Panini lança coleção com o Superman de Curt Swan

Por Marcelo Naranjo
Data: 9 abril, 2018

Nenhum outro artista na história dos quadrinhos tem seu nome mais ligado ao Homem de Aço do que Douglas Curtis Swan. Usando seu talento como desenhista e como contador de histórias, Swan trouxe ao herói um estilo mais realista do que qualquer um antes dele, sem nunca deixar de presentear os leitores com aventuras repletas de dinamismo.

Não à toa, o autor passou 30 anos de sua carreira sendo o homem por trás do sucesso do Último Filho de Krypton. Superman – Lendas do Homem de Aço – Curt Swan – Volume 1 (formato 17 x 26 cm, 180 páginas, R$ 26,90) honra a memória do lendário artista ao apresentar algumas das histórias mais incríveis arquitetadas por ele, nesse volume ao lado de Dennis O’Neil.

As histórias foram publicadas originalmente em Superman # 233 a # 238 e Superman # 240# 242.

A Panini Comics não divulgou quantos volumes terá a coleção completa.

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Weslei Alvarenga

    Fico tão feliz por saber que tem um novo volume desse formato “Lendas”. Como leior de super heróis a pouco tempo, ler os materiais antigos está sendo meu foco.

  • Douglas dos Santos

    Muito bom

  • Alexandre Pinto Harich

    Boas histórias !

  • Rafael Mattos

    Justa homenagem, tanto para Swan, quanto pro Azulão, em seus 80 anos de criação. Tomara que venha uma coleção do John Byrne também.

    • Alexandre Pinto Harich

      Um tijolão com o melhor de J Byrne 😁👍

  • Alexandre Floquet da Rocha

    É a saga Kryptonita nunca mais. Não lembro quantas vezes pedi para a Panini republicar essa HQ clássica. Sem contar que considero o Curt Swan o melhor desenhista do Superman em todos os tempos. Melhor notícia do dia. Cofre certo.

  • Alexandre Floquet da Rocha

    “A Panini Comics não divulgou quantos volumes terá a coleção completa”
    A informação do editor Bernardo Santana ao responder o questionamento dos leitores no site da Panini/DC diz que no momento será apenas esse volume.

    • James Howllet

      Hum…

      Enquanto isso a sua contraparte no Morcego, Jim Aparo, com toda a justiça deve estar batendo no quinto volume.

  • Marquito Maia

    Um dos volumes poderia reunir o material do gibi WORLD’S FINEST, “com seus dois heróis favoritos, Super-Homem, Batman & Robin, juntos numa aventura” (Dois que, na verdade, são três!!!! Santa gafe editorial, Batman!!!). Principalmente, as histórias com o Super-Homem composto!!! Bons tempos!

  • Douglas dos Santos

    Eu também

  • Dyel Dimmestri

    Este,sim,É O SUPERMAN!
    Trazendo,com certeza,HQs clássicas,tais como: “A sereia do espaço”,O Menino que roubou os poderes do Superman”, “O garoto que pediu para morrer”,”O incrível Capitão Strong”,”Este mundo precisa de um Superman?”,A saga do Superman de Areia,além de algumas doideiras das Eras de Prata e Bronze,como,por exemplo,”O filho satânico do Superman”,entre muitas outras!
    Só tá faltando agora o Superman do John Byrne e,correndo por fora,o Batman do Alex Toth pra festa ficar completa!!!

  • James Howllet

    Reconheço não gostar dele quando jovem, mas mesma forma que outros artistas também desprezados passei a simpatizar depois de mais velho.

    • FINASTERIDO

      é engraçado isso. Até a adolescência eu achava o traço de Swan datado, arcaico etc… rsrsr agora, com o passar dos anos, depois de ver excelentes artistas trabalhando com o azulão, eu tenho outra perspectiva. Swan representa uma época, e tem um traço realmente muito marcante. No fundo, nós e que mudamos.

  • James Howllet

    Byrne, Gil Kane, Garcia López,Jim Starlin, Gary frank, Neal Adams, Adam Kubert e…o meu favorito de todos os tempos: Frank Quitely!

  • James Howllet

    Também…

    Seu Super parecia velho demais…duro…sem graça e fantasia.

    Mas num é que Eu passei a simpatizar com a arte dele depois de sair da adolescência!!!

  • Luiz Paulo Mendes Junior

    achei que ia sair a fase do gil kane!

  • José Marçal Jr.

    Shut up and take my money! kkk

  • Aster Yupio

    Finalmente! Que seja apenas o primeiro.

  • Alessandro Souza

    Quando eu tinha uns 10 anos só conhecia o super pelos desenhos dos superamigos. Gostava do personagem, mas gibi, nada. Até que me caiu nas mãos um almanacão da EBAL em preto-e-branco com umas 200 páginas cheio de histórias. Quase tudo desenhado por esse cara. Posso dizer que virei fã na hora. As histórias eram, ao contrário do que muitos fanboys acreditam hoje, muito criativas. Os desafios a que o homem de aço era submetido, não envolviam seus poderes, mas sua inteligência. E o herói sempre vencia!!!!

  • Dyel Dimmestri

    Só pra constar;Além do Super,outro célebre personagem,nascido em 1938 também chega aos 80 aninhos…O nosso querido SPIROU,um dos grandes êxitos da HQ franco-belga,cujas aventuras somente agora estão sendo publicadas no Brasil,num belíssimo trabalho da editora SESI-SP.

  • FINASTERIDO

    concordo com você… depois de tantas invencionices, se podemos escolher um verdadeiro Superman, é o de Swan.