Elric, Conan, Red Skin e mais: Mythos fecha 2017 com diversos materiais

Por Samir Naliato
Data: 30 novembro, 2017

No último mês de julho, a Mythos anunciou diversos materiais que lançaria em 2017 (veja mais aqui), incluindo quadrinhos europeus da Glénat, expandindo o perfil de seu catálogo. Com o final do ano se aproximando, a editora realizou uma enxurrada de lançamentos – alguns revelados anteriormente e outros não – voltados para livrarias.

Em outubro chegaram três títulos.

Ragnarök – O último deus (formato 18,3 x 28,4 cm, 160 páginas, capa dura, R$ 79,90), de Walter Simonson, que possui uma celebrada passagem no Thor da Marvel, numa graphic novel autoral sobre o fim dos tempos dos deuses nórdicos.

Verão Negro (formato 17 x 26 cm, 200 páginas, capa dura, R$ 64,90), de Warren Ellis e Juan José Ryp, questiona os limites da justiça quando um vigilante que trava um combate sem tréguas contra o crime vê tudo ficar mais difícil quando descobre que terá de matar o presidente para salvar seu país.

Ragnarök - O último deus Verão Negro

Juiz Dredd – Dia de Caos – Fim de Jogo (formato 19 x 26,4 cm, 200 páginas, capa dura, R$ 72,90), de John Wagner,‎ Leigh Gallaghe,‎ Henry Flint e outros. O Vírus do Caos está à solta, pilhas de corpos se acumulam, e o enfraquecido Departamento de Justiça tem dificuldade de se manter no controle da situação. Enquanto Dredd busca os responsáveis pelo ato de terror, um outro grupo de inimigos se junta à briga… os Juízes Negros.

Um dos mais aguardados era Elric – O Trono de Rubi (formato 24 x 31 cm, 120 páginas, capa dura, R$ 84,90), de Julien Blondel, Robin Recht e Didier Poli. Em meio a traições, feitiços e espadas mágicas, acontece uma luta acirrada pelo poder. Elric, o imperador albino criado por Michael Moorcock, deve enfrentar seu primo Yyrkoon pelo controle do reino de Melniboné.

Juiz Dredd - Dia de Caos - Fim de Jogo Elric - O Trono de Rubi

Neste mês de novembro, mais novidades.

Zumbis vs. Robôs (formato 17 x 26 cm, 160 páginas, capa dura, R$ 69,90), de Chris Ryall e Ashley Wood, é uma história misturando zumbis, robôs, amazonas e a última bebê humana, numa trama que vai muito além dos clichês e inclui cientistas incompetentes, um minotauro morto-vivo e até um polvo gigante.

Red Skin (formato 24 x 31 cm, 120 páginas, capa dura, R$ 84,90), de Xavier Dorison e‎ Terry Dodson, se passa em 1977, e a agente soviética Vera Yelnikov foi enviada pelo Kremlin para Los Angeles para espalhar a propaganda comunista na terra do Tio Sam. Como Red Skin, ela vai empunhar a Foice e o Martelo em defesa de verdade, da justiça e do modo de vida comunista. E dentre seus inimigos bizarros estão psicopatas e forças sinistras.

Zumbis vs. Robôs Red Skin

Conan – Edição Histórica – O conquistador (formato 24,4 x 32,5 cm, capa dura, 440 páginas, R$ 179,90), de Roy Thomas, John Buscema,‎ Gil Kane e outros. Uma sequência de aventuras que mostra desde o início de um turbulento reinado até o casamento do Gigante de Bronze. Depois de Conan – O libertador, a Mythos lança um novo volume reunindo HQs clássicas do bárbaro.

Conan – O povo do círculo negro / A estrada dos reis (formato 17 x 26 cm, 264 páginas, capa dura, R$ 89,90), de vários autores. Duas aventuras inéditas do bárbaro criado por Robert E. Howard. A primeira é a nova adaptação de um empolgante conto original do autor texano: O povo do círculo negro. A outra, uma jornada na mais longa e perigosa via Hiboriana: A estrada dos reis., que marcou o retorno do escritor Roy Thomas ao personagem.

