Organização do Salão de Piracicaba pede que cartunistas prestigiem o evento

Por Sidney Gusman
Data: 22 junho, 2010

Salão Internacional de Humor de Piracicaba

No final da semana passada, a ACB – Associação dos Cartunistas do Brasil, o IMAG- Instituto Memorial das Artes Gráficas do Brasil e a SIB – Sociedade dos Ilustradores do Brasil divulgaram um comunicado no qual conclamavam os desenhistas a realizar um protesto contra o Salão Internacional de Humor de Piracicaba, o mais tradicional do País.

A tentativa de ruptura se deu em virtude do afastamento,
em janeiro deste ano, de Maria Ivete Araújo (Zetti) do cargo de coordenadora
do evento, que ocupava havia três décadas.

Procurado pelo Universo HQ, Eduardo Grosso, cartunista que passou a ocupar o cargo que era de Zetti, transmitiu, por e-mail, a posição oficial do evento a respeito da manifestação dessas entidades.

Universo HQ: Qual a posição oficial da comissão a respeito do protesto sugerido pelas entidades?

Eduardo Grosso: Estivemos em contato com as entidades no final de abril. A conversa aconteceu na HQMix Livraria, em São Paulo. Segue abaixo a carta endereçada, no dia 3 de maio, às entidades e que representa a posição da Prefeitura de Piracicaba e da comissão organizadora do 37º Salão.

Caros artistas gráficos,

A importância do Salão Internacional de Humor de Piracicaba
para o universo das artes gráficas é indiscutível. Todos nós estamos cientes
e conscientes do valor do Salão e do Centro Nacional de Documentação,
Pesquisa e Divulgação do Humor Gráfico de Piracicaba (CEDHU)
. Ambos,
dentro do seu nicho cultural, são agentes de transformação da cultura brasileira
e da cultura mundial.

Todos os artistas gráficos são sempre bem-vindos ao Salão. A equipe sempre
os acolheu de braços abertos e sempre os acolherá da mesma forma, independentemente
desta ou daquela gestão municipal, deste ou daquele partido, deste ou daquele
gestor público. Vocês são queridos e amados por todos nós. Vocês são imprescindíveis
ao evento.

O mesmo dizemos da funcionária Maria Ivete Araújo Marcolino, que sempre
ocupou lugar de destaque no Salão Internacional de Humor de Piracicaba,
especialmente no Centro Nacional de Humor de Piracicaba (CEDHU).
Jamais negamos méritos ao seu trabalho. Inclusive, em respeito à pessoa dela
e à sua dedicação frente ao Salão e ao CEDHU, propusemos
alternativas de recolocação funcional. Toda a sua dedicação frente ao Salão
e ao CEDHU, consumada em mais de 20 anos de trabalho ao evento
de proporções internacionais, não foi em vão. É reconhecida.

No entanto, desde o final do ano de 2009, a Secretaria Municipal
de Cultura – SEMAC
passa por mudanças em sua estrutura, inclusive
mudanças que chegaram também ao Salão Internacional de Humor
e ao CEDHU e não atingiram apenas Maria Ivete Araújo Marcolino,
mas toda a equipe, cujos membros foram remanejados para outros ambientes culturais
de competência da Secretaria Municipal da Ação Cultural.

Portanto, afirmamos que a reestruturação do Salão, e
consequentemente do CEDHU, ocorreu em benefício do crescimento
do evento e do espaço cultural, jamais em prejuízo dos mesmos, jamais por
questões pessoais. O remanejamento dos funcionários foi necessário, assim
como ocorre, de tempos em tempos, na iniciativa privada. Ela é sadia, traz
forças às organizações, sejam públicas, sejam privadas.

Estamos cientes de que nossa missão à frente da SEMAC
é passageira. No entanto, é uma passagem que tem o compromisso de fazer com
que a equipe dos nossos servidores permaneça unida e assim atender cada vez
melhor a comunidade em todas as suas nuances. Essa é nossa maior missão. Qualidade
do atendimento, qualidade do nosso trabalho em benefício da cultura, em respeito
ao cidadão que busca a necessária cultura para sua formação e evolução.

Reiteramos que, sem sombras de dúvidas, Maria Ivete foi um importante
elo de ligação (sic) entre o Salão, o CEDHU
e os artistas gráficos. Elo que também os seus sucessores à frente dos mesmos
terão que construir, obviamente com o apoio e a compreensão incondicionais
dos artistas gráficos sem os quais o Salão e o CEDHU
não têm motivo de existir.

Finalizamos afirmando que reconhecemos e agradecemos o trabalho e a dedicação
desenvolvidos junto aos artistas gráficos, Salão Internacional de
Humor de Piracicaba
e CEDHU, durante mais de 20
anos, pela funcionária Maria Ivete Araújo Marcolino e toda a equipe remanejada.
No mais, é nossa firme intenção ter todos os cartunistas aqui, em Piracicaba,
este ano e sempre.

Coloco-me à disposição para esclarecimentos que ainda se façam necessários.

Atenciosamente,

Rosângela Camolese

Secretária Municipal da Ação Cultural – Piracicaba/SP

——

A comissão organizadora do evento (com cerca de 12 integrantes) e a Prefeitura
de Piracicaba, por intermédio da Secretaria de Cultura, têm procurado agir
dentro do consenso: a grandeza cultural do Salão de Humor de Piracicaba.

UHQ: A comissão teme que essa sugestão de boicote afete o Salão?

Grosso: Sim. Existe esta preocupação. Temos consciência da importância imprescindível da participação de todos os cartunistas brasileiros – amadores e profissionais – no Salão de Piracicaba.

UHQ: E como estão trabalhando para que isso não aconteça?

Grosso: A comissão organizadora do 37º Salão Internacional de Humor de Piracicaba procura encaminhar as questões gerais do evento de forma profissional.

Eu me refiro, por exemplo, a antecipar e ampliar a divulgação do regulamento oficial, mirando novas participações e novos talentos.

Além disso, temos mantido diálogo e esclarecido a questão diretamente com os cartunistas que nos procuram.

UHQ: Você assumiu o cargo que era da Zetti. Tem sentido algum tipo de retaliação por parte dos cartunistas?

Grosso: Não. Tenho recebido manifestações de apoio e confiança, aqui da cidade e de fora. De modo geral, existe a certeza de que o evento é maior que tudo isso com uma história rica e importante na construção de uma sociedade melhor.

O 37º Salão Internacional de Humor de Piracicaba acontecerá de 28 de agosto a 17 de outubro e já está com as inscrições abertas. Os trabalhos podem ser enviados até o dia 3 de agosto. Para mais informações sobre as quatro categorias (Cartum, Charge, Caricatura e Vanguarda), detalhes técnicos e premiação, visite o site oficial do evento.

 

• Outros artigos escritos por

.

.

.