Livro de cartuns pós-Charlie Hebdo terá mais de 40 autores

Por Samir Naliato
Data: 4 março, 2015

Para abril, a Companhia das Letras tem programado o lançamento do livro A mão livre – Humor depois de Charlie Hebdo, que contará com histórias, charges e ilustrações de 42 autores.

Dentre eles, estarão Adão Iturrusgarai, Alexandra Moraes, Allan Sieber, André Dahmer, Angeli, Arnaldo Branco, Bruno Maron, Caco Xavier, chiquinha (Fabiane Langona), Cynthia Bonacossa, Daniel Wernëck, Daniel Beyruth, Davi Calil, Diego Gerlach, DW Ribatski, Eduardo Damasceno, Eduardo Medeiros, Eloar Guazzelli, Felipe Nunes, Fernando Gonsales, Fido Nesti, Gabriel Góes, Gustavo Duarte, Jal, Jan Limpens, João Montanaro, Julia Bax, Luís Felipe Garrocho, Luis Fernando Verissimo, Luiz Gê, Luli Penna, Mariana Waechter, Mauricio de Sousa, Odyr, Paulo Caruso, Pedro Franz, Rafael Campos Rocha, Rafael Coutinho, Rafael Sica, Rodrigo Rosa, S. Lobo, Spacca, Tiago Elcerdo e Ziraldo.

A publicação reunirá a reação dos artistas ao atentado sofrido pelo periódico satírico francês Charlie Hebdo, ocorrido no último dia 7 de janeiro, em Paris. O ataque vitimou 12 pessoas, sendo cinco cartunistas (veja os detalhes aqui), e causou comoção mundial. As vítimas foram homenageadas por colegas de trabalho no mundo inteiro.

Ainda não há mais detalhes disponíveis sobre o livro da Companhia da Letra, como formato, número de páginas, preço ou capa. Traremos essas informações assim que elas estiverem disponíveis.

Capa da Charlie Hebdo - O Amor é mais forte do que o ódio

• Outros artigos escritos por

.

.

.