Novo volume de Parker, da Devir, em pré-venda

Por Marcelo Naranjo
Data: 7 março, 2019

Jogo Mortal (formato 15 x 23 cm, 96 páginas, R$ 65,00) é o novo título da série Parker, publicada pela Devir, que está em pré-venda na loja da Amazon Brasil.

Nesta graphic novel inédita, Parker é colocado à prova contra policiais corruptos e gângsteres sórdidos depois que um assalto dá errado. Ele se vê encurralado em um parque de diversões fechado durante o inverno e é envolvido em uma perigosa disputa de gato e rato… uma disputa que começa a favorecer o rato.

E ainda o conto O Sétimo, no qual Parker retorna para um ajuste de contas.

Este é o quarto volume da série publicada pela Devir. Os anteriores foram O Caçador (2015), A Organização (2016) e O Golpe (2017).

O quadrinhista Darwyn Cooke (1962–2016) adaptou os contos de Richard Stark, pseudônimo mais conhecido do mundialmente famoso autor Donald Westlake (1933–2008). Em 1962, ele criou o ladrão profissional Parker e deu início a uma série de romances que tem sido reconhecida como obra de referência da ficção policial.

Parker - Jogo Mortal

 

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Adriano

    Em primeiro lugar, BENDITA Devir que retoma a série e chega ao final dela. O Cooke parou depois desse quarto – o que era a intenção original.

    É legal falar que de várias adaptações que foram feitas da série Parker, a única que teve aval do Donald Westlake (o autor por trás do pseudônimo Richard Stark) para usar o nome Parker mesmo foi essa HQ. O Cooke trocou ideia com ele e o Westlake sentiu a fidelidade que existiria. Ao contrário por exemplo dos filmes À Queima Roupa (do John Boorman de 67) e de O Troco (com o Mel Gibson, do fim dos 99) que adaptam livros do Parker mas foram proibidos de usar o nome do personagem.

    Isso só mudou no filme recente com o Jason Statham, feito depois da morte do Westlake, o que só mostra que herdeiro se caga pra respeito, só quer saber de grana.

    Bom, isso posto, sem querer ser chato sobre o texto mas…

    A série Parker do Richard Stark é fodona e essas adaptações também são lindas. Só não são contos, são livros. Livros curtos, ok, 120, 150 páginas feitos para lançamento direto como paperbacks, se não me engano mas…

    Desculpa a pentelhação detalhista, Naranjo… Essa série Parker é uma das minhas do coração. ;)

  • sergio reis

    Saudoso Cooke!partiu jovem pra caraio com 56 anos!ainda tinha muito pra criar e nos entreter…a despeito desses preços suntuosos,Parker vale CADA centavo investido!a arte estilizada,o ritmo acertado,sem pressa pra narrar as desventuras do icônico criminoso,a monocromáticidade de cada edição(sepia,amarelo…),tudo contribui pra excelência da narrativa noir!preparando o orçamento pra mais essa pancada..