Cassius Medauar revela as primeiras novidades da nova fase da Conrad

Por Samir Naliato
Data: 8 julho, 2020

Em seu recém-inaugurado canal no YouTube, a Conrad Editora promoveu uma live com o gerente editorial Cassius Medauar e Guilherme Kroll, que presta consultoria pra nova fase da editora.

As primeiras novidades foram reveladas, e começam em agosto.

O indispensável de Calvin e Haroldo – Volume 17 (formato 21,5 x 27,5 cm, 256 páginas, capa cartonada, R$ 64,90), já está em pré-venda na Amazon com frete grátis para usuários Prime.

Trata-se da penúltima edição da coleção que reúne todas as tiras produzidas por Bill Watterson, e a Conrad se aproxima de concluir a série. Esta compilação de grandes momentos da dupla reúne não só as histórias publicadas originalmente em Deu“tilt” no progresso científico e A hora da vingança, mas também as tiras publicadas aos domingos inteiramente coloridas.

Calvin é o garoto de seis anos mestre em fazer diabruras e se indignar, e seu fofo companheiro filósofo é Haroldo, o quentinho tigre de pelúcia cuja ideia de aventura é deitar em frente à lareira e ter alguém que lhe coce a barriga. Essa dupla improvável conquistou o coração, a mente e o senso de humor de americanos, brasileiros e do mundo todo.

Ainda para 2020, outro lançamento internacional: Woman World, de Aminder Dhaliwal. Publicado originalmente como uma webcomic, a edição reunirá o trabalho da autora em uma versão impressa, incluindo alguns inéditos, e conta a história de uma civilização formada totalmente por mulheres depois que os homens foram extintos por um problema ao nascerem.

Também em agosto, a editora começará a lançar quadrinhos nacionais digitalmente em plataformas como Kindle da Amazon e outros. Os primeiros serão:

Duo.Tone, de Vitor Cafaggi;
Echoes, de Eliana Oda;
Makai Mail, de Jayson Santos;
Sonhonauta, de Shun Izumi.

Aguarde mais detalhes de cada obra em breve.

.

O indispensável de Calvin e Haroldo - Volume 17

 

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Material requentado do Calvin. Vou esperar eles lançarem a coletânea de Tiras Dominicais.

    E essa HQ só com mulheres é suspeita. Espero que a Conrad não enverede por um caminho que eu estou pensando….

    • Marquito Maia

      Só se for suspeita de plágio inconsciente, vide Y – O Último Homem!!
      E só pra saber: qual seria o caminho que você está pensando?? Não me parece que seja o da pluralidade… tsc, tsc.

  • A capa vai sair com erro de ortografia, mesmo?

    • Marquito Maia

      Pra se ver o nível!! Só rindo…

    • Arrumaram rapidinho! :D

      • Better call Wassef

        E eu aqui procurando rsrsrs

  • Humberto Manuel Araujo

    Espero que consertem o erro Progreso. Senão será uma vergonha!!!

  • Fabio Negro

    só de eu não ter ficado sabendo dessa live ANTES de acontecer já temo pela capacidade de propaganda da Conrad 2.0

  • Marquito Maia

    Confesso que só pensei no plágio inconsciente!! De resto, não vejo problema nenhum em mulheres fazendo quadrinhos com temas como feminismo e tal!! Principalmente aqui no Brasil, um dos países líderes no quesito feminicídio!! Mas aí vai de cada um, né? Abraço.

    • A solução pro feminicídio é que o homem pare de odiar as mulheres, e não que as mulheres passem a odiar os homens.

      • Se você não é um homem que oferece perigo, não tem com que se preocupar.

    • Eu li o material na Internet. Realmente é inofensivo. Valeu, Marquito!

  • Thiago A.

    Essa do Calvin é cofre certo.

  • 0-Drix

    Não entendo o que a Conrad está fazendo com esta coleção de Calvin & Hobbes! Como assim volume 17 se este material já saiu em outras edições da editora entre os volumes 1 e 9?

  • Só queria que fosse padronizado e na ordem. Aí eu compraria.

  • Felipe Ornaghi

    Conrad nunca mais

  • Rafael Weiss

    Tá preocupado com o quê? Toda HQ é feita pra você, ou deveria ter sido feita?

  • VAM!

    Olá Samir!

    Sempre me pergunto por qual motivo a Conrad nunca se interessou em relançar a coleção em formato diferente desse “requentado” e mais próximo da coleção definitiva “The Complete Calvin and Hobbes”.

    Tanto tempo já se passou desde que foi publicada pela primeira vez lá fora, que a mesma até já ganhou nova versão em capa cartonada.

    Quem sabe o Medauar, consiga argumentos favoráveis para convencer o atual dono da Conrad a investir no novo formato? Competente para tanto eu sei que ele é.

    A bola tá contigo Cassius!

    Abs,
    VAM!

    • Nunca entendi esses formatos dos livros do Calvin. São 3 formatos diferentes! Meu “Transtorno Obsessivo Compulsivo” mandou lembranças…

  • Mas eu quero falar tiras.

  • Podia relançar Adolf do Tezuka