DC Comics cria iniciativa para quadrinhos voltados a jovens leitores

Por Samir Naliato
Data: 9 fevereiro, 2018

A DC Comics divulgou a criação de dois novos selos de quadrinhos, cujo conteúdo será voltado para jovens leitores: DC Zoom, para o público de até 12 anos; e DC Ink, para jovens entre 13 e 18 anos. Ambos serão comandados pela editora Bobbie Chase.

Esses materiais apresentarão o vasto catálogo de personagens da editora, mas as histórias não seguirão a cronologia das revistas do Universo DC tradicional.

Para isso, a editora contratou alguns autores conhecidos do público destas faixas etárias, como Laurie Halse Anderson (Fale!), Melissa de la Cruz (Os Descendentes), Michael Northrop (TombQuest) e Ridley Pearson (Kingdom Keepers).

Para DC Zoom, os lançamentos serão em edições únicas de 128 páginas, custando US$ 9.99.

O primeiro será DC Super Hero Girls – Search for Atlantis, com textos de Shea Fontana e arte de Yancey Labat. Ridley  Pearson fará Super Sons, estrelado pelos filhos do Superman e Batman (não confundir com a série mensal homônima da fase Renascimento).

Outros títulos serão:

  • Batman Tales – Once Upon a Crime, por Derek Fridolfs e Dustin Nguyen;
  • Batman – Overdrive, por Shea Fontana;
  • Black Canary – Ignite, por Meg Cabot;
  • Dear Justice League, por Michael Northrop;
  • Green Lantern – Legacy, por Minh Lê;
  • Superman of Smallville, por Art Baltazar e Franco;
  • Superman Smashes the Klan, por Gene Yang.

Heróis no selo DC Zoom

Já para DC Ink, as primeiras publicações serão Harley Quinn – Breaking Glass (escrito por Mariko Tamaki e desenhado por Steve Pugh) e Mera (roteiro e arte de Danielle Paige). As edições terão aproximadamente 200 páginas e custarão US$ 16.99.

Outros títulos serão:

  • Batman – Gotham High, por Melissa de la Cruz;
  • Batman – Nightwalker, por Marie Lu;
  • Teen Titans, por Kami Garcia e o brasileiro Gabriel Picolo;
  • Under the Moon – A Catwoman Tale, por Lauren Myracle;
  • Wonder Woman – Tempest Tossed, por Laurie Halse Anderson.

Os selos estrearão no quarto trimestre deste ano, ainda sem data exata definida.

“Super-heróis estão mais populares do que nunca, e faz todo o sentido levar os personagens da DC para toda uma nova geração de jovens leitores”, afirmou Diane Nelson, presidente da DC Entertainment. “As primeiras revistas criadas há décadas foram para crianças e, a medida em que o mercado evoluiu e cresceu, foi se tornando mais focado em adultos. DC Ink e DC Zoom são duas novas e empolgantes oportunidades de garantir que icônicos personagens como Superman, Batman e Mulher-Maravilha façam parte da infância.”

Jovens Titãs no selo DC InkMera no selo DC Ink

DC Ink

DC Zoom

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Israel Oliveira Lima

    Fico sempre empolgado com essas iniciativas, servem pra dar uma sangue novo pro mercado e pra boas estórias surgirem,pois sendo leitor de super-heróis desde os meus 9 anos com as mesmas fórmulas de roteiros já me encheram o saco, coisas como Ms.Marvel,Garota Esquilo e o Aranha Miles Morales sempre me empolgam.

  • Lucas Martins Saraiva

    Interessante

  • Canoa Furada

    A dupla Derek Fridolfs e Dustin Nguyen é bem nessa linha Zoom mesmo, deve render mais histórias divertidas pro Batman.

    • CadoCal

      Falando em histórias divertidas do Batman,eu adoraria ver mais volumes de Pequena Gotham!

  • CadoCal

    Parece ser muito interessante!A cena no vagão do metrô,com a Ravena e o Mutano,este viajando junto com uma penca de bichos é estilosa e hilária!A propósito,em qual revista aparece a cena do Capitão Marvel,o Lanterna Verde,a Mulher Gavião e a Super Moça com as duas crianças no alto do prédio?

  • Do jeito que o pessoal reclama das histórias, ao invés de conquistar o público infantojuvenil, são os adultos que vão migrar para as novas revistas da faixa etária dos 12.