Panini divulga comunicado sobre aumento de preços

Por Samir Naliato
Data: 31 janeiro, 2018

O recente aumento de preço dos quadrinhos da Panini Comics se tornou assunto corriqueiro entre os leitores nas últimas semanas. Com a repercussão causada, inclusive em suas redes sociais, a editora divulgou um comunicado sobre o assunto, no qual aborda os reajustes e a nova política para definir os valores dos títulos.

Dentre os tópicos abordados pela editora, estão: flutuação cambial, acabamentos, estrutura de página, inflação, aumento de valores de commodities e ajuste de tiragem.

O Universo HQ está em contato com a assessoria de comunicação da Panini Comics no Brasil para aprofundar mais a questão e abordar os possíveis desdobramentos.

Confira abaixo, na íntegra, o comunicado oficial da editora.

Atualização: A Panini enviou uma nova versão do texto, com pequenas alterações em relação ao anterior.

Prezados colecionadores,

Visando manter a qualidade editorial e gráfica de seus produtos, a Panini Brasil fez um realinhamento nos preços a partir de 01/01/2018.

O Grupo Panini – com filiais em toda a Europa, Estados Unidos, México, Chile e Brasil – , tem como objetivo principal oferecer produtos de excelência aos seus colecionadores e clientes.

A Panini trabalha com grandes licenças e produtores de conteúdo editorial, em sua quase totalidade, cobertas por direitos de propriedade internacional que sofrem com o impacto não só da concorrência, mas também da flutuação do mercado cambial. Esses contratos preveem lançamentos com alto padrão de conteúdo e impressão e em linha com os mesmos títulos publicados em outros países.

Tivemos durante os últimos anos a preocupação de manter inalterado, ou com pequena variação, os preços de capa de nossos produtos sem redução da qualidade editorial e gráfica. Essa situação tornou-se insustentável, tendo em vista a desvalorização cambial e os aumentos das matérias-primas utilizadas na produção das publicações que são cotadas em moeda internacional.

Apesar do realinhamento de preços que tivemos que fazer para manter e, em muitas oportunidades, melhorar ainda mais os atributos de nossos produtos, os preços praticados pela Panini no Brasil são inferiores aos outros mercados internacionais.

Assim, todas as licenças publicadas pela Panini no Brasil tiveram o preço de capa reajustado com base nos acabamentos, estrutura de página, inflação, aumento de valores de commodities e ajuste de tiragem.

Esperamos a compreensão de nossos colecionadores e clientes,
Panini Brasil

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • General Imaturidade

    Sempre o mesmo papinho… Fala em qualidade e não sei o que, mas teve grandes astros batman que é para sair em papel couchê saindo em LWC

  • Ronildo Abijaude

    É curioso como pagamos caro – e pagaremos mais ainda – por ler algo que deveria ser popular…

  • Nathan Ferreira

    E aqui encerra minha mania de colecionismo… To fora!! antes que precise vender um ruim pra poder comprar uma história do Batman.

  • Marcio Freitas Camillo

    Da Panini eu só compro uma ou outra “Coleção Histórica Marvel”. Então f…

  • Joelson Nascimento

    Pode até justificar, mas não convence… Infelizmente, aumentos que chegam até 40% em alguns títulos, fica difícil. É definitivamente a elitização dos quadrinhos no Brasil.

    • Victor Luis

      45% em vários também

  • edmetal666

    Eu tenho òdio desse argumento de que no Brasil são praticados preço menores que em outros mercados, como se a economia de todos os países fossem exatamente iguais. Ridículo.

    • Fabito Moino

      com certeza.

  • Romulo Miranda

    Vejo isso como um sinal que eles estão cientes da insatisfação do público geral.
    Se eles se manifestaram é pq começaram a sentir que o boicote e o hate está crescendo, de fato. Se a galera continuar, acho que pode render em alguma coisa, finalmente.

  • Como estou mais por dentro do mercado exterior, posso comprovar que é real mesmo o texto da Panini! Se olharmos para o valor do dólar hoje, o pegar o valor pago e dividir pela quantidade de títulos que vem na revista, está muito mais barato do que se a pessoa comprasse o título importado!

