Action Comics # 1000 é a revista mais vendida de abril nos Estados Unidos

Por Samir Naliato
Data: 9 maio, 2018

Os números de vendas da distribuidora Diamond para o último mês de abril foram divulgados, e mostram a edição comemorativa Action Comics # 1000 no topo da lista.

A tiragem foi de aproximadamente 450 mil exemplares, ao preço de capa de US$ 7.99, tornando a edição a quinta de maior vendagem no Século 21 no mercado norte-americano, atrás de Star Wars # 1 (1,07 milhão) Amazing Spider-Man # 1 (559 mil), Secret Wars # 1 (550 mil) e  Amazing Spider-Man # 583 (530 mil).

A revista mais vendida de todos os tempos, nos Estados Unidos, continua sendo X-Men # 1 (1991), com oito milhões de cópias.

Este foi um dos fatores para reaquecer as vendas após meses seguidos de quedas, marcando um aumento em relação a março de 13,2% em unidades vendidas e de 19,13% em arrecadação.

A comparação em relação a abril de 2017 também foi positiva: 3,64% em unidades vendidas e 11,08% em arrecadação.

Entretanto, o acumulado do ano ainda está no vermelho, com queda de 10,08% nas vendas

A Marvel manteve a liderança do mercado. De todas as revistas vendidas, 42,21% foram da “Casa das Ideias”, seguida por DC (33,02%), Image (9,47%), IDW (3,67%), Dark Horse (1,79%), Boom! (1,72%), Dynamite (1,29%) e Valiant (0,71).

Marvel obteve ainda 37,59% dos valores totais arrecadados com as vendas. A DC aparece em segundo (32,39%), e logo depois estão Image (9,16%), IDW (3,67%), Dark Horse (2,36%), Boom! (2,20%), Dynamite (1,6%) e Viz (1,19%).

Confira abaixo o Top 10 de vendas em abril.

Posição
Título
Editora
1
Action Comics # 1000
DC
2
Amazing Spider-Man # 798
Marvel
3
Bmazing Spider-Man # 799
Marvel
4
Hunt for Wolverine # 1
Marvel
5
Batman # 44
DC
6
Venomized # 1
Marvel
7
Batman # 45
DC
8
Domino # 1
Marvel
9
Captain America # 700
Marvel
10
The Walking Dead # 178
Image

.

Na categoria encadernados e graphic novels, o especial em capa dura Action Comics – 80 Years of Superman também teve bom desempenho, liderando a lista. Outro destaque foram quatro títulos da Image escritos por Brian K. Vaughan. Veja:

Posição
Título
Editora
1
Action Comics: 80 Years of Superman
DC
2
Papaer Grils – Volume 4
Image
3
Thanos: The Infinity Siblings
Marvel
4
Saga – Volume 1
Image
5
Batman Vol 5. – Rules of Engagement
DC
6
The Infinity Gauntlet
Marvel
7
Star Wars: Darth Vader Vol. 2 – Legacy’s End
Marvel
8
Saga – Volume 8
Image
9
Phoenix Resurrection: The Return of Jean Frey
Marvel
10
Paper Girls – Volume 1
Image

.

Action Comics # 1000Action Comics - 80 Years of Superman

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • ARQUEIRO VESGO

    Detestei as artes da capa. Que saudade de Curt Swan, José Luis Garcia-Lopez, John Byrne…

    • Stephan

      Cada época tem o capista que merece. Como vivemos na Era do Lixo, nada mais condizente do que uma capa chocha, descartável e sem impacto…

    • Marquito Maia

      Nessa edição comemorativa tem uma história ilustrada pelo José Luis Garcia-Lopez, ainda em plena forma, se levarmos em conta a sua idade. Vida longa ao Mestre!

      P.S. Tomara que a Panini publique essa revista por aqui.

  • Samir Naliato

    Nos Estados Unidos, existe o mercado direto. Ou seja, lojistas fazem a encomenda do quanto desejam receber, e não existe devolução. Não vendeu, fica no estoque da loja. Não há encalhe das editoras. Os números da Diamond são baseados nas encomendas dos lojistas, e não na venda final ao leitor.

    • VAM!

      Valeu, Samir.

      Então isso explica a numeração monstro dos X-Men do Lee, naquela época criou-se a ilusão de que a revista valeria tanto quanto um AC #1 de 1938… não foi?

      Abs,
      VAM!

  • Natanael Floripes

    Na verdade não está correto dizer que os números da Diamond foram divulgados, já que ela mantém os números das vendas propriamente ditos em segredo. O que ela divulga é um número de referência, comparando as vendas de cada título com as vendas da revista Batman, que ela diz que escolheu por vender de forma razoavelmente estável. Assim, se ela diz que um título vendeu 300, ela não está dizendo que vendeu 300.000 exemplares, mas que esse título vendeu 3 vezes mais que a revista do Batman.

    O que acontece é que, a partir desses índices, um pessoal, notadamente do sítio ICV2, tenta traduzir esses índices em números de vendas. A ICV2 costuma esclarecer que não tem como garantir a precisão, mas que acha que sua conversão é bem boa.

    • HectorLima

      hoje em dia os números são um pouco mais próximos da realidade para o mercado de comic shops americanas, porque a Diamond divulga o que foi enviado pras lojas do país, e sites como o ICV2 e o Comichron fazem estimativas. mas os números real sempre serão maiores, pois ainda faltam exemplares distribuídos pela Diamond para outros países, eventuais assinaturas e títulos que acabam passando de um mês pro outro [sem contar as vendas digitais da ComiXology, que não divulga número algum, só lança uma lista de mais vendidos]. e quando se fala em encadernados e graphic novels a Diamond é só uma das distribuidoras, os números são gigantes perto dos das revistas em comicshops. então é muito provável que essa edição do Super-Homem tenha vendido bem mais. aqui no Comichron explicam os detalhes:

      http://www.comichron.com/faq/directmarketsalesdata.html

  • Leandro Silva

    E bem merecido!

  • HectorLima

    quando a tiragem de uma revista esgota e a editora resolve fazer uma nova, ela geralmente aparece no mês seguinte como “2nd print” com números menores. a tiragem de cada editora é bem variável, a ponto de a gente quase poder dizer que o Mercado direto americano trabalha com impressão sob demanda [dos pedidos das lojas].