Corto Maltese em dois novos lançamentos

Por Sérgio Codespoti
Data: 27 julho, 2015

L'Express BDHugo Pratt e Corto Maltese ficaram em destaque neste mês de julho, no mercado franco-belga, graças a dois lançamentos: L’Express BD – Hugo Pratt e Corto Maltese na Sibéria, edição fac-símile, da editora Casterman.

L’Express BD – Hugo Pratt é uma revista especial com 112 páginas sobre a vida e a obra de Hugo Pratt, com edição de Éric Libiot.

São 19 artigos assinados por Jérôme Dupuis, Alain Goutal, Jean Claude Guilbert, Jennifer Heurley, Dominique Lanni, Pierre Lebedel, Jérôme Maufras, José Muñoz, Robert Mussapi, Pascal Ory, Dominique Petitfaux, Michel Pierre, Yves Saint-Geours e Marco Steiner.

Os textos incluem os escritores da biblioteca pessoal de Pratt; uma entrevista com o desenhista José Muñoz – com quem Pratt Conviveu na Argentina, na década de 1950; uma entrevista com Pratt, realizada por Michel Pierre, em 1981; o interesse de Pratt por armas e uniformes; e outros artigos.

A revista é ricamente ilustrada com fotos pessoais e raras, diversos desenhos de Pratt, extraídos não apenas dos quadrinhos, mas também de seus portfólios e cadernos de esboços. L’Express BD – Hugo Pratt foi distribuída na França no início de julho e custa 7,90 euros.

Corto Maltese na Sibéria é um dos clássicos de Hugo Pratt e foi adaptado por Pascal Morelli como um desenho animado de longa metragem – Corto Maltese, la cour secrète des arcanes -, em 2002.

O interessante desse lançamento é que se trata de uma edição fac-símile – uma cópia exata – da edição publicada pela Casterman, em 1982, com aquarelas de Pratt e prefácio (La Longue chasse) de Oreste Del Buono. O volume também inclui um encarte colorido com texto do especialista Dominique Petitfaux, analisando a trajetória de publicação da obra na Itália e na França, em edições coloridas e em preto e branco; e também sobre as diferentes traduções e adaptações da obra.

As diferenças com a edição capa dura clássica de 2000 são: outra ilustração de capa; formato 28 cm x 31 cm (contra 25,5cm x 30 cm da edição de 2000); 160 páginas (a versão clássica tem 130); e outro prefácio. Além disso, o mapa, as fotos e ilustrações introdutórias também não são os mesmos.

Existem outras versões desse álbum disponíveis: uma delas apenas em preto e branco e a impressão mais recente no novo formato da série (bem menor, com apenas 21,3 cm x 28.8cm).

O livro tem capa dura, 160 páginas coloridas (respeitando a impressão com retículas e o colorido de 1982) e custa 30 euros.

A história de Corto Maltese na Sibéria se passa na Rússia, em 1920, e é uma das aventuras do personagem com maior influência de Milton Caniff, o autor de Terry e os Piratas e Steve Canyon.

cortomaltese_siberie

• Outros artigos escritos por

.

.

.