Blacksad – Volume 3, da Sesi-SP Editora, traz história inédita no Brasil

Por Samir Naliato
Data: 9 fevereiro, 2018

Em 2017, a Sesi-SP Editora adquiriu os direitos para publicar Blacksad, famosa série europeia criada por Juan Díaz Canales (roteiro) e Juanjo Guarnido (arte), e lançou os dois primeiros volumes, que já haviam saído no Brasil anteriormente pela Panini Comics.

Agora, a editora dará continuidade à saga do investigador particular John Blacksad com histórias inéditas por aqui.

Em Blacksad – Volume 3 – Alma Vermelha (formato , 62 páginas, R$ 49,00) é tempo de mudança: as grandes potências mundiais investem pesado em pesquisas nucleares e o medo do comunismo é, nos Estados Unidos, cada vez mais aparente. John Blacksad irá se meter em uma intriga política de dimensão internacional ao reencontrar um antigo professor, agora uma sumidade em energia atômica, e sua ajudante, a bela escritora Alma Mayer.

Confira abaixo a capa e quarta capa, enviadas pela Sesi-SP em primeira mão ao Universo HQ.

Os fãs já podem encomendar sua edição, pois ela entrou em pré-venda na Amazon Brasil com desconto.

A editora planeja lançar os dois volumes finais ainda neste ano.

Blacksad - Volume 3 - Alma Vermelha

Blacksad - Volume 3 - Alma Vermelha

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Alexandre Pinto Harich

    Comprei algumas publicações da SESI , gostei muito da qualidade do material e da edição deles

  • Moroni Machado

    O melhor e o mais complexo da série.

  • James Howllet

    Não deveria ser “ao” ao invés de “no” Brasil como está escrito?

  • Wellington Rodrigues
    • VAM!

      Apenas fazendo a correção, sem levar em contas as variáveis citadas pelo Samir, o valor em reais já teria ultrapassado os R$ 25,00 que especulei inicialmente chegando aos R$ 34,02.

      Já é quanto se pede na pré-venda.

      E valeu pela dica da calculadora, Rodrigues.
      Vou guardar pra outras conversões.

      Abs,
      VAM!

  • Samir Naliato

    Essa é uma pergunta muito difícil de ser respondida, pois seria necessário saber dos detalhes do contrato e tiragens tanto da Panini quanto Sesi-SP. Apenas a inflação do período não [é o suficiente nesse caso.

    É preciso ver a variação cambial do período, quanto cada editora pagou pelos direitos, o preço da impressão nos dois casos, a tiragem de cada uma… Lembre que a Panini vendia por R$ 13,90 e cancelou a série no segundo número. Ou seja, não se pagava.

    • VAM!

      Tem razão, Samir são muitas variáveis. E realmente não se pagou na época, assim como o Criminal do Brubaker que gosto tanto quanto.

    • Cleriston Oliveira

      Na verdade, a Panini lançou os dois números disponíveis na época. Quando “Alma Vermelha” foi lançado na França, ela já tinha descontinuado todas as outras HQ’s da Dargaud que publicava (como XIII, Blueberry e Aldebaran).

      • VAM!

        Saber dizer quanto tempo depois após o lançamento de Nação Ártica pela Panini, foi Lançado Alma Vermelha na França, Oliveira?

        Abs,
        VAM!

        • Pedro Bouça

          Acho que até já tinha saído, mas saiu depois que a Panini fez o contrato, que é o mais importante!

  • ARQUEIRO VESGO

    Não conheço essa hq. Ela é boa???

    • Pedro Bouça

      Sim.