Marvel homenageia George A. Romero

Por Leonardo Fraga
Data: 20 julho, 2017

A Marvel Comics prestou homenagem ao escritor e diretor George A. Romero, que faleceu domingo (16 de julho), vítima de um câncer, aos 77 anos.

Em uma postagem no site oficial (leia o original aqui), a editora o chamou de “o principal criador de todo um movimento de cultura pop” e recordou a colaboração de Romero na série Império dos Mortos, de 2014.

Baseado em um de seus roteiros, o título foi dividido em três trilogias e buscava responder se os seres humanos e uma classe mais inteligente de zumbis poderiam coexistir em uma Nova York pós-apocalíptica.

“Ao criar o Apocalipse Zumbi, George A. Romero forneceu a metáfora definitiva do destino inevitável da humanidade e a placa de Petri criativa perfeita para examinar as profundezas da natureza humana”, disse o editor-chefe da Marvel, Axel Alonso, que trabalhou com Romero em Império dos Mortos. “Foi uma honra ajudá-lo a contar um capítulo de sua saga”, destacou.

A “Casa das Ideias” não foi a única a prestar homenagem publicamente ao escritor e diretor. Logo após a notícia de seu falecimento, o criador de The Walking Dead, Robert Kirkman disse: “Sem George A. Romero, não existiria Walking Dead. Ele começou tudo, e muitos o seguiram”.

Romero passou a ser creditado pela criação do subgênero de zumbi moderno, após gravar Night of the Living Dead (A Noite dos Mortos Vivos, 1968), filme de terror produzido com apenas 114 mil dólares. Ele ainda fez as sequências, Dawn of the Dead (Despertar dos Mortos, 1978), Day of the Dead (Dia dos Mortos, 1985), Land of the Dead (Terra dos Mortos, 2005), Diary of the Dead (Diário dos Mortos, 2007) e Survival of the Dead (A Ilha dos Mortos, 2009).

Império dos Mortos está sendo publicada no Brasil pela Panini Comics. O primeiro ato foi lançado em outubro de 2015, com arte de Alex Maleev, e o segundo saiu em novembro de 2016, com a desenhos de Dalibor Talajic.

George A. Romero

Império dos Mortos

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Olavo Nogueira

    Romero era o mestre do estilo! Esse vai fazer falta.

  • helio

    Esse é o Romero do Corintias?

  • Stephan

    O legado de Romero é indestrutível, ao ponto da palavra zumbi ser um sinônimo informal do seu nome…

  • James Howllet

    Dicas, please!

    “Império dos Mortos” vale a pena?

    • Cristen Charles

      Como tudo do Romero, vale…Embora a Panini esteja lançando de forma bem lenta, sabe-se lá quando saí o terceiro, é uma boa trama dentro do universo do Romero. O que eu gostei bastante, foi o aspecto político da trama, com claras críticas a ânsia de perpetuação do poder por parte dos poderosos, deixando de lado o principal: ajudar e desenvolver o coletivo. Para você ter ideia de como é legal, mesmo depois de tantos anos do lançamento do primeiro volume, li o 2 recentemente com tranquilidade, porque a trama do 1 foi forte o suficiente para não ser esquecida.

    • Stephan

      Na minha opinião, sim, vale a pena.