Editor fala sobre a Nemo, editora que promete publicar quadrinhos europeus e nacionais

Por Marcelo Naranjo
Data: 17 maio, 2011

Editora Nemo

Como divulgamos ontem, segunda-feira, no blog do Universo HQ, uma nova editora vai atuar no mercado de quadrinhos no Brasil, a Nemo.

A editora, que pertence ao Grupo Editorial Autêntica, lançará seus primeiros títulos no próximo mês de julho. A proposta da nova marca é reunir nomes consagrados das HQs e autores brasileiros contemporâneos.

Com a coordenação de Wellington Srbek, roteirista, editor e pesquisador de quadrinhos, a editora publicará suas obras no formato álbum.

A direção executiva da nova editora ficará a cargo de Arnaud Vin, francês radicado no Brasil há mais de 20 anos. Ele é também o responsável pelo desenvolvimento das versões digitais dos títulos, que serão disponibilizadas em breve para as plataformas iOS (iPhone, iPad) e Android, nas versões português, inglês, espanhol e francês.

Confira os títulos divulgados pela editora:

Coleção Moebius – Arzach – Coleção no formato europeu original, com as histórias clássicas de Arzach, criação de Jean Giraud, também conhecido como Moebius.

Ciranda Coraci (Série Mitos Recriados em Quadrinhos), de Wellington Srbek e Will – A história do herói Coraci (o Sol) e de sua noiva Jaci (a Lua) é recriada em formato de quadrinhos.

Coleção Moebius - Arzach

O Senhor das Histórias (Série Mitos Recriados em Quadrinhos), de Wellington Srbek e Will – Nas páginas deste álbum, o leitor conheçe Anansi, o Senhor das Histórias e descobre a resposta para a pergunta “de onde vêm as histórias?”.

Corto Maltese – A Juventude, de Hugo Pratt – Inédita no Brasil, a aventura que mostra Corto Maltese em sua juventude chega com as características da edição europeia, em cores e capa dura.

Dom Casmurro de Machado de Assis, de Wellington Srbek e José Aguiar – Um dos principais clássicos de nossa literatura ganha versão em quadrinhos.

Coleção Moebius – Pesadelo Branco & Outras Histórias – Segundo volume
da Coleção Moebius.

Coleção Shakespeare em Quadrinhos – Os principais clássicos de um dos maiores nomes da literatura internacional ganham a forma de HQs produzidas por novos talentos dos quadrinhos brasileiros, com os títulos:

Romeu e Julieta, por Marcela Godoy e Roberta Pares.

Sonho de uma Noite de Verão, por Lillo Parra e Wanderson de Souza.

Otelo, por Jozz e Akira Sanoki.

Hamlet, por Wellington Srbek e Alex Shibao.

E ainda Macbeth, Rei Lear e A Tempestade.

Corto Maltese - A Juventude

Coleção História & Quadrinhos: coleção de álbuns inéditos que narram alguns dos momentos mais marcantes de nossa história. Já estão programados A Guerra de Palmares e A Luta Contra Canudos.

O Universo HQ conversou com Wellington Srbek, confira.

Universo HQ: Como foi feita a seleção dos títulos da Nemo?

Wellington Srbek: Quando fui convidado para ser o editor de quadrinhos do Grupo Autêntica, montei um projeto editorial que foi apresentado e discutido com os diretores da (futura) Editora Nemo. Desse projeto, em conjugação com os objetivos do Grupo Autêntica, começamos a definir os primeiros títulos que entrariam em produção. Na época, eu já tinha o roteiro da adaptação de Dom Casmurro pronto, então naturalmente foi um dos primeiros títulos definidos para a nova editora.

UHQ: Quadrinhos europeus normalmente não vendem muito, no Brasil. A editora está preparada para isso?

Srbek: O mercado brasileiro passou por um razoável amadurecimento e uma grande diversificação nos últimos anos. Assim, na certa há espaço e interesse para álbuns europeus clássicos, como os ainda inéditos Arzach e Corto Maltese – A Juventude. E o que vamos fazer basicamente é oferecer estas obras, indispensáveis para qualquer colecionador de quadrinhos, nos formatos e na qualidade gráfica de suas edições originais, e tudo por preços acessíveis.

UHQ: E você pode dar uma ideia dos preços dos álbuns?

Srbek: Os preços variam muito, pois temos um álbum de 96 páginas em cores e capa dura, mas também álbuns em cores de 20 páginas em capa cartonada. Devem ficar entre R$ 19,00 e R$ 39,00.

UHQ: Como foi a escolha dos autores nacionais?

Srbek: Inicialmente, fizemos uma pesquisa sobre possíveis autores e também entramos em contato com pessoas que nos foram indicadas. A seleção foi feita da maneira que tem que ser: escolhemos as pessoas mais adequadas para produzir os títulos que tínhamos em mente. O resultado está ficando muito bacana!

Coleção Moebius - ArzachColeção Moebius - ArzachColeção Moebius - ArzachColeção Moebius - ArzachColeção Moebius - ArzachColeção Moebius - ArzachColeção Moebius - ArzachColeção Moebius - Arzach

 

• Outros artigos escritos por

.

.

.