Dr. Sócrates: o craque nos quadrinhos

Por Marcus Ramone
Data: 6 dezembro, 2011

Sócrates em Quadrinhos

Esta semana começou em luto no futebol. Na madrugada do último dia 4 de dezembro, faleceu o ex-jogador Sócrates, craque e ídolo do Corinthians e da Seleção Brasileira.

O sucesso do artista da bola não se limitou aos gramados da vida real e, como todo ídolo do futebol, acabou chegando aos quadrinhos.

Uma das primeiras citações a Sócrates nas HQs aconteceu no final dos anos 1970,
em uma história do personagem Visconde de Sabugosa, no gibi Sítio do Picapau
Amarelo
, da RGE. Na aventura, o intelectual e literato
vegetal faz uma brincadeira com o nome do filósofo grego Sócrates e do futebolista
que pegou seu nome emprestado – e que, curiosamente, também acabou se tornando
um “pensador”, característica rara no universo da bola.

Mas somente na década de 1980 o jogador Sócrates ganhou suas primeiras versões para os quadrinhos, quando já se tornara figura marcante nos noticiários esportivos e politicos e também passara a ser chamado de Doutor, graças à sua formação profissional em medicina.

Ele contracenou diversas vezes com a criançada do Bairro do Limoeiro (uma delas foi republicada recentemente na série Coleção Histórica Turma da Mônica) em aparições curtas e ocasionais, protagonizou peças publicitárias em forma de HQ e, até a Copa do Mundo de 1986, virou figura fácil nas aventuras do Zé Carioca – e com ele chegou a trocar passes.

Nos últimos meses, o ex-atleta preparava-se para lançar um gibi estrelado por ele mesmo , como parte de um projeto de cunho social.

Se nos quadrinhos o corintiano Cascão está triste, no mundo real o pesar se abateu não apenas sobre os torcedores do clube pelo qual Sócrates será sempre lembrado, mas também entre todos os amantes do futebol.

Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira tinha 57 anos.

 

• Outros artigos escritos por

.

.

.