Livro analisa em detalhes as Eras dos super-heróis

Por Marcelo Naranjo
Data: 6 setembro, 2017

Um grupo de estudiosos dos quadrinhos autodenominado Os Quadrinheiros está lançando, pela Editora Criativo, em parceria com o Observatório de História em Quadrinhos da ECA – USP, um livro no qual detalham a periodização do quadrinhos por eras.

Com prefácio de Waldomiro Vergueiro, professor titular da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP) e fundador e coordenador do Observatório de Histórias em Quadrinhos, o livro tem intenção de socorrer os estudiosos sobre o tema, que costuma ser objeto de muita discussão, uma vez que há controvérsias em relação às datas e até em suas denominações.

Os Quadrinheiros —Maurício Zanolini, Bruno Andreotti e Adriano Marangoni — entregam um produto de muita pesquisa, estabelecendo quem é quem (artistas, criadores, editoras e personagens) e quais os super-heróis de destaque de cada era clássica dos quadrinhos (Ouro, Prata, Ferro, Bronze), além de acenar com a possibilidade de que estejamos vivendo uma nova era (A Renascença), marcando as diferenças, mesmo as mais sutis, entre os períodos, no que concerne ao comportamento dos super-heróis e supervilões, que seguiu a evolução dos tempos.

Com dezenas de ilustrações, a obra traz também artigos para a melhor compreensão do universo dos super-heróis. Quadrinhos através da História – As Eras dos Super-Heróis (formato  17 x 24 cm, 112 Páginas, R$ 39,00) está em pré-venda na loja virtual da editora, com 20% de desconto.

• Outros artigos escritos por

.

  • O Marcus Ramone publicou aqui um resumo das Eras, mas esse é mais específico dos super-heróis.

  • Eduardo Lima

    Material excelente.

  • Eugênio Furtado

    Estamos vivendo, sim, uma nova era nos quadrinhos… a Era de Merda, que tem inicio junto com o monte de merda que a Marvel vem fazendo!

  • d_grayson

    Espero que o material seja bom mesmo, fiquei curioso. A capa, infelizmente, está muito feia

  • André Luciano Maria

    Era da m****? Talvez você prefira a era da image no início dos anos 90

  • Márcio Dos Santos Rodrigues

    Vou conferir. Espero que os autores tenham tido o cuidado de tratar sobre o caráter arbitrário de definição de eras… essas convenções naturalizam coisas a partir de um ponto de vista que é muito mais subjetivo do que objetivo, quase sempre excluindo aspectos históricos e propondo generalizações.

  • Alvaro_G

    Interessante a proposta do trabalho, mas a imagem de capa é ruim.