Espaço HQ é destaque na 4ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura

Por Marcelo Naranjo
Data: 21 agosto, 2018

Reconhecendo a relevância da atual produção brasileira de quadrinhos, a 4ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura (Brasília) – maior evento dedicado às letras da região Centro-Oeste – estreia uma novidade em sua programação.

É o ESPAÇO HQ, um ambiente para lançamentos e encontros com profissionais da área, além da presença de lojas especializadas em quadrinhos e produtos derivados deste universo, com curadoria do jornalista Pedro Brandt. Em 2018, a Bienal acontece até o dia 26 de agosto, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. O acesso é gratuito (mediante cadastramento no site da Bienal ou na entrada do evento).

Dentre os convidados, autores como Marcelo D’Salete, Marcello Quintanilha, Cynthia B., Cristina Eiko, Ricardo Coimbra e Gustavo Machado. Daniel Lopes, apresentador do canal Pipoca & Nanquim e publisher da editora de mesmo nome, também estará presente.

Além de sessões de autógrafos, os convidados participarão de bate-papos com o público sobre carreira, métodos de trabalho, influências artísticas, mercado editorial, divulgação de obras e as infinitas possibilidades – estéticas, conceituais e temáticas – dos quadrinhos.

O Espaço HQ conta ainda com uma ala de autores independentes de Brasília com as presenças de A Bolha Editora, Caio Gomez, Carlos Lopes (banda Dorsal Atlântica), Catharina Baltar, Incoerente Coletivo, Max Andrade, Nestablo Ramos, Pedro D’apremont, revista Flyp, Selo Piqui, Renata Rinaldi, Veronica Saiki e representantes das feiras de publicações Motim e da Dente.

A Bienal também oferece oficinas de quadrinhos, com Lucas Gehre; e roteiro para HQs, com Danilo Oliveira e Vitor Camargo de Melo, editores do site Revista Seca.

Para conferir a programação completa ou se inscrever nas oficinas, visite o site oficial do evento.

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Estive lá ontem e foi demais! Daniel Lopes muito gente fina e o Pedro Brandt mediou um bate papo super bacana sobre mercado de HQs, juntamente com o Lima da Kingdom Comics. Brasília precisa de mais eventos como esse – E que num próximo o Universo HQ esteja presente também!