    O que algumas pessoas não sabem discutir é que elas não estão satisfeitas com o estilo mix! Elas querem o que é feito lá fora! Só que, é aquela história do “se levar dois, tem desconto”, se for editar um título apenas por revista, vai sair mais caro. Eu não espero que uma revista, por exemplo, Amazing Spider-Man apenas aqui no Brasil, com uma história saia por menos de R$5,00 ou R$6,00, pra compensar os gastos editoriais necessários pra manter a revista aqui. Isso pq eu desconheço o número de tiragens que se vende aqui no Brasil, levando em consideração que nosso mercado de compra de hq’s é muito aquém do restante do mundo! Falando apenas nos títulos Marvel, estou achando um material muito bem montado, com material de primeira e as cores muito bem impressas! Tem um erro outro, tem! Mas não é algo que não se vê lá fora!

    Infelizmente, pra se produzir hq de alta qualidade aqui no Brasil, não é muito barato mesmo! Se for fazer em preço do tipo R$4,00 o exemplar, então, é voltar pra aquele formatinho que a Abril fez a anos aqui no Brasil! Pra ser sincero, não quero mesmo! Nem fudendo!

    • Renan Rhapsody

      Então me explica como o importado Noite de Trevas está mais barato que o nacional.

      • Estamos comparando o mesmo material impresso? Com o mesmo acabamento? E mesmo conteúdo de material? Não sei se você sabe, acabamentos diferenciados fazem diferença de preço! Eu comparo os títulos! E eu tenho material importado e nacional de algumas edições e existe diferença de material. Pela pesquisa que já fiz de papelaria, a Panini Brasil está conseguindo fazer um bom material a um custo que eu me pergunto como fazem! Papel LWC não é barato, muito menos capas em couchê brilhante com laminação brilhante total! Outra coisa que encarece um material é encadernação em costura. Esses tipos de encadernações que eles fazem em costura que era para o preço dos materiais serem bem mais caros do que a gente! A encadernação do Hellboy eu paguei R$140,00 e sorrindo. Tudo bem que a Amazon conseguiu vender o mesmo material depois a R$103,00 posteriormente, mas é um preço que, quando dizem encadernado cheio de firula, não espero por menos de R$120,00. Enfim, são muitos números porquês envolvidos! Mas, acredite, para o tipo de material que a Panini vem publicando, se os americanos publicassem da mesma forma, os deles seriam mais caros, se convertidos para nossa moeda! Hot stamping é CARO!

  • Beto Magnun

    Efeito Amazon isso aí.

    • Márcio dos Santos

      Está aí um dos motivos que poucos colecionadores, por conveniência, estão admitindo.

    • Thiago

      Concordo, os reajustes abusíveis são justamente apenas nos materiais para livrarias, e ironicamente com porcentagens equivalentes aos descontos praticados, ou seja lucramos mais e atendemos os apelos dos leitores com letras garrafais de 50%OFF e acredita quem qué…..

      • Reginaldo Costa

        Uai lobo solitário aumentou de 18,90 para 23,90. Ele é pra livraria?

        • Gustavo Nascimento

          Vende na Amazon e Saraiva que vez ou outra fazem descontos também

  • E mais um adendo, a Panini está de parabéns nos encadernados! Estão sendo a minha felicidade! Só gostaria que a Panini podesse trazer títulos Image! Tipo, Spawn, sabe! Aí, faria um altar pra eles! Rsrsrsrsrs

  • Fabito Moino

    Então eles poderiam ter falado antes que estavam segurando os preços. Bem, as reclamações dos clientes não surtiram efeito. Nada vai mudar.

    • Sniper

      Não vai se todos nós aceitarmos e continuarmos comprando como se essa porcaria de comunicado justificasse realmente algo. Pare de comprar o que estiver caro pra você ver. Os preços vão mudar.

      • Nataniel Wyse

        Se você optar por não comprar a panini vai sentir sim! É só se conter e não comprar, ou encomendar o encadernado gringo com alguma promoção.