Conan - Edição Histórica - O conquistadorConan - O povo do círculo negro / A estrada dos reis

Para os próximo meses, alguns títulos já entraram em pré-venda.

Red Sonja e Conan – Sangue Divino (formato 17 x 26 cm, 112 páginas, capa dura, R$ 54,90), de Victor Gischler e Roberto Castro. Sonja, a feroz mulher demoníaca de espada em punho. Conan, o inabalável bárbaro da Ciméria. Os dois lendários heróis da Era Hiboriana mais uma vez reunidos, comandando um exército mercenário formado para combater um feiticeiro maligno.

Conan – A Lenda – Volume 2 – Conan & Sonja (formato 18,5 x 27,5 cm, 112 páginas, capa dura, R$ 69,90), de Gail Simone, Jim Zub, Dan Panosian e outros. A escritora norte americana, que virá à CCXP 2017 é uma das responsáveis por este novo encontro entre os dois personagens. Quando Thoth-Amon ameaça nações inteiras com uma devastadora praga, os mais lendários guerreiros unem forças para combater o mago demoníaco. Porém, como se a magia negra e uma incurável moléstia já não fossem armas capazes de aniquilar até mesmo Conan e Sonja, o ardiloso stígio ainda lhes reserva um requinte de crueldade: obrigá-los a travar um duelo até a morte.

Red Sonja e Conan - Sangue DivinoConan - A Lenda - Volume 2 - Conan & Sonja

Os devoradores de vidas (formato 17 x 26 cm, 144 páginas, R$ 34,90), de David Brin e Scott Hampton. Despertados por feitiçaria e pelo fedor do holocausto, os deuses nórdicos retornaram ao plano dos mortais, fazendo pender a balança da Segunda Guerra Mundial e roubando a vitória dos aliados. Quase uma geração mais tarde, a guerra ainda impera, dessa vez nas selvas do Sudeste Asiático. O palco é montado para a batalha final enquanto os heróis reúnem sua coragem e suas tecnologias mais avançadas para uma última resistência contra os nazistas e seus colegas sobre-humanos. Poderá a raça humana escapar do jugo dos deuses?

O fio da navalha (formato 24 x 32 cm, 208 páginas, capa dura, R$ 129,90), de Francesco Dimitri e Mario Alberti tem previsão de lançamento para março de 2018. Pense em Leonardo da Vinci. Em Shakespeare. Em Casanova. Em Sherlock Holmes. Eles estão no limiar entre história e mito: alguns são reais, outros ficcionais, todos incríveis.

Em todas as eras, são eles que vivem no fio da navalha, que forçam as fronteiras da humanidade até seus limites. São cientistas, atletas, amantes, artistas, trapaceiros. E alguém está interessado neles.

Uma empresa financeira, a Leviathan Corporation, lança um desafio para várias dessas pessoas impressionantes em todo o mundo. Uma competição gigantesca e secreta, com perigos reais. Só aqueles que vivem no fio da navalha poderão participar; apenas eles saberão que a competição existe. A disputa se chama Dodecatlo, como a saga mítica dos Doze Trabalhos de Hércules. Será composta de doze tarefas extremamente difíceis, e quem completar todas elas será o vencedor. A Leviathan não diz por que está organizando o desafio. Só o vencedor saberá.

Os devoradores de vidas O fio da navalha

• Outros artigos escritos por

.

  • Rodrigo

    Não sei se comento o preço de Elric e Red Skin ou se lamento a falta do “Hellboy no Inferno vol2”

  • Marcus Vinicius Gomes

    Vocês sabem se a Mythos dará continuidade na série Next-men do John Byrne?

  • Legal, bastante títulos do Conan, mas eu ainda gostaria de Conan Crônicas 2, q republica as primeiras HQs do Conan pela Marvel!

    • Jason Todd McFarlane

      Eles tiveram algumas renegociações com o licenciante, por isso o volume 2 atrasou. Mas vai ser lançado, o primeiro foi um sucesso absurdo.

  • Márcio dos Santos

    Só coisa boa, e finalmente hqs inéditas aqui do Conan.

  • Alexandre Pinto Harich

    Coitado do meu bolso 5 delas são cofre certo.

