Mampato, marco das HQs no Chile, completa 50 anos

Por Geraldo Borges
Data: 6 novembro, 2018

Quando se pensa em quadrinhos do Chile, logo vem à mente o popular Condorito, ainda uma das revistas mais vendidas no país e que já foi publicado no Brasil, pelas editoras RGE (12 edições em 1982) e Maltese (dois números, em 1991). No entanto, o dia 30 de outubro de 2018 marcou o aniversário de 50 anos de um outro clássico personagem, que influenciou toda uma geração de artistas de nossos vizinhos sul-americanos: Mampato.

O menino de cabelo ruivo criado em 1968, nos traços dos mestres Óscar Vegas e Themo Lobos, sob a coordenação de Eduardo Armstrong, tornou-se um marco das HQs chilenas.

Mampato é um garoto de 9 anos que, ao salvar o alienígena Xsé, recebe como agradecimento um cinto especial que o permite viajar no espaço-tempo. Além dos dois, a telepata Rena, que veio do Século 40, das ruínas de uma Nova York futurista, e Ogú, um homem das cavernas que serve de alívio cômico para as histórias, completam o núcleo dos personagens da série.

Mampato

Mesmo sem a mesma popularidade mundial de Condorito, Mampato tem uma identidade mais relacionada à cultura chilena que o condor humorístico criada por Pepo, desde os locais onde se passam as aventuras, passando pelos modismos chilenos na voz de Ogú.

Com uma pegada (tanto nos roteiros como na arte) muito similar aos europeus Asterix e Tintin, as aventuras de Mampato, inicialmente publicadas em revistas mix quinzenais e depois semanais, ganharam a América Latina (de língua hispânica) e a Europa, na forma de álbuns de capa dura.

O sucesso foi tanto que, das páginas dos quadrinhos, saltou para os desenhos animados em 2002, no filme Ógu y Mampato en Rapa Nui, baseado no álbum Mata-ki-te-rangui.

Mampato

Nas comemorações do cinquentenário da revista, a Editorial Planeta está reeditando suas primeiras histórias, com arte de Óscar Vegas, restauradas por seu filho Félix Vegas (autor de Juan Buscamares), com um material inédito desenhado por ele, seguindo os layouts de seu pai.

Além disso, o site Cuarto Mundo publicou reviews de todos os álbuns de Mampato, e também uma galeria com vários artistas mostrando sua interpretação dos aniversariantes (dentre eles, o autor deste texto, que pode ser vista à direita).

E o tradicional evento de quadrinhos FIC Santiago fez uma homenagem aos personagens em sua edição deste ano.

Mampato

Mampato

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Niuson Vandercy

    Sou descendente de Chilenos e conheço muito bem os quadrinhos lançados do outro lado da cordilheira. Fico muito feliz em ver o Universo HQ falar de Mamapato e Condorito.
    Um forte abraço para todos em especial ao Geraldo Borges pela matéria

    • Geraldo Borges

      Feliz que tenha comentado aqui, Niuson :) Estou morando em Santiago, conhecendo e gostando muito dos quadrinhos produzidos aqui no Chile. Um abraço!!

      • Marcelo Garcia

        Tem Disney sendo publicado aí no Chile atualmente? Abraços a todos.

        • Geraldo Borges

          Acho q a Disney que chega aqui no Chile vem da Espanha, nao me lembro se alguma editora daqui publica a turma do Mickey e Cia.

    • Dyel Dimmestri

      Puxa!! Receba um abraço deste “Mampatino” Honorário!! Sabe,há alguns anos eu encontrei o blog “Generación Mampato” e,desde então,me APAIXONEI pelos personagens fascinantes das HQs chilenas: Insolencio,Sexcilia,Dolchevito,Allaraco,Pirulla,Dolores Picaflor,Gina Frigidaire,El Chamullo- Un Barrio como El Suyo, Barrabases,Martín y Kano,etc. isso sem falar de artistas simplesmente GENIAIS,que não ficam nada a dever aos artistas brasileiros: Alberto e Pedro Vivanco,Herví,Palomo,Nato,Pedro Seguí,Fantasio,Vicar(bem conhecido dos fãs de HQs Disney),Jimmy Scott(desenhista chileno,que fugiu do país,com a chegada da ditadura de Pinochet,e veio morar aqui no Brasil,aonde colaborou em jornais e publicações como O Globo,O Pasquim,a edição brasileira da MAD,etc.),Altan(outro na mesma situação de Jimmy Scott),além dos supracitados Themo Lobos e Óscar Veiga,entre outros.

      • Geraldo Borges

        Que legal!! Entao tenho certeza que gostaria de ver as republicacoes que estão saindo agora de Mampato, com a arte de Oscar Vega restaurada pelo filho dele, que tb é um artista sensacional.