Birdman é o grande vencedor do Oscar 2015

Por Samir Naliato
Data: 23 fevereiro, 2015

A 87ª edição da mais famosa premiação do cinema, o Academy Awards, ou simplesmente Oscar, como é mais conhecido, aconteceu na noite do último domingo e consagrou Birdman ou (A inesperada virtude da ignorância) como o grande vencedor. Ao todo foram quatro estatuetas, incluindo as de melhor diretor e de melhor filme.

Clique aqui para ler uma crítica do filme.

Outros destaques ficaram para O Grande Hotel Budapeste, também com quatro troféus, e Whiplash – Em Busca da Perfeição, com três.

Em uma época prolífera em adaptações de quadrinhos, as indicações apareceram em categorias técnicas, mas o prêmio veio com Operação Big Hero, longa animado da Disney baseado em uma propriedade menos conhecida da Marvel, vitorioso na categoria de melhor animação.

Neste ano, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, de Los Angeles, consagrou produções fora do eixo comercial dos grandes estúdios. A exceção foi Sniper Americano, da Warner Bros.. Todos os demais são projetos de baixo orçamento, com produtores independentes.

A cerimônia de premiação também ficou marcada por discursos de conteúdo político e social, como os de Patricia Arquette (melhor atriz, por Boyhood – da Infância à Juventude), sobre igualdade de direitos para as mulheres; John Legend e Common (melhor canção original, por Gloy, do filme Selma – Uma Luta Pela Igualdade), sobre a discriminação com os negros e outras minorias; e Graham Moore (melhor roteiro adaptado por O jogo da imitação), que revelou ter tentado suicídio quando jovem devido à sua orientação sexual.

Já o documentário Citizenfour, que mostra a história de Edward Snowden e a revelação de documentos secretos sobre vigilância e espionagem do governo dos Estados Unidos, também saiu premiado.

Veja abaixo a lista completa dos vencedores.

Birdman ou (A inesperada virtude da ignorância)Operação Big Hero

 

Melhor ator coadjuvante
J.K. Simmons (Whiplash – Em Busca da Perfeição)

Melhor figurino
Milena Canonero (O Grande Hotel Budapeste)

Melhor cabelo e maquiagem
Frances Hannon e Mark Coulier (O Grande Hotel Budapeste)

Melhor filme estrangeiro
Ida (Polônia)

Melhor curta de ficção
The Phone Call

Melhor documentário curta-metragem
Crisis Hotline: Veterans Press 1

Melhor mixagem de som
Whiplash – Em Busca da Perfeição

Melhor edição de som
Alan Robert Murray e Bub Asman (Sniper Americano)

Melhor atriz coadjuvante
Patricia Arquette (Boyhood – Da Infância à Juventude)

Melhores efeitos visuais
Interestelar 

Melhor curta de animação
O Banquete

Melhor longa de animação
Operação Big Hero

Melhor desenho de produção
Adam Stockhausen e Anna Pinnock (O Grande Hotel Budapeste)

Melhor fotografia
Emmanuel Lubezki (Birdman)

Melhor edição
Tom Cross (Whiplash – Em Busca da Perfeição)

Melhor documentário
Citizenfour

Melhor canção original
Glory, por John Stephens e Lonnie Lynn (Selma – Uma Luta Pela Igualdade)

Melhor trilha sonora original
Alexandre Desplat (O Grande Hotel Budapeste)

Melhor roteiro original
Alejandro González Inarritu, Nicolas Giacobone, Alexander Dinelaris e Armando Bo (Birdman)

Melhor roteiro adaptado
Graham Moore (O Jogo da Imitação)

Melhor direção
Alejandro G. Iñárritu (Birdman)

Melhor ator
Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo)

Melhor atriz
Julianne Moore (Para Sempre Alice)

Melhor filme
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)

• Outros artigos escritos por

.

.

.