Conheça os vencedores do Prêmio Eisner 2013

Por Sérgio Codespoti
Data: 22 julho, 2013

Eisner AwardsA 25ª edição do Prêmio Eisner ocorreu na San Diego Comic-Con International, que foi realizada nos Estados Unidos, entre os dias 17 e 21 de julho deste ano.

A julgar pelos resultados, com poucas exceções, quem gosta de quadrinhos de qualidade tem que evitar a Marvel Comics e a DC Comics.

Os grandes vencedores foram os independentes. Chris Ware ganhou quatro prêmios, com Building Stories, da Pantheon; e Brian K. Vaughn, que faturou quatro estatuetas com Saga, da Image Comics.

Outro artista que se destacou foi o espanhol David Aja (desenhista e capista de Hawkeye), que faturou dois troféus. A merecida premiação de Dave Stewart como melhor colorista (indicado com sete trabalhos) não foi surpresa.

O painel de juízes do prêmio foi composto por: Michael Cavna (Comic Riffs, Washington Post), Charles Hatfield (Cal State Northridge), Adam Healy (da comic shop Cosmic Monkey, de Portland, nos Estados Unidos), Katie Monnin (Teaching Graphic Novels), Frank Santoro (Storeyville, TCJ) e John Smith (Comic Con International).

Confira a seguir a lista completa dos vencedores:

Melhor História Curta: Moon 1969 – The True Story of the 1969 Moon Launch, de Michael Kupperman, em Tales Designed to Thrizzle #8 (Fantagraphics).

Melhor Edição Única (ou Especial): The Mire, de Becky Cloonan (publicado pela autora).

Melhor Série Contínua: Saga, de Brian K. Vaughan e Fiona Staples (Image Comics).

Melhor Nova Série: Saga, de Brian K. Vaughan e Fiona Staples (Image Comics).

Melhor Publicação para Jovens Leitores (até sete anos): Babymouse for President, de Jennifer L. Holm e Matthew Holm (Random House).

Melhor Publicação para Crianças (entre oito e 12 anos): Adventure Time, de Ryan North, Shelli Paroline e Braden Lamb (Kaboom!).

Melhor Publicação para Jovens Adultos (entre 13 e 17 anos): A Wrinkle in Time, de Madeleine L’Engle, adaptado por Hope Larson (FSG).

Melhor Publicação de Humor: Darth Vader and Son, de Jeffrey Brown (Chronicle Books).

Melhor Quadrinho Digital: Bandette, de Paul Tobin e Colleen Coover.

Melhor Antologia: Dark Horse Presents, editado por Mike Richardson (Dark Horse Comics).

Dark Horse PresentsBuilding Stories

Melhor Trabalho Baseado na Vida Real (empate): Annie Sullivan and the Trials of Helen Keller, de Joseph Lambert (Center for Cartoon Studies/Disney Hyperion); e The Carter Family – Don’t Forget This Song, de Frank M. Young e David Lasky (Abrams ComicArts).

Melhor Graphic Novel em Álbum Inédito: Building Stories, de Chris Ware (Pantheon).

Melhor Graphic Novel em Republicação: King City, de Brandon Graham (TokyoPop/Image).

Melhor Adaptação de Outra Mídia: Richard Stark’s Parker – The Score, adaptado por Darwyn Cooke (IDW).

Melhor Coleção ou Projeto de Arquivo de Tiras: Pogo – Volume 2 – Bona Fide Balderdash, de Walt Kelly, editado por Carolyn Kelly e Kim Thompson (Fantagraphics).

Melhor Coleção ou Projeto de Arquivo de HQs: David Mazzucchelli’s Daredevil Born Again – Artist’s Edition, editado por Scott Dunbier (IDW).

Marvel Comics - The Untold StoryBlacksad - Silent Hell

Melhor Edição Norte-Americana de Material Internacional: Blacksad – Silent Hell, de Juan Diaz Canales e Juanjo Guarnido (Dark Horse Comics).

Melhor Edição Norte-Americana de Material Internacional – Ásia: Naoki Urasawa’s 20th Century Boys, de Naoki Urasawa (VIZ Media).

Melhor Roteirista: Brian K. Vaughan, por Saga (Image Comics).

Melhor Roteirista/Artista: Chris Ware, por Building Stories (Pantheon).

Melhor Desenhista/Arte-Finalista ou Time de Desenhista e Arte-finalista (empate): David Aja, por Hawkeye (Marvel Comics); Chris Samnee, por Daredevil (Marvel Comics) e Rocketeer – Cargo of Doom (IDW).

Melhor Pintor/Artista Multimídia (arte sequencial): Juanjo Guarnido, por Blacksad (Dark Horse Comics).

Melhor Capista: David Aja, por Hawkeye (Marvel Comics).

Melhor Colorista: Dave Stewart, por Batwoman (DC Comics), Fatale (Image Comics), BPRD, Conan the Barbarian, Hellboy in Hell, Lobster Johnson e The Massive (Dark Horse Comics).

Melhor Letrista: Chris Ware, por Building Stories (Pantheon).

Melhor Veículo Relacionado a Quadrinhos/Jornalismo: The Comics Reporter, editado por Tom Spurgeon.

Melhor Obra Relacionada a Quadrinhos: Marvel Comics – The Untold Story, de Sean Howe (HarperCollins).

Melhor Trabalho Acadêmico/Educacional: Lynda Barry – Girlhood Through the Looking Glass, de Susan E. Kirtley (University Press of Mississippi).

Melhor Design de Publicação: Building Stories, de Chris Ware (Pantheon).

Hall da Fama: Lee Falk, Al Jaffee, Mort Meskin, Trina Robbins, Spain Rodriguez e Joe Sinnott.

Prêmio Russ Manning de Novato Promissor: Russel Roehling.

Prêmio Humanitário Bob Clampett: Chris Sparks e Team Cul de Sac.

Prêmio Bill Finger de Excelência nos Roteiros de Quadrinhos: Steve Gerber e Don Rosa.

Prêmio Will Eisner – O Espíritos dos Quadrinhos para lojistas: Challengers Comics + Conversation, Chicago.

• Outros artigos escritos por

.

.

Assuntos Relacionados

.