Enrico Marini desenhará Batman

Por Sérgio Codespoti
Data: 21 junho, 2017

O conceituado desenhista ítalo-suíço Enrico Marini desenhará uma história original do Batman, da DC Comics, que será publicada em dois volumes.

A HQ ainda não tem título. O projeto é uma parceria entre a DC Comics e a editora francesa Dargaud. O primeiro volume sairá no próximo dia 3 de novembro. O álbum final será publicado no primeiro semestre de 2018.

Marini é o autor de séries como Gipsy (seis volumes), A Estrela do Deserto (dois volumes), Predadores (Rapaces, no original, em 4 volumes), Le Scorpion (onze volumes) e As Águias de Roma (cinco volumes).

A série do Escorpião já vendeu mais de dois milhões de álbuns mundialmente; e às Águias de Roma, ultrapassou os 500 mil exemplares.

Infelizmente, apenas Predadores foi publicado na íntegra no Brasil, pela editora Devir.

Marini declarou estar muito orgulhoso de participar do projeto. “Batman é meu super-herói favorito, desde criança. Ter a oportunidade de reinterpretar seu universo e adicionar meu ponto de vista é um grande privilégio.”, disse o artista.

“Estamos muito animados por ter o talento e a visão de Enrico Marini nesse projeto, que levará uma história original do Batman para uma grande audiência europeia de fãs da DC Comics“, disse Jim Lee, que hoje é um dos chefões da DC Entertainment.

Batman de Enrico Marini

Enrico Marini e os personagens de O Escorpião

• Outros artigos escritos por

.

  • VAM!

    Olá Codespoti, tdo na Paz?

    Se o formato da publicação for Widescreen como essa imagem de divulgação, será sensacional, teremos um cinema nas mãos!

    Torço que pela importância de Marini no mercado europeu, essa empreitada mobilize a Panini a trazê-la pra cá… ao contrário de Batman: Death by Design de Chip Kidd e Dave Taylor, que ficou só na minha vontade.

    Abs,
    VAM!

    • codespoti

      Não acho que será widescreen. Acho que será no formato dos álbuns europeus. Essa imagem promocional pode ser o equivalente de uma página dupla européia.

      • VAM!

        Acredito que você esteja certo, Codespoti.
        Mas sabe como é… não custa sonhar. : P

        Abs,
        VAM!

  • Morpheus, Lorde do Sonhar

    Nossa, que traço lindo, tem um jeito meio cartunesco que ainda parece com retrato, e faz uns cenários incríveis.

    • codespoti

      Marini é um dos grandes nomes do mercado franco-belga há mais de uma década. Infelizmente a maior parte de sua obra é ignorada no Brasil.

  • VAM!

    Blacksad parece que sairá pela Sesi São Paulo, Dyel.

    Abs,
    VAM!

  • Douglas Coelho

    Maus é norte-americano, mas eu acho que vc se referiu à leitura fora do mainstream dos heróis. De qualquer forma é um excelente material.

    • Morpheus, Lorde do Sonhar

      Eu achava que Maus era britânico, nesse caso eu comecei com Pílulas Azuis.

      • Douglas Coelho

        Geralmente quando as pessoas se referem à “europeu”, eles querem dizer “franco-belga”, como Codespoti frisa sempre na sua escrita. Há essa confusão, afinal Juiz Dredd é europeu, Alan Moore, Morrisson, Gaiman, etc. são europeus, Tex é europeu. Pílulas Azuis é um típico “europeu”, embora tenha uma pegada mais autoral, underground. Hoje tudo é universal, só os lançamentos no Brasil que ainda não são assim, infelizmente. Mas estamos chegando lá… Abraço.

  • Edwin Gavilán

    Lembro de ter lido uma história do Cigano (Gipsy) numa edição da Heavy Metal nacional…
    Gostei bastante da história e da ambientação, numa Europa em frangalhos, lidando com terroristas que querem a volta dos antigos impérios europeus…
    Vale frisar que o desenhista Ron Garney, na época em que desenhava o Capitão América, se baseou no visual do Cigano para compor o personagem, a mesma estrutura corporal, até o queixo dele…
    Seria bom se alguma editora se dispusesse a publicar esse material…