Editora L&PM lança adaptação de A invenção de Morel

Por Marcelo Naranjo
Data: 5 maio, 2014

Publicado em 1940, A invenção de Morel, de Adolfo Bioy Casares, é considerado ao mesmo tempo o clássico inaugural e a obra-prima da literatura fantástica em língua espanhola. Cultuada por sua premissa original, a história já deu origem a diversas adaptações e recriações artísticas.

Um fugitivo da Justiça, condenado à prisão perpétua em seu país, chega sozinho a uma ilha inabitada. Além de algumas construções abandonadas e de um maquinário de complexo funcionamento, não há nenhum sinal de ocupação humana. Mas eis que, um dia, ele descobre que não está sozinho. Um misterioso grupo de veranistas aparece e se espalha pela ilha, pondo em risco seu anonimato.

O fugitivo começa a seguir os passos, ouvir as conversas e monitorar o cotidiano dos intrusos. Consegue notar padrões recorrentes em suas ações, um intricado ritual cuidadosamente reencenado semana após semana. Aos poucos, porém, as chaves para o mistério vão sendo fornecidas, mas apenas quando o fugitivo consegue se desprender de sua noção do que é possível e impossível ou real e irreal é que ele se torna capaz de decifrar o enigma em sua totalidade.

Nesta versão em HQ de A invenção de Morel (128 páginas, R$ 39,90), o quadrinhista francês JP. Mourey desmembra esse delicado mecanismo literário para criar um dispositivo narrativo inteiramente novo, em que todos os detalhes – desde cores e padrões até fontes e contornos – são fundamentais para recriar a trama.

O título é um lançamento da editora L&PM.

A Invenção de Morel

• Outros artigos escritos por

.

.

.