Editora Salvat divulga comunicado sobre atraso em suas coleções

Por Marcelo Naranjo
Data: 5 fevereiro, 2018

Na última semana, a Salvat emitiu um comunicado no Facebook sobre o atraso na publicação de suas coleções de álbuns em quadrinhos no último mês de janeiro – Marvel Graphic Novels, Marvel Heroes, Coleção Definitiva do Homem-Aranha e Tex – A Lenda do Faroeste.

De acordo com a editora, o problema é a distribuição. Confira abaixo o texto, na íntegra.

Caros colecionadores,

Por motivos alheios à editora, ainda não foi possível normalizar a distribuição dos nossos produtos. Apesar deste contratempo, a distribuição deverá voltar ao normal ainda em fevereiro e manteremos vocês atualizados aqui na página.

Sabemos o quanto estão ansiosos para continuar suas coleções e agradecemos imensamente a paciência e compreensão de todos vocês. Saibam que estamos trabalhando arduamente para solucionar essa questão, esperamos trazer boas notícias em breve.

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Matheus Nahkur

    E o problema em comprar diretamente no site deles está num detalhe: é o pior pós-venda que já vi. Comprei aquela coleção bacana dos Vingadores do Busiek e Pérez. No primeiro pacote vieram os dois primeiros livros e o “box organizador”. Os dois livros dentro do box, e este dentro do pacote. O box veio intacto e ambos os livros amassados nas pontas das capas. Ou seja, não foi nem transporte ou o box estaria danificado também. Embalaram danificados desde a remessa. Há dois meses mando e-mail pedindo a troca ou a devolução. De início pediram fotos dos danos (!). Enviei repetidas vezes as fotos e diziam que não conseguiam enxergar por algum problema na visualização das fotos. Então hospedei e mandei os links, para não terem dúvida de acesso. Pararam de responder desde então. Penso até em entrar no Procon, que seria um porre, mais por questão de honra do que qualquer coisa.

    • Fernando Amaral

      Amigo, entrar no Procon não vai resolver seu problema. Vira só uma reclamação e talvez eles te dêem outros exemplares e só. Te sugiro entrar com um advogado mesmo. Você só vai ter o trabalho de reunir os documentos e comparecer no fórum na primeira audiência. O resto o advogado resolve, é o trabalho dele. Essas empresas brasileiras precisam tomar umas porradas pra aprender a respeitar o consumidor aqui. Eu já entrei contra várias empresas, Ponto Frio, seguradora de carro, plano de saúde, e ganhei todas, pelo menos mil reais em cada.

  • Marquito Maia

    Foi exatamente o que um jornaleiro me explicou no sábado, dia 03/02. Parece que essa tal de Total não está se comportando direito do ponto de vista de repasse de vendas etc.
    Ei, pessoal do Universo HQ, não é uma pauta interessante?

  • Fernando Amaral

    Eu tô meio por fora. Essa Total tem alguma coisa a ver com a Fernando Chinaglia? Porque me lembro que na época da Abril essa era a distribuidora que tinha o monopólio também, ou estou enganado?

    • Willian Spengler

      Eu lembro que a distribuição da Abril era feita pela DINAP, que era uma empresa do próprio grupo Abril. Se não me engano, em 2007 a Fernando Chinaglia foi comprada pelo grupo Abril.

    • Aster Yupio

      Está enganado. Noas anos 90 não existia monopólio. Fernando Chinaglia e a Dinap, do Grupo Abril, dividiam o mercado.

  • Marcello_0

    Se a Salvat que é uma multinacional está com problemas de distribuição, imagine os quadrinistas independentes.

  • Matheus Nahkur

    Porra, nem entregaram? Vão querer conciliar o quê? É patético.

    • Paulo Henrique de Souza

      Não entregaram. Depois de vários dias de análise e troca de documentos, o PROCON me disponibilizou 3 opções, dentre elas exigir que a Salvat cumpra com a entrega dos produtos. Como eu quero as edições e as opções que tenho ou é a Salvat ou um Mercado Livre da vida, optei por essa opção mesmo. Sim pessoal, é um absurdo mesmo e aconteceu de verdade, é o Brasil! (Obs. Antes do PROCON tentei de tudo: e-mail, página do face, telefone, reclameaqui, fale conosco etc., tudo em vão)