  • Jackson Batista

    Panini tá de parabéns por destruir o próprio mercado… e ainda vem com esse papinho que ninguém engole.

  • Marquito Maia

    A República de Banânia atravessando uma das piores (senão a pior) crise da sua triste história e a turma indignada com o aumento de preços de gibis, um artigo de primeiríssima necessidade para o ser humano!!! Assim fica fácil tocar o rebanho, se é que me entendem…
    Sobre o reajuste, confesso que não sabia por um motivo muito simples: no começo do ano passado, desisti de vez dos quadrinhos da DC e da Marvel (cada vez mais calcados nos universos televisivo e cinematográfico, sem primar pela qualidade criativa e tal).

    • Douglas Coelho

      A galera vai comprar um carro, só quer o modelo de luxo, com todos os opcionais, quando o preço vem fica reclamando rsrsrs

      • Chico Milk

        O problema é q o modelo de luxo nos é imposto. Eu gostaria q toda minha coleção fosse capa cartão: é mais fácil de manusear, cuidar, pesa menos na estante, é mais barato…

        • James Howllet

          Exato!

          Aliás…Esse é um conceito usado por essa indústria para manipular ainda mais o consumidor.

          Quando fui comprar meu primeiro carro zero tive uma crise de risos quando fui informado que os tapetes (junto a outros ítens) era opcional e para garanti-los Eu deveria (num ato falho monumental do gerente) “pagar um ágio”.

          Kkkkkkkkkkkk…

          Panini não foge a tradição…

        • Douglas Coelho

          O debate rende… Eu não entendo como um livro que é uma coisa que a gente passa mais tempo segurando nas mãos, lendo, consumindo por mais tempo que uma hq é produzido quase que totalmente em capa cartão e não vejo tanta reclamação.

    • Canoa Furada

      Mas se o site é sobre quadrinhos e a notícia é sobre o aumento dos preços das h.q’s…

      • Marquito Maia

        Se pelo menos isso servisse para um novo “Junho de 2013” (sem a manipulação das velhas raposas, claro), vá lá…

        • Canoa Furada

          Otimista você.

          “Não é só pela capa dura.”

    • James Howllet

      Eu desisti faz tempo…muito tempo…

      Mas se a maioria do material atual padece de qualidade, as republicações de inúmeros clássicos com valores afetivos, históricos e, principalmente, de qualidade quase inconteste faz o jogo ser desleal. Do nada Dona Panini pode relançar All-Star Superman, fazer um encadernado do Barry Smith, jogar nas livrarias DC – A Era de Ouro ou redescobrir a fase do Thor do Walt Simonson apenas em versão deluxe.

      Aí…

  • Daniel Henriquesmendes

    Mas 45% de reajuste??? E pra quê fazer tudo em enormes edições de luxo se poderia fazer com um tamanho menor e capa cartão pra ter um preço mais acessível?

  • LOL
    Galera reclama, pede posição e ela faz um post se elogiando kkkkkkkkk
    É muita loucura isso kkkkkkkkkkkkkkkk

  • Alex Silva

    Eu não vejo essa qualidade editorial nos quadrinhos que compro. E farei a minha parte não comprando os quadrinhos que tiveram aumento abusivo.

    • Erick Silva

      sim inclusive se pegar encadernado capa mole americano a gramatura é a mesma ou superior a panini capa dura

      • Alex Silva

        Esse mês comprei o Watchmen Importado (Capa Cartão) a qualidade é muito melhor do que a Versão em Capa Dura da Panini.
        O da Panini tá R$70 o Importado tá R$55….mas paguei R$42 com desconto.

  • Marina Barbosa

    Povo chorão

  • Gabriel Duarte

    Palhaçada total!

  • João Gabriel Gama

    Ou seja, estão fazendo que nem a Petrobrás com seus suscetivos aumentos de gasolina. Equiparando nosso mercado com o mercado europeu. Quem nos dera se tivéssemos o mesmo padrão de vida deles. E tome chibata no nosso lombo.

  • João Gabriel Gama

    Eu vou mudar meu foco. Tchau Panini.
    Engraçado nessa explicação é eu conseguir comprar a preços melhores, materiais importados.

