Luto nos quadrinhos nacionais: faleceu Rodolfo Zalla

Por Marcus Ramone
Data: 19 junho, 2016

Rodolfo Zalla, um dos maiores nomes dos quadrinhos brasileiros em todos os tempos, faleceu hoje, 19 de junho, em São Paulo.

Nascido na Argentina, em 1931, Zalla iniciou a carreira artística em seu país, em 1953. Mas foi a partir de 1963, quando se radicou no Brasil, que o desenhista se tornou uma referência para os quadrinhos nacionais, trabalhando para várias editoras e se destacando nas HQs de terror e de guerra.

Foi um dos fundadores do estúdio e editora D-Arte, no início dos anos 1980, na qual revistas de terror, como a clássica Calafrio, marcaram época.

A partir de 1972, Zalla também trabalhou nos quadrinhos Disney da Abril, desenhando as aventuras do herói de capa e espada Zorro. Para a mesma editora, ele ainda colaborou nas HQs da linha Hanna-Barbera e de He-Man.

Até a década atual, o artista continuou angariando prêmios e homenagens e fazendo trabalhos inéditos ou ganhando republicações de suas obras clássicas.

Rodolfo Zalla, que lutava contra um câncer descoberto recentemente, morreu durante o sono. Ele completaria 85 anos no próximo mês de julho.

Rodolfo Zalla

Zalla terror

Zorro de Zalla

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Ok, um dos maiores quadrinistas brasileiros é argentino.

    Mas independente disso, é válida a sua atuação com precursor dos quadrinhos no Brasil, independente (de novo!) da qualidade do seu trabalho.

  • Ele viveu e desenhou até Última ponta do lápis! Um mestre e um exemplo de vida para nós quadrinistas.

  • Lipe Diaz

    Fico muito triste…mesmo estando longe… nunca irei me esquecer, passei uma tarde conversando com ele em São Paulo.. ele o Cedraz e um pessoal, todos muito animados com os quadrinhos, me senti em casa…merece muitos homenagens…

  • Encontrei o Rodolfo Zalla algumas vezes. Ele sempre participava de eventos de quadrinhos em SP. A última vez q o vi foi no final de 2012, pelo q me lembre ele estava autografando a Calafrio, depois disso me mudei de estado…

  • Alessandro Souza

    Grande artista. Adorava os livros didáticos que ele ilustrava. Grandes cientistas, como Arquimedes, Galileu, Pasteur, Jenner tornavam-se personagens em HQs que ensinavam e divertiam. Esse homem ajudou a desenvolver o meu gosto por ciências. Boa viagem, mestre…

  • Jotape Ferreira

    Que Descanse em Paz.