Casa do Terror retoma clima dos pulp fiction

Por André Diniz
Data: 30 abril, 2003

Fonte: Press Release

A Casa do TerrorO mais novo lançamento da Nona Arte, A Casa do Terror, é um prato cheio para quem gosta de história de terror. A edição foi elaborada para lembrar um pulp fiction, aquelas revistas baratas que traziam contos sobre os mais diversos assuntos. O primeiro número traz histórias de ABS Moraes e Gian Danton e ilustrações de Antonio Eder e Léo Andrade.


O projeto surgiu de uma idéia de Gian Danton. “Eu estava assistindo ao seriado Night Vision quando percebi que não temos mais nada do gênero em termos literários e quadrinísticos. Durante muito tempo o terror foi o principal assunto dos escritores pop brasileiros. O gênero apareceu nos quadrinhos, na literatura e até no cinema e fez a fama de autores como Ruben Luchetti”, diz. “A idéia era resgatar o clima do terror das revistas baratas, fazer as pessoas sentirem calafrios”.


A partir daí, Gian contatou André Diniz, editor do Nona Arte, que adorou a idéia e deu carta branca. “O Antonio Eder foi convidado como desenhista oficial e fez duas ilustrações”, explica Gian. “A primeira foi utilizada na capa do primeiro número e mostrava Edgar Alan Poe acariciando um gato. É fantástica, especialmente porque o Poe é o ídolo de todos nós que apreciamos o terror. A segunda imagem, que provavelmente será usada no segundo número, mostrava o monstro de Frankstein”.


O primeiro número traz a história Invasão, de Gian Danton, sobre extraterrestres, e Gota à gota, de ABS Moraes, sobre vampiros.


Um elemento essencial das revistas em quadrinhos de terror era o apresentador, que também está presente na publicação. Antonio Eder fez um demônio que, enquanto folheia livros, faz uma apresentação para lá de cínica: “Olá amiguinhos!! Bem vindos à Casa do Terror. A idéia de reunir alguns textos sangrentos para formar uma bela revista eletrônica não é nova, mas só agora toma forma. Na estréia são apresentados dois contos dos mestres Gian Danton e ABS Moraes, que dispensam apresentações. Os desenhos que ilustram as histórias são de Léo Andrade e Antonio Eder. Neste número, teremos zumbis, alienígenas e vampiros interferindo na pacata vida de pessoas que gostariam de acordar de seu pior pesadelo”.

• Outros artigos escritos por

.

.

.