Faleceu o criador da série Kid Farofa

Por Marcelo Naranjo
Data: 20 março, 2019

Neste mês de março, faleceu, aos 92 anos, o norte-americano Tom K. Ryan (1926 – 2019), criador da tira Tumbleweeds (Kid Farofa, no Brasil). As causas da morte não foram divulgadas. A tira surgiu em 1965 e chegou a ser publicada por mais de 300 jornais em seu país de origem até 2007, quando seu criador se aposentou.

No inicio distribuída pelo Lew Little Syndicate, foi comprada posteriormente pelo King Features Syndicate. Kid Farofa trazia entre seus protagonistas um caubói pra lá de burro, índios sacanas (no bom sentido), um xerife covarde, um jogador, um bêbado, um juiz e todos os demais estereótipos do Velho Oeste virados de cabeça para baixo, em gags passadas na cidade de “Garganta Seca”.

No Brasil, foi publicado em diversos jornais, além de revistas como Patota e Grilo. A editora Artenova lançou uma série em formato pocket na década de 1970.

Tom K. Ryan

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Uma tristeza (mas pra confessar, nem sabia que o autor ainda estava vivo).

    Tenho um “livreto de bolso” adquirido num sebo. As tirinhas eram bem divertidas. Aliás, tem muito “cara” de que serviam perfeitamente pra animações (principalmente as produzidas nos anos 60 e 70 direto pra TV, como a primeira série do George o Rei da Floresta).

  • brunoalves65

    tenho duas edições da revista Patota que trazem hq’s do Kid Farofa. As histórias são muito divertidas. e também não sabia que o autor ainda estava vivo.

  • Natanael Floripes

    Sempre triste quando alguém morre, mas confesso que achava a tira chatíssima. No Jornal do Brasil saiam ele e BC, do Johnny Hart. Eu não sabia qual detestava mais.

  • ARQUEIRO VESGO

    É um pecado mortal essas tirinhas não saírem no Brasil.

  • Abel_CR

    Essa tirinha também saiu na Folha de S. Paulo no final dos anos 70.

  • Dyel Dimmestri

    Uma curiosidade: JIM DAVIS, criador do Garfield, começou sua carreira nos quadrinhos como assistente de Tom K. Ryan na produção das tiras de Tumbleweeds, ou Kid Farofa, como ficou conhecido no Brasil.

  • Luciano Souza

    Esse material valia a pena uma publicação tipo o que fizeram com a Turma do Tio Patinhas. Ia ser legal.

  • Fabio Fortes

    das melhores tiras que conheci