Fronteiras do além: antologia da Pipoca & Nanquim reúne trabalhos de Jayme Cortez

Por Samir Naliato
Data: 14 maio, 2020

A editora Pipoca & Nanquim já tem mais uma novidade programada, que será lançada em junho.

Trata-se de Fronteiras do além, uma antologia de 132 páginas e capa dura com todas as histórias de terror de Jayme Cortez publicadas no Brasil desde a década de 1950.

A edição será fartamente ilustrada com capas que ele fez para a editora Outubro, trabalhos na Editora Abril e depoimentos de vários criadores falando sobre ele, inclusive de Mauricio de Sousa.

Fronteiras do além está em pré-venda na Amazon com 30% de desconto por tempo limitado. O preço de capa é R$ 69,90.

Jayme Cortez nasceu no da 8 de setembro de 1926 em Lisboa, Portugal, e faleceu em 4 de julho de 1987, na cidade de São Paulo, Brasil, aos 60 anos.

O quadrinhista venceu o Prêmio Jabuti em 1969 pela capa do livro Barro blanco, de José Mauro de Vasconcelos. Ele também foi um dos responsáveis pela Exposição Internacional de Histórias em Quadrinhos, em 1951, realizada em São Paulo e considerada a primeira do Brasil dedicada à nona arte e uma das primeiras do mundo.

Atualização: Fronteiras do além será lançado em junho, e o texto foi corrigido com a informação.

Fronteiras do além

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Excelente notícia. Por mais resgates históricos nacionais pela Pipoca & Nanquim.

  • Marquito Maia

    Uau, que resgate histórico!! Junto com a edição especial de 40 anos do ZODIAKO (que saiu pela primeira vez na CRÁS! da Ed. Abril, lembram?), organizado por Fabio Moraes e publicado pela Opera Graphica Editora, os fãs desse artista maravilhoso só tem a agradecer!! Palmas aos editores da Pipoca e Nanquim pela iniciativa!!

    • Fabio Moraes

      Oi Marquito, fico feliz que tenha gostado. Esse álbum também foi organizado por mim e viabilizado pela Pipoca & Nanquim.

      • Marquito Maia

        Parabéns pelo seu belíssimo trabalho, Fabio!! Aliás, a capa desse novo álbum ficou sensacional, com um quê de Contos da Cripta (Ei, Pipoca e Nanquim, por que não?) Abraço.

        • Fabio Moraes

          Amigo Marquito, a capa ficou linda mesmo. O design e logo da capa foram criados pelo pessoal da Pipoca & Nanquim. A ilustração é do Cortez. O título também foi criado por ele mas estava inédito até hoje.

  • Gatekeeper offmalakir

    Pipoca é foda, cacete é cada petardo que o bolso pede socorro

  • Fernando Amaral

    Belíssima capa, mas não tenho grana pra comprar as coisas da pipoca & dindin.

    • moon Loon

      Tá foda separar 48 reais né, entendo.

      • Marquito Maia

        Na atual conjuntura, eu diria que sim!! Afinal, tirando a tchurma de sempre, não tá fácil pra ninguém!! Que bom que não parece ser o seu caso…

  • Douglas Coelho

    Grande artista. Ele ilustrou muitos livros do José Mauro de Vasconcelos e Barro Blanco se passa em uma cidade do meu Estado, Macau-RN.

  • gustavo Pinho

    INCRÍVEL !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Everton Siqueira

    Preço camarada hein PN, 70 conto 132 pg na atual situação do nosso país ?

    • Natanael Floripes

      Infelizmente a situação atual do país não faz os custos deles diminuírem. Pelo contrário, a situação faz os preços aumentarem, pois as vendas caem, as tiragens ficam menores e os custos fixos têm de ser diluídos num número menor de exemplares. Isso pra não dizer o óbvio, do reflexo do dólar em insumos importados como o papel.

    • moon Loon

      Comprando na pré-venda sai por 48 reais, preço justíssimo.

  • Fabio Henrique

    Mais um ótimo resgate!!! Parabéns para todos os envolvidos!!!
    Já comprei e agora é esperar chegar e degustar!

  • Heberton Arduini

    Fazia tempo que a Pipoca não lançava nada que me empolgasse de verdade. Agora sim.

  • Aster Yupio

    Boa

  • Heberton Arduini

    O duro é 48 reais por 132 paginas. O bom que o titulo entrou naquela promoção leve 4 pague 3 e embora o investimento tenha sido alto compensou. Ao menos no meu caso que levei 3 edições que estava nanorando fazia tempo com um bon desconto que deixou pelo que vale realmente.