Artista lança campanha para publicar HQ sobre diversidade e amadurecimento

Por Marcelo Naranjo
Data: 4 julho, 2017

Um jovem comum e de rotina ordinária tem sua vida transformada por um acidente com um animal estranho, durante uma visita escolar a um laboratório científico. A aproximação desse roteiro ao de um conhecido super-herói aracnídeo é intencional, mas Cara-Unicórnio parte daí para costurar os elementos tradicionais das narrativas de heróis de quadrinhos a novas abordagens.

Criado pelo ilustrador e quadrinhista gaúcho Adri A. (nome artístico de Adriano Andrade), o personagem nasceu da vontade de reinterpretar os quadrinhos de super-heróis sob outra perspectiva, promovendo a diversidade e a representatividade LGBT.

De acordo com o autor, ele teve o cuidado de não cair no tom panfletário que às vezes acontece nos quadrinhos ao abordarem o tema da diversidade e de quem não se encaixa a norma. “Sim, já temos os X-Men que cumprem esse papel, mas em uma sociedade ainda tão intolerante e violenta contra o diferente, quanto mais histórias sobre diversidade, melhor”, afirma Adriano, que é conhecido no Rio Grande do Sul por seus trabalhos com zines, ilustrações e participações em feiras gráficas de obras independentes.

Ainda que o enfoque da HQ seja sobre a diversidade, Cara-Unicórnio aborda conflitos de ordem universal, como fracasso, expectativa e amadurecimento, fazendo com que suas histórias sejam compreendidas por leitores de qualquer gênero ou orientação sexual.

O objetivo da campanha de financiamento coletivo é viabilizar a impressão de uma revista, com formato 14 x 21 cm, 96 páginas coloridas e duas histórias já disponibilizadas online – para tanto, o título está na plataforma Catarse. Clique aqui e confira as recompensas e como participar.

• Outros artigos escritos por

.