  • Aster Yupio

    Esse só vai sair aqui depois que sair nos EUA. Lá está previsto para janeiro.

  • darksaga

    Bacana que esteja saindo material com a Sonja, mas porra, porque não lançar encadernados FOCADOS SÓ NELA também? Quero mais Red Sonja, obrigado.

  • Diogo

    Queria muito colecionar Conan, mas não entendo a cronologia! nao sei por onde começar, aceito ajuda.

    • Rafael Machado

      Cara, vai no canal, no youtube, do Pipoca e Nanquim, eles estão pra lançar o livro com os contos em ordem cronológica do Conan, e com isso relacionaram às hqs que saíram e estão saindo no país, o vídeo não tem nem uma semana.

      • Dimas Mützenberg

        No caso, o livro do PN trará os contos na ordem original de publicação e não da cronologia do personagem.

        • Rafael Machado

          Verdade!

    • Gabriel

      Conan não precisa de cronologia para ser apreciado. O criador lançava seus contos fora da ordem, pois era como se o personagem contasse sua história ao redor da fogueira, conforme elas vinham na cabeça.

      Com tanto material que tem do personagem, sugiro nem perder tempo com isso. Ou pega o livro com os contos originais, ou se divirta com as sagas em hq, em qualquer ordem que desejar.

    • Dimas Mützenberg

      Conan pode ser lido fora de cronologia. Os contos originais não foram escritos em ordem cronológica, assim como as adaptações para os quadrinhos na marvel. Cada história se passa num fase da vida do cimério, e fora uma referência ou outra, não influem diretamente na outra. Não sei se a fase da Dark Horse é assim, pois não li. Mas vai na fé, adquire um álbum e começa a ler. Você vai ser apaixonar pelo personagem e ir entendendo sua história completa.

  • Dvulture

    Vai dar continuidade a Next Men até o meio do ano que vem. Quanto ao Dreadstar, eles estão no aguardo de sair o volume 2 lá fora pela Dynamite (visto que não dá para lançar sem haver restauração dos originais), que está prevista para janeiro (mas que já mudou de prazo 4 vezes, estando originalmente prevista para julho de 2015).

  • Pablo Leite

    Queria saber quando vão continuar as Crônicas de Conan. Já deve fazer dois anos desde o lançamento do volume 1.

    • Dvulture

      Sim, vai ter Crônicas ano que vem. Talvez até mesmo dois volumes, mas as negociações são lentas.

      • Pablo Leite

        Eu tinha lido uma explicação do editor da Mythos dizendo que as negociações com a Conan Properties já haviam sido concluída, e que a expectativa era lançar até o fim do ano. Mas até agora, nada.

  • ARQUEIRO VESGO

    Tem muita coisa boa aí. A Mythos tá se superando.

  • ARQUEIRO VESGO

    E “Red Sonja” da fase do Frank Thorne na Marvel… será que um dia rola???

  • Paulo Henrique

    Conan!!!!!!!
    FODA!
    Lá se vai meu 10 terceiro!

  • Eu tinha me interessado bastante por esse desconhecido quadrinho europeu “Fio da Navalha”, mas agora q vi o preço de R$ 130, até excluí da minha lista de compras. ” Ah, mas vale; mesmo com 200 pgs. A história é boa, a arte magnífica e o tamanho é gigante! “. Blz, uma Ferrari tb vale R$ 1 milhão, mas nossos bolsos tem limites. Entre arriscar um quadrinho q nunca tinha ouvido falar, prefiro ficar apenas com Conan q já coleciono (e ainda com um bom desconto). ” Os Devoradores de Vida”, mesmo desconhecido, já tem um preço mais acessível e dá pra arriscar. Num mercado cada vez mais saturado de lançamentos e com preços cada vez mais caros, o jeito é ser cada vez mais seletivo!

    • Douglas Coelho

      É por ai mesmo. E upgrade de coleção nem pensar.

  • Silvio César

    “Verão Negro” é foda. Violência extrema com uma pitada de Super Sentai.

  • Alvaro_G

    Ragnarök é Walt Simonson! Então é hora de economizar para ter estas escrituras em mãos!