Devir anuncia Estranhos no Paraíso em seis volumes de luxo

Por Samir Naliato
Data: 22 junho, 2018

A Devir voltará a publicar no Brasil uma versão impressa de Estranhos no Paraíso, série criada por Terry Moore. Ao todo, serão seis volumes em formato de luxo.

O primeiro deles, Estranhos no Paraíso – Volume 1 (formato 17 x 26 cm, 360 páginas, capa dura, R$ 105,00), já está em pré-venda na Amazon Brasil, com previsão de lançamento para julho.

Katchoo é uma jovem muito bonita, tranquila e tudo vai muito bem em sua vida. Ela é esperta, independente e está apaixonada pela sua melhor amiga, Francine.

Então, Katchoo conhece David, um jovem gentil, porém persistente, que está decidido a conquistar seu coração. O triângulo amoroso resultante é uma comovente comédia de erros amorosos, até o dia em que a antiga chefe de Katchoo vem atrás dela e dos $850.000 roubados da máfia.

Enquanto sua vida idílica desmorona, Katchoo percebe que não pode acreditar em ninguém, e que o passado que ela acreditava ter ficado para trás agora ameaça destruir tudo que ela ama, incluindo Francine.

Estranhos no Paraíso já foi publicado no Brasil por quatro editoras, sem nunca ter sido sido finalizada: Abril (1998), Via Lettera (1999 e 2000), Pandora Books (2002 e 2003) e HQM (2006 a 2013).

Em 2017, retornou ao Brasil em formato digital pelo Social Comics.

Estranhos no Paraíso - Volume 1

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Vipo Free

    Ta ai um material que sempre tive curiosidade em conhecer, mas o preço não é dos mais convidativos, será que vale o preço?

    • vale, mano. mas olha nas promoções da Anazon, Saraiva, Cultura, Fnac e afins -geralmente rola novo à metade do preço de capa.

      • Douglas

        Então se o preço cobrado fosse menor, com a promoção ficaria mais barato ainda. O argumento do amigo continua válido, preco de capa alto.

        • Natanael Floripes

          Ele não falou que ficava barato. Ele tentou ajudar o cara a pagar “menos caro”, se você quiser pensar assim.

          E seu raciocínio é meio furado. Por ele, qual preço sempre vai caro. Você diria… um real? Tá caro. Afinal, se custasse 10 centavos, com promoção ficaria a 5 centavos.

    • Alessandro Abrahao

      Vale muito. A história começa de forma simples e aparentemente vazia e se desdobra de forma espetacular. Tenho as importadas e agora me esforçarei para tê-las em português.

  • Beto Magnun

    Acho que meu erro foi ler Love and Rockets antes. Se tivesse tido contato primeiro com a hq do Terry, talvez eu tivesse simpatizado mais. Ok, são obras com pegadas bem diferentes, mas sei lá… Estranhos é muito bunda mole.
    E Saudades quando comprava um encadernado capa cartão com 200 páginas por 20 conto. Se bem que para os meus padrões na época era caro também. Enfim, é um hobbie pra quem tem munição no bolso.

    • Gustavo Campello

      Love and Rockets é minha hq preferida…. Amo… Tenho os encadernados da phantagraphics.

      Mas amo Estranhos no Paraíso tmb…

  • Rogerio Araujo Ferreira

    Material muito bom, Terry é incomparável para retratar emoções nos personagens. Parece que ele tá descrevendo pessoas reais que você conhece. Espero que chegue ao final dessa vez, está na minha lista top 10 de quadrinhos .

  • Heberton Arduini

    Tomara que agora vá… Genial em toda sua simplicidade.

  • Tiago Essashika

    Cara. Impossível ter só 224 páginas. Como eles vão compilar 107 edições em 6 encadernados de 224 páginas? Impossível. Acho que tem um erro aí no número de páginas viu UHQ.

    • Eli Morenno

      Essa coleção foi publicada pelo próprio autor em inglês e o volume 1 tem 360páginas

  • LEONARDO BRITO SILVEIRA

    Taí a única obra que, no Brasil, tem uma maldição maior que a de Preacher.

    • Marco Antonio Maia

      Bone, idem…

      • LEONARDO BRITO SILVEIRA

        Verdade, bem lembrado.

    • sergio reis

      Acho que Starman vai na mesma toada…

  • Renan Rhapsody

    Vai ser impossível compilar tudo em apenas 6 edições. Tem algo errado aí.

  • Chefe O’Hara

    AAAAAARRRRRRGGGGGGGHHHHHHH!!!!!!!!!! Luxo, luxo, luxo! Pelamordedeus, não dá pra lançar isso com papel normal e capa cartão? “Enluxecem” até material que não faz sentido lançar desse jeito, como “Kick-Ass” (que nunca teve uma edição mais barata) e “Miss Marvel”!

    E não dava pra chamar a loirinha de Katchu, como fizeram nas edições da Abril e da Via Lettera? Se o sobrenome dela (Chuvanski) é uma adaptação de um sobrenome estrangeiro (não me perguntem o país), e considerando que a gente faz isso o tempo todo com os nomes russos (Tostói, Iéltsin, Gorbatchov, Soljenítsin), não seria mais lógico o “u” ser escrito no nosso idioma, em vez do “oo” inglês?

  • Dyel Dimmestri

    Eu só li a versão da Editora Abril e adorei! Terry Moore faz jus àquela velha frase,que diz: “A simplicidade é o mais alto grau de evoução”..

  • Marcos Mendonça

    Alguém pode me falar de alguma obra deste porte que a Devir concluiu ? Só para me dar um pouco de esperanças…

    • César Lima

      “Saga” parece estar indo bem… vamos torcer.