Editora Ática lança O Alienista em quadrinhos

Por Sidney Gusman
Data: 20 agosto, 2008

O AlienistaNo
fim do século XVIII, Simão Bacamarte, influente médico da pequena Itaguaí,
resolve entender – e curar – a loucura. Para tanto, constrói um hospício
para internar todos os supostos malucos da cidade.

Só que ele não prevê
a confusão que isso vai ocasionar: a cidade é revirada pelo avesso, a
população se revolta, as autoridades não se entendem e uma batalha violenta
ganha as ruas.

Este é o enredo de O Alienista, um dos mais famosos e representativos textos de Machado de Assis, publicado em 1882. Nele, o escritor faz uma crítica corrosiva e irônica à sociedade cientificista de sua época e ao despotismo absoluto daqueles que detém o poder.

A editora Ática
adapta O Alienista (formato 19 x 26 cm, 72 páginas, R$ 21,90) para
os quadrinhos, com roteiro de Luiz Antonio Aguiar e desenhos de César
Lobo. As detalhadas ilustrações, inclusive, foram feitas mediante pesquisas
históricas e iconográficas, enquanto o roteiro procura se aproximar ao
máximo do original.

No final da narrativa, um apêndice que revela curiosidades sobre a época em que o texto original foi escrito e os “bastidores” da adaptação.

A obra faz parte da coleção Clássicos Brasileiros em HQ, que pretende, pela arte dos quadrinhos, apresentar grandes clássicos da literatura brasileira. As edições contam com aparatos explicativos e suplemento de trabalho para o professor.

O próximo volume desta coleção será O Guarani, adaptação do clássico de Carlos Gomes, que ainda não tem roteirista e desenhista definidos.

O Alienista acabou se tornando a obra literária brasileira mais adaptada para os quadrinhos nas últimas décadas. Publicaram suas versões a Agir, por Fábio Moon; a Companhia Editora Nacional, por Laílson de Holanda Cavalcanti; e a Escala Educacional, por Francisco S. Vilachã.

• Outros artigos escritos por

.

.

.