Novo título mutante é um mistério

Por Equipe UHQ
Data: 3 março, 2001

The BrotherhoodUma das novidades para a reformulação dos mutantes que a Marvel está preparando, é o lançamento de uma nova revista mensal, chamada The Brotherhood (A Irmandade, em português). Mas muitos mistérios cercam este título. O que se sabe, é que a capa (imagem ao lado) foi desenhada por Bill Sienkiewicz, e a arte interna será de Essad Ribic e Kent Williams. O nome do escritor(a) ainda é um mistério, sendo chamado apenas de “X”. Alguns rumores dão conta que o seu primeiro nome é Howard. Os leitores estão apostando em Howard Mackie ou Howard Chaykin.

“O escritor(a) X é apropriado para fazer uma revista como Brotherhood. Esse título está sendo escrito diretamente de celas de mutantes terroristas”, disse Joe Quesada, editor-chefe daMarvel. “Eu não sei se ele(a) quer ter sua identidade revelada. Só o tempo dirá”.

Inicialmente definida como uma maxi-série em 12 edições, a revista passou a ser mensal. “A história é tão boa, que resolvemos mudar”, completou Quesada.

O site americano X-Fan, fez uma entrevista com o(a) escritor(a) misterioso(a). Quando perguntado sobre o motivo de não revelar sua identidade, ele(a) respondeu. “Nós vivemos numa era de celebridades. Nossa vida cotidiana é ditada por aqueles que não fazem nada, além de viver nos holofotes. Quadrinhos estão seguindo por esse caminho. Não se trata de um nome na capa, de uma entrevista num fanzine, ou a lista de mais vendidos. TUDO ISSO é besteira. Eu não quero ser parte de uma cultura de celebridades que está permeando os quadrinhos. Deveria ser sobre o material em si. Sobre os personagens. Sobre a HISTÓRIA. Optei por não colocar nome nessas tramas, para que elas possam falar por si mesmas. Tenho sido chamado(a) de ‘X’, mas a revista pode até sair sem nenhum crédito. Se já escrevi antes? Em revistas conhecidas? Elas venderam bem? Já apareci em fanzines? Dou entrevistas? Sou um escritor(a) neófito(a) tentando criar rumores através do anonimato? Isso importa? Não para mim! Tomara que, após o primeiro número, também não importe para mais ninguém”, enfatizou.

A revista, cuja propaganda é “o lado negro da guerra de mutantes ganha sua própria série regular”, tem o seguinte texto introdutório:

“Talvez você ache que nos conheça. Que aqueles charlatões de uniforme, como o Magneto, representam nosso povo. Você está errado! Nós somos seus vizinhos. Seus colegas de trabalho. O mendigo pelo qual você passou insensivelmente enquanto ia para seu lar. Nós não nos anunciaremos com vistosos uniformes vermelhos ou pronunciamentos públicos. Nós, simplesmente, atacaremos. Quando você vir suas ruas vermelhas de sangue, e os cidadãos flamejando, saberá que sua hora está chegando”.

“Vocês tiraram nossos lares. Nossas famílias. Nosso futuro. Vocês roubaram o mundo que nós iríamos herdar, e saquearam os recursos que, legalmente, pertencem aos nossos filhos. A partir desse dia, a Irmandade declara guerra à humanidade. Essa guerra não terá fim até termos o poder de governar em nossas mãos, ou até vocês estarem, de uma vez por todas, extintos”.

O lançamento acontece em maio.

 

• Outros artigos escritos por

.

.

.