Conheça o Prateleira de Quadrinhos, coletivo que leva quadrinhos para comunidades de São Paulo

Por Samir Naliato
Data: 7 julho, 2020

Além de entreter, estudos mostram que os quadrinhos também podem ser uma ferramenta poderosa na educação. Seja em escolas ou projetos sociais, a mídia é atrativa e serve de porta de entrada para formação de leitores e debater os mais variados temas.

Com isso em mente, o Prateleira de Quadrinhos é um coletivo de jovens que atua em São Paulo/SP e realiza ações de incentivo a leitura e produção de histórias em quadrinhos desde 2015, e formou uma equipe formada por Jonatas Varela (diretor geral), Ana Cris Gomes (diretora executiva), Lali Xavier (secretária geral), Kayo Vilche (secretário executivo), Fernando Santos (consultor de marketing), Thito Campos (consultor de projetos) e Rafael G. (iilustrador).

Dentre as suas atividades, estão leituras em grupo, promoção de debates sobre a sociedade atual através das HQs, mesas de board games, RPG e publicação de histórias em quadrinhos dos participantes das ações, através do fanzine Xablau, que vai para a sua terceira edição em 2020.

Fanzine Xablau

“Queremos com isso mostrar que a cultura é como uma teia de significados que pode ser relacionada a narrativa das histórias em quadrinhos, por produzir sentido para nós e por fazer referências a elementos de nossa própria época e cultura”, explica Jonatas Varela.

Para esse projeto poder ir às comunidades, em 2019 adquiriram uma Kombi por meio do Programa VAI da Prefeitura de São Paulo , que foi transformada em uma gibiteca móvel. O veículo foi personalizado e apelidado de “Kuadrombi”.

“Através dela conseguimos acessar locais onde por vezes esse tipo de mídia não chega com tanta facilidade. Disponibilizamos o nosso acervo a comunidade, transformando os espaços por onde passamos em pontos de cultura para crianças, jovens e adultos poderem conviver em sociedade e encontrar o seu lugar no mundo como cidadão. Apoiamos a cultura, pois acreditamos que sua diversidade nos ajuda a entender o outro e questionar a sociedade em que vivemos”, disse Jonatas.

“Somos pessoas apaixonadas por quadrinhos que acreditam que é possível tornar o mundo um lugar melhor através da leitura!”, finaliza.

Kuadrombi

É possível ajudar o projeto com doações com doações de quadrinhos ou financeiramente, para isso basta entrar em contato com os responsáveis pelo inbox do Instagram ou site oficial. Em breve, será criada uma campanha de financiamento coletivo na plataforma Benfeitoria.

No canal do Prateleira de Quadrinhos no YouTube, é possível assistir a algumas das ações promovidas por eles, como visita à Biblioteca Pública Milton Santos, campanha contra o Covid-19 e conhecer a Kuadrombi (veja abaixo).

 

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Divulguei, pois é o tipo de iniciativa que faz a diferença para muitas pessoas. Obrigado, pessoal!

    • Inclusive @contraversao:disqus o Sangue no Olho que você doou pra gente na CCXP do ano passado já está fazendo sucesso. hehe

  • Stefano Barbosa

    que ótimo

  • Canoa Furada

    Projeto interessante. Biblioteca pública com gibiteca é um bom polo difusor de cultura, se bem administrado.

  • Heliton Oliveira

    Esse Projeto é Maravilhoso. Vi de perto e recomendo. Além de dar mais visibilidade aos quadrinhos, ensinar a desenhar ,estimula o senso crítico através deles .

  • Stefano Barbosa

    Recomendei Prateleira num grupo de animes, de gibi em geral etc.