  • Renanfsu

    Texto bem padrão e vago. Um bom motivo pra eu enxugar minha coleção e selecionar melhor os materiais.

  • Izaias teodoro

    Não convenceu nem um pouco esse comunicado.

  • Edicio Monteiro

    Acontece que, não irei me ajustar neste reajuste da editora e da situação do Brasil. Meu salário teve um aumento de 3%, os aumentos editorias chegaram a 40%.

  • 45% de reajuste. Que flutuação cambial foi essa?

  • Luciano Carlos Pereira

    Quem disse que vai boitocar, vai fazê-lo mesmo ou só vai ficar reclamando textão nas redes sociais?

    • Akise Aru

      Olha tô achando que a maioria vai ficar só no textão mesmo.

  • YWRYCK OLIVER

    Não começo mais nenhuma serie nova da panini. E vou pensar muito se vou terminar as que já comecei.

  • Ricardo

    Blábláblá qualidade editorial e gráfica blábláblá os caras só sabem repetir isso? O negócio é simples, só não comprar. Aí encalha e fazem promoção. Esse é o caminho. SE NÃO BAIXAR, NÃO VAMOS COMPRAR!

  • Rogerio Becker

    Minha opinião… vai acontecer o mesmo que na Abril… vai começar a elitizar as Hqs, e aquele leitor casual não vai comprar.. vai diminuir a quantidade vendida, vão aumentar o preço para compensar, vai diminuir a quantidade vendida, vão aumentar o preço para compensar, vai diminuir a quantidade vendida, vão aumentar o preço para compensar, e assim por diante num eterno circulo vicioso.
    Já compro pouco, gostaria de comprar mais, mas desse jeito vou ter que diminuir ainda mais minhas compras..

  • Antonio Oliveira

    Como qualquer outro produto, os quadrinhos estão sujeitos a aumento de preço. Vamos deixar de chorar e passar simplesmente a priorizar o que o bolso aguenta. Se as vendas caírem, a Panini vai ter que rever sua política de preços ou mesmo a editorial – ou, no último caso, deixar de publicar alguns títulos, sei lá.

  • Ed mundo

    “Prezados colecionadores,

    Seguindo uma nova estratégia global de precificação do Grupo Panini, a Panini Brasil fez um realinhamento nos preços de seus produtos a partir de 01/01/2018, e entende que deve esclarecer aos colecionadores e clientes as razões que a levaram a tomar tal decisão.”
    “ENTENDE” NÃO, A EDITORA NÃO IA ESCLARECER NADA, OS LEITORES QUE PEDIRAM UMA POSIÇÃO SOBRE OS REAJUSTES ELEVADOS

    “O Grupo Panini – com filiais em toda a Europa, Estados Unidos, México, Chile e Brasil -, tem como objetivo principal oferecer produtos de alta qualidade editorial e gráfica aos seus colecionadores e clientes. A Panini trabalha com grandes licenças e produtores de conteúdo editorial, em sua quase totalidade, cobertas por direitos de propriedade internacional que sofrem com o impacto não só da concorrência, mas também da flutuação do mercado cambial. Esses contratos preveem lançamentos da mais alta qualidade editorial e gráfica e em linha com os mesmos títulos publicados em outros países.”
    ONDE QUE TÁ ESSA QUALIDADE EDITORIAL E GRÁFICA NAS REVISTAS MENSAIS? Fala sério, os caras da Panini não pagam nem uma pessoa pra escrever matérias ou dialogar com os leitores, fica aquelas notinhas de cinco linhas do início que não dizem coisa com coisa e dezenas de capas alternativas enchendo linguiça no miolo das publicações, comprem matéria poxa, ou traduzam matérias gringas; não se dão ao trabalho de NUMERAR AS PÁGINAS das publicações mensais!

