Cannabis: graphic novel conta a história da maconha nos Estados Unidos

Por Samir Naliato
Data: 8 julho, 2019

A Editora Mino lançou Cannabis – A ilegalização da maconha nos Estados Unidos (formato , 256 páginas, capa cartonada, R$ 69,90), graphic novel escrita e ilustrada por pelo autor norte-americano Box Brown.

A edição já está à venda na Amazon Brasil com desconto de 20% e pronta entrega.

Por meio de extensa pesquisas, Box Brown mergulha fundo na controvérsia histórica envolvendo a maconha e sua legalização para criar um “argumento em quadrinhos”.

México, 1519. Durante a violenta empreitada colonial espanhola, Hernan Cortés introduz nas Américas o plantio de cânhamo. Em segredo, os nativos começam a consumir a planta. Ao ser levada aos Estados Unidos por imigrantes em busca de trabalho, é compartilhada com trabalhadores negros. Em pouco tempo, a maconha seria denunciada por autoridades como um vício típico de “raças inferiores”.

Era o início de toda uma era de desinformação, destinada a criar pânico em relação a uma planta utilizada pela humanidade durante milhares de anos. A cannabis acabaria incluída na Lista I de substâncias controladas, ao lado da heroína. Foi o primeiro passo na chamada “Guerra às Drogas”, que tinha como alvo principal jovens negros, encarcerados aos milhares por pequenos delitos.

Com suas raízes em factoides e estudos tendenciosos, essa é a história da relação complexa e carregada de tensões raciais dos Estados Unidos com a maconha. Uma história que continua até hoje.

Cannabis - A ilegalização da maconha nos Estados Unidos

• Outros artigos escritos por

.

.

.