Morreu Dennis O’Neil, lendário escritor de Batman e Arqueiro Verde

Por Samir Naliato
Data: 12 junho, 2020

O lendário escritor e editor Dennis O’Neil faleceu de causas naturais aos 81 anos na noite de ontem, 11 de junho, em sua casa.

Dennis J. O’Neil nasceu em 3 de maio de 1939 em St. Louis, Missouri, nos Estados Unidos. No início da década de 1960 entrou para a Marinha, para depois começar a trabalhar em um jornal onde chamou a atenção de Roy Thomas e acabaria por chamá-lo para fazer um teste na Marvel.

Dentre os vários períodos em que escreveu para a “Casa das Ideias, produziu aventuras do Homem-Aranha, Homem de Ferro, X-Men, Doutor Estranho e Demolidor, além de ter sido um dos responsáveis por contratar Frank Miller a editora no início da década de 1980.

Mas ele se destacou na DC, onde escreveu histórias memoráveis para o Batman e Arqueiro Verde, ambos os projetos ao lado do desenhista Neal Adams.

Em uma das mais aclamadas fases do Arqueiro, com histórias ao lado do Lanterna Verde, abordou temas como drogas, racismo, justiça social e política.

Em 1978, escreveu a graphic novel Superman vs. Superman vs. Muhammad, contando novamente com desenhos Neal Adams.

Com o Cavaleiro das Trevas, revitalizou vilões como Coringa e Duas-Caras, além de ter cocriado os personagens Ra’s Al Ghul, Talia Al Ghul, Leslie Thompkins e Azrael.

Ele foi editor das revistas do Batman entre 1986 e 2000, quando se aposentou. Durante esta fase, saíram histórias como Batman – Ano UmA Queda do Morcego, Terremoto e Terra de Ninguém.

Foi principalmente sob o trabalho de O’Neil, tanto como escritor quanto editor, que o Batman voltou a se retratado com um clima mais sombrio que remetida às suas origens, ao contrário da maneira leve e infantil que vinha sendo apresentado nas décadas anteriores.

Também trabalhou em projetos O Sombra, Liga da Justiça, Questão e a saga Armagedom 2001.

Além de escrever e editar, deu aulas na School of Visual Arts, em Manhattan.

Em 2002, Dennis O’Neil chegou a ser internado após enfarte, mas se recuperou.

.

Dennis O'Neil

 

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • James Howllet

    Gigantesco… Merece uma matéria das boas.

  • Fabio Negro

    esses gigantes da indústria indo embora e tantas perguntas não são feitas, tantas entrevistas são desperdiçadas. um dos arquitetos da cultura pop do século XX…

  • Marquito Maia

    Que pena!! Mais um dos grandes que se vai… Imagine a tristeza do Neal Adams, afinal ambos produziram verdadeiras obras-primas das HQs!!

  • Stephan

    A sua importância transcende as barreiras do tempo, raramente alguma história que ele escreveu está datada. De fato, um genuíno Mestre da arte de escrever quadrinhos!

  • Dyel Dimmestri

    Oh, Santo Deus!!! Eu acho que já disse isso, mas repito: 2020 SE REVELOU UM ANOZINHO MISERÁVEL, EM TODOS OS SENTIDOS!!! já não bastavam tantas perdas, agora mais essa!!!!

  • VAM!

    Dennis, viveu uma vida plena de realizações profissionais!
    R.I.P O´Neil.

  • Se hoje sou um grande fã de quadrinhos, em muito devo a Denny O’Neil. Me lembro do quanto eu lia e relia aquelas Superaventuras Marvel com suas histórias escritas para o Demolidor. Estão entre os momentos mais marcantes da minha infância…

  • Marcos

    Gênio. Adoro seu trabalho. Me vem a mente as história do Demolidor em SAM com desenhos do Mazzucchelli, e uma história genial do Aranha e do Justiceiro com desenhos o Frank Miller no auge. Que descanse em Paz e obrigado pelo excelente trabalho.

  • Luiz Eduardo de Paula Melo

    Um dos gigantes dos quadrinhos partiu. Uma obra que me marcou como leitor foi o trabalho de Dennis O´Neil no Questão, pra mim a versão definitiva do personagem, sem falar sua passagem no Demolidor e claro no Batman. Descanse em paz, sua obra será eterna!!!
    R.I.P!!!!