Editora Nona Arte disponibiliza edições por demanda

Por André Diniz
Data: 24 abril, 2003

Fonte: Press Release

Rretrato FaladoAltos custos de impressão, exemplares encalhados e dificuldades de distribuição.
Para qualquer um que tenha uma vaga noção de como funciona o mercado editorial brasileiro, citar estes obstáculos não é dizer qualquer novidade. Novidade, porém, é a forma de driblar estes problemas.

Impressão por demanda nada mais é do que o que o próprio nome diz. De uns anos para cá, algumas gráficas passaram a oferecer este sistema, no qual a editora imprime apenas o número de exemplares desejados, e não as tiragens usuais, onde 1.000 é considerado um número pequeno.

Por este novo sistema, a editora (ou mesmo o próprio autor) pode imprimir um número mínimo de 10 exemplares, tirando mais quantas cópias quiser assim que estes primeiros forem vendidos.

Espectros MicroscópicosA editora Nona Arte, especializada em quadrinhos nacionais independentes, introduz esta nova proposta no mundo dos quadrinhos a partir deste mês. E o primeiro lançamento já é conhecido dos visitantes do seu site.

Retrato Falado, de Lor, volta às páginas impressas após exatos 24 anos. Trata-se de uma edição histórica, lançada por este cartunista mineiro, em 1979. Antes mesmo do fim do AI-5, o autor tinha a ousadia de pronunciar-se contra a ditadura, numa HQ onde não faltavam denúncias aos torturadores e ditadores daquela que foi uma das fases mais negras de nossa história.

Com 100 páginas, esta HQ foi publicada na época como a primeira edição da revista Contra-Ataque, que teve três números, e retornou à cena ano passado, em formato virtual, pelo site da Nona Arte.

Subversivos e Outras Histórias“Foram mil downloads em duas semanas. Mas nem todos estavam satisfeitos. Muitos pediam também uma versão impressa, o que estava descartado pelas limitações da editora. Mas agora, com esta nova tecnologia de impressão, não só este lançamento foi possível, como virão muitos outros pela frente”, diz André Diniz, editor da Nona Arte. “As vantagens são muitas. E a qualidade na impressão e no acabamento é garantida. Além disso, mesmo que escape algum erro ou algum detalhe não agrade aos leitores, isso pode ser corrigido nos exemplares seguintes”.

Ainda segundo Diniz, este sistema possibilitará novos lançamentos que não teriam vez no sistema de edição tradicional. “Uma obra de qualidade, mas dirigida a um público muito específico, não teria chance de ser impressa até pouco tempo. Mas agora, com tiragens por demanda, podemos nos dar ao luxo de lançar as obras que quisermos, mesmo que a perspectiva seja de vender poucos exemplares”, diz.

Depois de Retrato Falado, será a vez das edições Espectros Microscópicos (uma coleção de 100 páginas de histórias de Antonio Eder) e Subversivos e Outras Histórias (trazendo em 120 páginas histórias de André Diniz que até agora só podiam ser encontradas no site da editora).

Todas estas edições serão vendidas exclusivamente pelo site da Nona Arte.

Chico Rei Dois Clicks para o Inferno
Saga de Lucas Pixel

• Outros artigos escritos por

.

.

.