Mythos coloca Fruto Estranho, de Mark Waid e J.G. Jones, em pré-venda

Por Samir Naliato
Data: 8 fevereiro, 2018

Com lançamento programado para o próximo mês de março, a Mythos Editora colocou Fruto Estranho (formato 17 x 26 cm, 128 páginas, capa dura, R$ 84,90) em pré-venda na Amazon Brasil, com desconto.

A história tem roteiros de Mark Waid e arte de J.G. Jones, e é uma interpretação única para o mito do super-homem como símbolo da esperança e da união, ao mesmo tempo que explora temas como racismo, legado cultural e a natureza humana.

Na pequena cidade de Chatterlee, Mississippi, a Grande Enchente de 1927 não foi apenas a mais catastrófica tragédia fluvial na história dos Estados Unidos. Foi a precursora da mudança.

Enquanto o rio transbordante e as barreiras quebradas resultavam na devastação da antiga cidade agrícola por fora, tensões raciais e sociais a rasgavam por dentro. Mas quando um ser de outro mundo cai do céu e desafia tudo que essas pessoas divididas sabiam, as coisas se modificam… para sempre.

Como o Universo HQ noticiou no início deste ano, Fruto Estranho é um dos títulos programados para a editora em 2018 (confira todas as novidades aqui).

Fruto Proibido

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • ARQUEIRO VESGO

    Acho,que vou cofrar esse. Será até início de março já vai estar disponível em Floripa???

  • André Luciano Maria

    O preços da Mythos desestimula, porém a obra encoraja.

    • Leandro Silva

      Pois é, André, os desenhos são primorosos mesmo. Todavia, é aí que entendemos o quanto os gostos são bem pessoais e mudam bastante, não é mesmo? Achei essa obra bem rasa para um assunto tão bacana, e o final apressado demais, perdendo sua força. Mas, quem pode pagar tranquilamente um preço desses, não vai ler a pior história em quadrinhos não. Só algo que não é tão memorável.

  • Wellington Rodrigues

    só compro se diminuir em 30% o número de páginas e aumentar em 50% o preço :D

  • Leandro Silva

    “Fruto Estranho”. Vou dizer uma coisa, se me permitem se sincero: Uma obra pomposa, enche os olhos sem dúvida nenhuma pois os desenhos são um verdadeiro primor, remete ao clima soul, ao blues, à história de preconceito do sul dos EUA no inicio do século passado, mas… uma obra bem descartável todavia, um final que não faz jus ao que todo o resto pedia, tornando esse quadrinho AINDA mais caro do que deveria !!!