    “Tivemos durante os últimos anos a preocupação de manter inalterado, ou com pequena variação, os preços de capa de nossos produtos sem redução da qualidade editorial a gráfica. Essa situação tornou-se insustentável em vista da desvalorização cambial e dos aumentos das matérias-primas utilizadas na produção das publicações que são cotadas em moeda internacional.”
    A Editora Abril com muito menos sabe praticar um preço competitivo com suas HQs. Custos blá blá não falam que editoras tem diversas isenções de impostos no Brasil, papel etc. Nem os salários aumentaram por aqui. Primeira editora que reajusta e bota a culpa no mercado cambial.

    “Apesar do realinhamento de preços que tivemos que fazer para manter e, em muitas oportunidades, melhorar a qualidade editorial e gráfica de nossos produtos, os preços praticados pela Panini no Brasil são inferiores aos outros mercados internacionais.”
    AQUI É BRASIL, PAÍS DE TERCEIRO MUNDO. QUERER COMPARAR COM ESTADOS UNIDOS, PAÍSES DA EUROPA, ITÁLIA, PRINCIPAL MERCADO DA PANINI? ALIÁS, SE A PANINI É DA ITÁLIA, PORQUE FAZ UM SERVIÇO TÃO PORCO COM OS FUMETTI QUE TRAZ?

    “Assim, todas as licenças publicadas pela Panini no Brasil tiveram o preço de capa reajustado com base nos acabamentos, estrutura de página, inflação, aumento de valores de commodities e ajuste de tiragem.”
    COMMODITIES? INFLAÇÃO???

    Esperamos a compreensão de nossos colecionadores e clientes,
    Panini Brasil
    ESPEREM SENTADOS

  • Guto Dal Porto

    Nota de esclarecimento protocolar e que no fundo não explique nada. Curioso notar que no próprio site da panini eles vivem com promoções dando 40% de desconto em produtos recém lançados. Como tenho dito, o boicote continua…..

  • Será que isso tem a ver com a elitização da mídia e o colecionismo de lombada?


    Não, claro que não. Isso é coisa da minha cabeça.

    • ninguém

      É mais certo que isso tenha a ver com o oportunismo comercial vigente, e que sempre busca aumentar as margens de lucro no Brasil, do que com a preferência dos consumidores por qualquer produto específico.

      Além disso, cabe perguntar: se a política cambial do país é mesmo responsável por grande parte deste e de outros aumentos, por que os preços da Panini Comics não deflacionam quando o Real se valoriza?

  • Alexandre Pinto Harich

    Anos passado comprei mais de 40 produtos Panini entre encadernados e capa dura. Este ano comprei Lucifer no preço velho e ponto final.. Vou de importado sebo e outras editoras se o produto for muito bom. Um ultimo detalhe comparar o preço das nossas edições com de outro mercados é piada. Os funcionários daqui tem o mesmo salário dos outro países , qual o piso de salario da Panini Brasil cinco mil dólares $$$$$$$$$$

  • Victor Luis

    Agora que eu não sinto mais culpa por ler scan mermo

  • darthfraga

    Tomara que isso seja os novos 52 do Brasil e ajude o mercado independente a vender mais, ao invés da grande editora.

  • Sidney Ferreira de Andrade

    As revistas mensais teve um aumento de centavos. O problema são os encadernados que tiveram aumento muito elevado. Não vou deixar de ler quadrinhos mas inevitavelmente vou eliminar títulos das minhas compras.

  • Canoa Furada

    Não sabia que os preços tinham aumentado tanto assim.

    Dos títulos que acompanho (Doutor Estranho, X-Men e alguns mangás) foi na casa de R$1,00.

    Essa é uma boa hora de rever se vale a pena mesmo comprar determinado título, não dá pra ter tudo. E olho nas promoções!!!!

    • Akise Aru

      Se enxerga cara, isso é exploração na cara dura não dá pra defender algo assim.

      • Canoa Furada

        Fui sincero, não compro tudo que a Panini lança, logo não tenho como saber especificamente o que aumentou de fato. E não confio 100% em tudo que leio ou dizem por esse mundão da Internet, ainda mais pelo tanto de desinformado por aí só repassando informação incorreta.

        Se as vendas diminuírem de forma considerável, veremos o que a Panini fará.

