João Pinheiro retrata as “quebradas” de São Paulo

Por Marcelo Naranjo
Data: 17 fevereiro, 2017

Uma parte da arte de João Pinheiro, feita de retratos da urbe de São Paulo, está reunida no volume Diário Vagulino — Desenhos das quebradas  (formato  21 x 28 cm, 64 páginas, R$ 39,90), que acaba de ser lançado pela Editora Criativo.

João Pinheiro é um artista gráfico com um currículo que inclui a quadrinização de autores literários diversos, obras e biografias, dentre eles, Jack Kerouac, Machado de Assis e Carolina Maria de Jesus.

No exercício de sua função, o autor descobriu seu talento para representar os espaços periféricos da metrópole paulistana. São esboços urbanos realistas, retratos realizados diretamente com caneta sobre papel.

O artista mostra grande domínio técnico de perspectiva, volume e proporções, e a ideia de João Pinheiro é mostrar a beleza poética das ruas, de cenários que costumam ficar invisíveis aos olhos das pessoas.

 

• Outros artigos escritos por

.

  • João Pinheiro

    Obrigado, Marcelo. Grande abraço!

  • Alessandro Souza

    As “quebradas” parecem vivas. Parecem as minhas “quebradas”. Onde trabalho, estudo, vivo e sobrevivo. Muito bom.