A alma que caiu do corpo, obra de André Toral pela editora Veneta, fala do contato entre brancos e indígenas no Brasil

Por Samir Naliato
Data: 6 julho, 2020

Mais um título da editora Veneta entrou em pré-venda, desta vez com lançamento programado para o próximo mês de setembro: A alma que caiu do corpo (formato 17 x 24 cm, 104 páginas, capa dura, R$ 59,90), de André Toral.

A obra já está em pré-venda na Amazon com frete grátis para usuários Prime.

Na forma de quadrinhos, André Toral traça um painel sobre o contato, quase sempre violento, entre brancos e indígenas ao longo da história do Brasil, desde o século 16 até os dias atuais, e resgata as soluções de sobrevivência encontradas pelos povos originários. Aqui, eles não são as vítimas ou perdedores, mas sujeitos e protagonistas de suas próprias histórias, algumas vezes narradas em primeira pessoa.

Ao todo são nove histórias criadas entre 1991 e 2010, abordando temas como antropofagia, xamanismo e feitiçaria em narrativas ficcionais que retratam a realidade das aldeias e a luta pela terra.

Além de um quadrinhista, André Toral é antropólogo de formação e trabalhou por 30 anos com grupos indígenas brasileiros, como indigenista, pesquisador ou consultor de projetos. É nessa experiência que ele baseia seu trabalho, que, por vezes, ganha o tom de relatos etnográficos em quadrinhos.

A alma que caiu do corpo

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Marquito Maia

    Imperdível!! O André Toral é um dos raros autores brazucas que faz HQ nacional pra valer, sempre abordando fatos da história do nosso eterno gigante adormecido, com texto e arte primorosos!! Palmas pra Veneta!! Ah, e sobre o tema do álbum: o extermínio sem trégua dos povos indígenas – ainda mais na atual conjuntura – certamente deixa no chinelo o Holocausto dos judeus na Europa!! Como diria o Ronald “Bronco” Golias: “A civilização não se comportou.”

  • Fabio Oliveira

    a hq O NEGÓCIO DO SERTÃO do Toral mudou toda minha visão sobre Brasil-colônia e quebrou asqas discriminações quemque professores ensinaram sobre os índios. um baita quadrinista