  • Rodrigo Garrit

    Depois querem inibir os scans…

  • Márcio dos Santos

    Os capa cartões também estão caros.

  • Cesar Souza Gonçalves

    Eu ja reduzi 50% minhas compras Panini em 2017. Agora somente os titulos mais tops da Devir, da Nemo, Pipoca, e da propria Panini. Se liguem nas editoras SESI-SP, Drako, Avec, Atica, e outras, tem muito quadrinho bom sendo publicado.
    Chega de super heroi da Panini.
    Panini agora, será super selecionado. Ja venho fazendo isso desde 2017.

  • Alexandre Floquet da Rocha

    A questão é simplesmente avaliar muito bem o que vale a pena ser comprado. Hoje em dia não compro mais mensais e sim encadernados de clássicos da Marvel e DC (meu foco é nos meus três personagens preferidos – Batman, Homem-Aranha e Superman) e mesmo assim não compro tudo deles, só o que acho interessante.
    Obrigatoriamente mesmo só compro o mangá do Lobo Solitário e sua continuação (Novo Lobo Solitário).
    Tudo é questão de bom senso e avaliação do material que se quer adquirir.

    • Akise Aru

      Justificativa tosca pra justificar esse absurdo, depois não reclame do Brasil virar uma Venezuela.

  • Poucopixel

    Revista em quadrinho está quase se tornando um desses Action Figure da vida que o cara paga uma fortuna para enfeitar a mesa. Nada contra quem pode comprar mas não eh para qualquer um.

    A verdade eh que o status que o mundo nerd adquiriu iria transbordar para o valor dos produtos. Tanto no valo financeiro como no valor de marca. Ser e mostrar ter objetos nerds se tornou uma boa para a imagem pessoal de uma parte enorme das pessoas. Então a indústria obviamente iria querer entrar nessa festa.

  • Jonas Reis da Cruz

    Sou do tempo em que você comprava quadrinhos com a mesada que você ganhava dos Pais.Você ganhava sua mesada e ia no lanche com os amigos e na volta você e seus amigos passavam na banca e compravam quadrinhos.O mercado ficava aquecido e seu público leitor SEMPRE se renovava.Muitos leitores da “Velha Guarda”completavam coleções assim,eu fui um deles.Hoje o mercado não se renova,o leitor é cada vez mais velho e com alto poder aquisitivo e para completar sua coleção você tem que ganhar na Mega Sena!

  • Sim… sou ilustrador e designer gráfico! Não é uma profissão pra alguém que queira se preocupar com saúde! Rsrsrsrs

  • Nataniel Wyse

    Errado Romero, na verdade está sobrando dinheiro para alguns.

    • Akise Aru

      Pra maioria não está.

    • Não é questão de sobrar dinheiro! O problema que existe uma coisa eu enfrento com clientes: produto seja de qualidade, barato e seja entrega em curto tempo! Na época que a Abril publicava os formatinhos com folha jornal, reclamavam que o material estava horrível e que a durabilidade era precária! Eu tenho uma Wolverine 14 aqui que estou com medo de abrir, de tão amarelada e ressecada deve estar a revista! E está ensacada e local arejado. Meu pôster Wolverine vs Capitão América da Abril está em 4 partes! Isso, sem falar que as publicações da Abril continham cortes de falas, de páginas e tals! Sem falar que a tradução era porca! Acredito que essa seja a realidade que as pessoas que estão reclamando sem pensar direito queiram! Eu não compro todos os títulos e não acompanho todos os meses! Estou dando mais preferência por encadernados de arcos que sei que poderão sair! Thor mesmo é um exemplo! Não peguei, porque sei que vai sair encadernado do Indigno Thor! O arco dos X-novinhos, que eu até achei que não sairia, saiu! Se eu soubesse, teria poupado uma puta grana! Mas, estou fazendo a devida troca! Revendendo meus exemplares regulares pra ficar só com os encadernados! Então, é questão mesmo de escolha!

      Agora se o problema são os mixes, mandem mensagens para a Panini e deem sugestão de fazerem como estão fazendo com a DC. Título único. Uma história, por título e pronto! Preço reduzido com boa qualidade! Lotem os e-mails e as caixas de comentários e mensagens diretas dos caras!

