Ivan Reis assina contrato de exclusividade com a DC Comics

Por Samir Naliato
Data: 26 abril, 2004

Action Comics #815, de Ivan ReisUma semana. Foi esse o tempo que a DC Comics esperou, após o lançamento de Action Comics # 814, para anunciar que assinou um contrato de exclusividade com o artista brasileiro Ivan Reis, válido por um período de dois anos.

A escolha de Reis para desenhar a série em que o Super-Homem estreou (logo na primeira edição, em 1938) causou surpresa, mas rapidamente os leitores perceberam os motivos da editora ter apostado em seu talento.

“Eu quase pirei quando a DC me procurou para um contrato de exclusividade”, disse o artista. “Para mim, isso prova o quanto acreditam em meu trabalho. Agora tenho mais tempo e tranqüilidade para desenhar uma página e a chance de arriscar com os personagens da editora. Personagens com os quais eu cresci!”

Action Comics #815, de Ivan ReisIvan Reis aproveitou para elogiar e agradecer ao editor Eddie Berganza. “Além de ser uma ótima pessoa para se trabalhar, ele me dá toda a liberdade que um artista pede para poder criar, sempre pronto a me inspirar a dar o meu melhor. Os roteiros de Chuck Austen são um banquete, na melhor tradição dos super-heróis. E os meus esforços para tornar Action Comics excitante não seriam possíveis sem a arte-final de Marcelo Campos. Também preciso mencionar a coloração de Guy Major. Não poderia estar mais feliz em trabalhar com essa… hum… super-equipe!”

O vice-presidente editorial Dan DiDio enalteceu o trabalho do brasileiro. “O trabalho de Ivan em Action Comics tem sido nada menos do que espetacular. Ele captura o espírito e a energia do Super-Homem, e estamos muito felizes em tê-lo a bordo.”

O que muita gente não sabe, é que, percebendo o talento que tinha em mãos e impressionada com os desenhos que recebia, a DC Comics tratou de oferecer o contrato a Ivan Reis pelo menos dois meses antes de Action Comics # 814 ser lançada, mas esperou até agora para anunciar a novidade.

A repercussão dos desenhos de Ivan nesta edição foi muito positiva, agradando tanto aos leitores quando à crítica especializada.

O site Chud.com disse que “após passar por outros projetos por anos, Ivan Reis finalmente encontrou um lar. Ele desenha um Super-Homem moderno, um verdadeiro homem de ação. Sob seu traço, o ‘escoteiro’ desaparece, dando forma a uma pessoa pela qual podemos ver Lois se apaixonar. Sua arte é o verdadeiro superstar dessa edição.”

O The Fourth Rail concorda. “Ivan Reis e Marcelo Campos oferecem um trabalho artístico espetacular. Eles mostram o tênue sorriso que se abre no rosto do Super-Homem quando assume sua identidade heróica, deixando transparecer o sentimento de alívio ao deixar sua tímida identidade secreta. Mas são ainda melhores quando fazem algo grande. A escala de Metrópolis é perfeita nas mãos de Reis, e dá ao Super-Homem uma boa idéia de seu poder físico. Além disso, a página dupla de Kalibak e as hordas de Apokolips invadindo Metrópolis é impressionante, assim como o fisicamente imponente Darkseid.”

Mas, um dos maiores elogios veio do site The Trade. “A arte é limpa, realisticamente apresentada. Um painel da página 5 parece como se fosse feito por Neal Adams durante seus tempos áureos no Azulão na década de 1970”.

• Outros artigos escritos por

.

.

.