Divulgados os vencedores do 23º Troféu HQ Mix

Por Marcelo Naranjo
Data: 9 setembro, 2011

Troféu HQ Mix

Foram divulgados ontem os vencedores do 23º Troféu HQ Mix,
referentes aos melhores de 2010. A principal premiação do mercado brasileiro
de quadrinhos é organizada pela Associação dos Cartunistas do Brasil
e o Instituto Memorial de Artes Gráficas do Brasil.

Participam da votação desenhistas, roteiristas, professores, editores, pesquisadores e jornalistas de todo o Brasil. O principal vencedor desta edição foi Danilo Beyruth, que faturou três estatuetas: de Roteirista, Desenhista e Edição especial nacional.

Alguns prêmios (indicados abaixo) foram definidos pela comissão organizadora do HQ Mix, formada por: Marcelo Alencar (presidente), Andréa de Araújo Nogueira, Benedito Nicolau, Cristina Merlo, Daniela Baptista, Gualberto Costa, Jal, Nobu Chinen, Sam Hart, Silvio Alexandre, Sonia M. Bibe Luyten, Tiago Souza, Waldomiro Vergueiro, Will e Edson Diogo.

Desta vez, o troféu – que a cada ano homenageia um personagem nacional – traz o Geraldão, de Glauco (assassinado março de 2010), esculpido pelo artista plástico Olintho Tahara.

Troféu HQ Mix

A Folha de S.Paulo, jornal em que Glauco publicava suas tiras e charges, reimprimiu o encarte Gibi do Glauco para distribuir gratuitamente para quem for ao evento.

Outra novidade será a distribuição (apenas no local) do Jornal HQ Mix,
com informações sobre os premiados e homenageados, e de uma coleção
de 20 cards de desenhistas brasileiros. A ideia é iniciar uma coleção
que será acrescida de mais 20 nomes a cada edição anual do prêmio.

A festa de entrega do 23º Troféu HQ Mix acontecerá no dia 16 de setembro, às 20 horas, no Teatro SESC Pompeia (Rua Clélia, 93 – Lapa), em São Paulo.

A apresentação será de Serginho Groisman e da banda do programa Altas Horas. Haverá ainda a exibição – antes da entrega dos troféus – do documentário Angeli 24 Horas, da diretora carioca Beth Formaggini, e a presença do Secretário da Cultura do Estado de São Paulo, Andrea Matarazzo, falando sobre o ProAC, e da cartunista Ana Von Rebeur, presidente da FECO – Federação Internacional de Cartunistas na Argentina, que luta pelos direitos e divulgação dos artistas do traço no mundo. Na ocasião, será fundada a FECO – Brasil, com Sonia Bibe Luyten como presidente.

A entrega do HQ Mix será transmitirá ao vivo pela internet pela revista Brasileiros, em seu site oficial, e também no Twitter, pelo perfil do Universo HQ.

A entrada é gratuita, mas é preciso retirar convite na portaria uma hora antes do evento. Mais informações podem ser obtidas no site do HQ Mix.

Confira abaixo todos os premiados. As categorias estão listadas por ordem alfabética.

Troféu HQ Mix

Prêmios eleitos pelos votantes

Adaptação para os quadrinhos: Os Sertões – A luta, de Carlos Ferreira (roteiro) e Rodrigo Rosa (desenhos), sobre a obra de Euclides da Cunha (Ática)

Chargista: Angeli (Folha de S.Paulo)

Desenhista Estrangeiro: John Romita Jr. (Kick-Ass – Quebrando tudo, da Panini)

Desenhista Nacional: Danilo Beyruth (Bando de dois, da Zarabatana)

Destaque internacional: Fábio Moon e Gabriel Bá (Daytripper, da Vertigo / DC)

Edição Especial Estrangeira: Ranxerox (Conrad)

Edição Especial Nacional: Bando de dois (Zarabatana)

Editora do ano: Quadrinhos na Cia.

Livro Teórico: Bienvenido – Um passeio pelos quadrinhos argentinos, de Paulo Ramos (Zarabatana)

Mídia sobre quadrinhos: Universo HQ

Novo talento (desenhista): Felipe Massafera (Jambocks! – Parte 1 – Prelúdio para a guerra, da Zarabatana)

Novo talento (roteirista): Daniel Galera (Cachalote, da Quadrinhos na Cia.)

Produção em outras linguagens: Malditos Cartunistas, produzido por Daniel Garcia e Daniel Paiva (Tarja Preta)

Projeto Editorial: Calendário Pindura 2011, de vários artistas (Pégasus Alado)

Publicação de Aventura/Terror/Ficção: Vertigo (Panini)

Publicação de Cartuns: Cócegas no raciocínio, de João Montanaro (Garimpo)

Publicação de Charges: Gibi do Glauco (Folha de S.Paulo)

Publicação de Clássico: Peanuts Completo, de Charles Schulz (L±)

Publicação de Tiras: Níquel Náusea – A vaca foi pro brejo (Devir)

Publicação Erótica: Quadrinhos sacanas – O catecismo brasileiro (Peixe Grande)

Publicação Independente de Autor: O Cabra, de Flávio Luiz (papel A2)

Publicação Independente de Grupo: Café Espacial, editada por Sergio Chaves e Lídia Basoli

Publicação Independente Edição Única (One-shot): Taxi, de Gustavo Duarte

Publicação Infanto-Juvenil: Pequenos Heróis, escrito por Estevão Ribeiro e desenhado por Mário César, Raphael Salimena, Jaum, Emerson Lopes, Ric Milk, Vitor Cafaggi, Leo Finocchi e Fernanda Chiella (Devir)

Publicação Mix: MSP + 50 – Mauricio de Sousa por mais 50 artistas (Panini)

Roteirista Estrangeiro: Joe Sacco (Notas sobre Gaza, da Quadrinhos na Cia.)

Roteirista Nacional: Danilo Beyruth (Bando de dois, da Zarabatana)

Tira Nacional: Piratas do Tietê, de Laerte (Folha de S.Paulo)

Web Quadrinhos: Linha do Trem, de Raphael Salimena

Prêmios eleitos pela comissão e pelos júris especiais

Caricaturista: Gustavo Duarte (Lance!)

Cartunista: Allan Sieber (Folha de S.Paulo)

Destaque Latino-Americano: La Fiesta Pagana, da Bolívia (La Rosca Comics)

Evento de Quadrinhos: Rio Comicon

Exposição: Zeróis, Ziraldo na tela grande (Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro)

Grande Contribuição: Flip – Feira Literária Internacional de Paraty, no Rio de Janeiro

Grande Mestre: Paulo Caruso

Homenagem Especial: Bar Tutti Giorni, frequentado pelos artistas gráficos de Porto Alegra/RS

Homenagem Especial: Revista Ilustrar

Publicação de Caricaturas: Bravo! – Literatura & Futebol (Abril)

Salão e Festival: 3º Salão Internacional de Humor da Amazônia

TCC – Trabalho de Conclusão de Curso: Leonardo Poglia Vidal, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos, de São Leopoldo/RS, em Letras, por Quixote de Cerveisner – Estudo comparativo entre o capítulo VIII do Quixote de Cervantes e sua adaptação para os quadrinhos por Will Eisner

Tese de Mestrado: Marcia Casturino, da Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro, em História e teoria da arte, por Suehiro Maruo – O sublime e o abjeto como estética da existência

Tese de Doutorado: José Mendes André, da Universidade de São Paulo, em Arquitetura e urbanismo, por Quem não chora não mama! Panorama do design gráfico brasileiro através do humor 1837-1931

 

• Outros artigos escritos por

.

.

.