  • W.Santos

    Tudo papo furado. Nada me tira da cabeça que isso é o efeito “Amazon”.
    Mas, de certa forma, nós colecionadores temos a nossa parcela de culpa.
    Quando começamos a exigir a “gourmetização” dos quadrinhos ao pedirmos capas duras em tudo que é material (basta ver que as edições de Ms.Marvel em capa dura vendem bem mais do que em capa cartão – Guia dos Quadrinhos), o fim das revistas mix, o fim do papel Pisabrite, lombadinha formando painel, infinitas versões de um mesmo conteúdo (Guerras Secretas saiu em 3 formatos diferentes pela Panini e mais 1 pela Salvat em um pequeno intervalo de tempo), etc, etc… aí começamos a cavar nossa própria sepultura. O formato passou a se sobressair ao conteúdo. Os preços saltaram. Surgiu a Amazon “boazinha” oferecendo descontos. A Panini encontrou um ótimo cliente na multinacional e agora se mancomunaram para faturar mais confiando nos babacas (nós) que pensam estar pegando um pechincha.
    Minha sugestão: Não comprem capa dura de material republicado.
    Prefiram capa cartão ao capa dura.
    Prefiram as mensais (principalmente agora que vem tudo em papel LWC).
    Filtrem sua lista de compras.
    Não comprem por impulso.
    e, se nada disso funcionar, importem (dos EUA se sair mais em conta; ou da Romênia, se é que me entendem) ;)

  • frases_Mr.Satan

    A panini eu não sei mas a JBC melhorou bem a qualidade dos mangás.

  • Daniel Saks

    Querem saber, comprem Calafrio e Mestres do Terror. Os preços estão congelados desde Novembro de 2015, e suarei sangue para manter assim por 2018. Quero aumentar tiragem e ainda reduzir preço.

    Ainda garanto que a qualidade dos artistas no mínimo é igual à dos publicados pela Panini, aliás alguns deles estão lá também.

  • Damião Ferreira da Cruz

    Quando for lançada a revistinha do Visão eu acho que não vou me segurar… por favor, me ajudem!

  • Diêgo Silveira

    Senti até um quê de nostalgia… Saudades, linha Premium! De quando libertas-te-me do vício de comprar gibis rotineiramente assim como livraste a Abril de um público infantojuvenil que já não comprazia a editora. Saudades!

  • Dani

    A parte triste é ter uma Comic shop, como meu caso, que fica com 20% nos hq e 13% nos encadernados, ou seja, o volume que tem q ser vendido pra custear a loja é imenso e preço ruim piora horrores o negócio. Saudade do papel jornal…

  • 0-Drix

    Isso tá com cheiro de ‘custo braZil’!
    Desde os tempos que a Pixel detinha os direitos de Vertigo e Wildstorm que este papinho economicista e tecnicista abunda nos discursos dos editoriais de quadrinhos no Brasil. Assim com há 12 anos atrás, continuo achando que este pessoal deveria ficar caladinho e as editoras deveriam investir uma grana bacana numa assessoria de imprensa de verdade, ‘profissa’, de respeito, para fazer o trabalho de comunicação com os consumidores e o mercado de forma geral! Aliás, poderiam aproveitar e investir também uma grana bonita em revisão de texto de verdade, profissa, de respeito.

  • Josué Daniel

    Ué, inflação no Brasil? Quáquáquá “é a ‘primeira’ vez que ela está ‘abaixo’ da meta”!

  • Marcos

    Aumento injustificável. A inflação segundo o governo não ultrapassou os 3%, os aumentos salariais foram em média 2% ai a Panini aumenta os seus encadernados em 45% que conta maluca é essa que eles fizeram pra chegar nesses valores?

  • Vagner Gomes

    “os preços praticados pela Panini no Brasil são inferiores aos outros mercados internacionais.” Acho que eles não tem noção do mercado lá fora. O pessoal de Marketing é meio “trolado”.

  • Reginaldo Costa

    Muito se tem criticado a “gourmetização” dos quadrinhos. Concordo que tem coisas que não mereciam capa dura saindo neste formato. Mas eu acredito que no atual estado das coisas, tem que ter as republicações para o pessoal da velha guarda e os quadrinhos de banca mais baratos para atrair os novos leitores. Por isso acho legal a iniciativa da abril por exemplo com o novo gibi de “Ducktales”. Baratinho, simples e que qualquer moleque pode comprar com o dinheiro do lanche. O problema é que as bancas estão sumindo. Onde eles poderiam comprar isso? Talvez nos supermercados e farmácias… Ou nas megastores físicas.

  • Aquelas capas duras que eram 18,90/23,90 e foram pra 42,00 continuam sendo impressos na China/Indonésia?

    E que flutuação?

    Quase todo aumento tão grande assim é bem infundado…

  • hellbolha2

    O que me deixa mais indignado não é apenas aumento abusivo, pois a opção de não comprar (que é algo que venho praticando faz tempo) está aí. O que me deixa indignado é a quantidade de pessoas que defendem esse aumento mesmo com os argumentos vagos e pouquíssimos convincentes da Panini. O que acontece é que os quadrinhos, de um tempo pra cá, tem deixado de lado sua qualidade de mídia de massa pra se tornar uma mídia de nicho graças a um monte de gente que acha que o mundo dos quadrinhos precisa ser movido a capas duras e desenhos nas lombadas. Em suma, uma galera que esqueceu que o quadrinho tem, como função inicial, divertir e entreter e não virar simbolo de glamour e ostentação. Eu estou extremamente feliz em ver que muita gente de renome do Youtube está saindo em defesa do boicote e também não está se deixando levar pelas “explicações” vazias da Panini, mesmo aqueles que poderiam se beneficiar com a boa relação com a editora. Dá pra baixar o custo de muita coisa SIM! Os preços absurdos são praticados justamente porque tem quem pague sem questionar, como dito anteriormente! All Star Batman é um exemplo dessa palhaçada: 40 páginas com uma capa cartonada ao preço de R$9,90? Qual a desculpa? Tenho perdido o interesse em quadrinhos já há algum tempo, em parte pela qualidade dos títulos atuais, mas o maio motivo e essa gourmetização imbecil que o mercado sofreu. E a Panini não está ajudando em nada com esses posicionamentos…

  • Christian A. Drabek Freitas

    Panini, uma sugestão: diminuam o numero de titulos ou os junte em almanaques. Que tal voltar com superaventuras marvel, criem a superaventuras dc. Para um hobbie onde se reclama que não há renovação de leitores, vocês e a editora mythos não colaboram.

  • hellbolha2

    “Visando manter a qualidade editorial e gráfica de seus produtos, a Panini Brasil fez um realinhamento nos preços a partir de 01/01/2018.”

    “Grande” qualidade gráfica. Já comprei Berserk com páginas de cabeça pra baixo, Coleções Históricas Marvel com páginas embaçadas, sem falar em problemas em outras revistas que não leio mas já ouvi e vi reclamações.

    • Canoa Furada

      Cuidado pra não confundir os assuntos, “qualidade editorial e gráfica” não significa livre de erros, faz parte do processo de impressão e acabamento também. Nesses casos o correto seria a troca do material. Direito d oconsumidor.

  • W. W. Barros

    Fiquei com medo agora do preço da Trilogia do Infinito.

    Talvez vendam em esquema de consórcio.

    Ou aceitem cartão BNDES.

  • Marco Antonio Cardoso

    pega promoções nos sites, nos sebos, no ML, NA PqP!!!!!!!!!! … eu faço isso, e aumentei muito minha coleção, com revistas novas. pagar preço de capa neste país é para otário.

  • Marco Antonio Cardoso

    Emerson • 4 dias atrás

    “alta qualidade editorial e gráfica” Sei… Erros gramaticais em “edições definitivas”, encadernados com páginas coladas, material que era pra sair em capa cartão saindo em capa couchê, revista que saia com miolo couchê saindo em lwc, erros de padronização em produtos da mesma coleção…