Panini lança graphic novel de Star Wars – Episódio V – O Império Contra-Ataca

Por Samir Naliato
Data: 3 fevereiro, 2016

Continuando a publicação de graphic novels em capa dura adaptando os filmes de Star Wars, chegou a vez de a Panini Comics lançar Star Wars – Episódio V – O Império Contra-Ataca (formato 17 x 26 cm, 112 páginas, R$ 26,90).

A história foi publicada originalmente em 1980, entre os números # 39 e # 44 da revista mensal Star Wars, da Marvel Comics. Para este relançamento, a arte foi totalmente recolorida digitalmente pela editora norte-americana.

O roteiro é de Archie Goodwin, com desenhos de Al Williamson e Carlos Garzon.

Enquanto se recuperam da destruição da Estrela da Morte, as forças imperiais localizam a nova base rebelde no planeta gelado Hoth. Conseguirão as tropas do Império localizar Luke Skywalker, ou será que um wampa fará o serviço antes? E os sentimentos se afloram no mais famoso triângulo amoroso da galáxia, enquanto caçadores de recompensa seguem no rastro de Han Solo.

Luke vai ao isolado e pantanoso planeta Dagobah para terminar seu treinamento com o venerado Mestre Yoda, mas o imperador tem seus próprios planos malignos para o jovem herói. É então que começa a batalha pela alma de Skywalker. Para se tornar um Jedi, ele precisa eliminar todo o medo e raiva de seu coração, mas seus sentimentos mais sombrios o atraem perigosamente para o Lado Negro.

Os volumes anteriores publicados pela Panini foram Star Wars – Episódio I – A Ameaça Fantasma, Star Wars – Episódio II – Ataque dos Clones, Star Wars – Episódio III – A Vingança dos Sith e Star Wars – Episódio IV – Uma Nova Esperança, todos em 2015.

Star Wars – Episódio V – O Império Contra-Ataca

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Al Williamson é o cara!

  • marco santiago

    Al Williamson é maestro, master, deus….

  • Williandi Albuquerque

    Lançamento imperdível graças à maravilhosa arte do saudoso mestre Alfonso. Mas a colorização original, na minha opinião, casava melhor com o traço de Williamson.

  • Heberton Arduini

    Sempre esperei essas republicações. Agora que finalmente saiu no Brasil aparece outra versão… Coisas da vida. Felizmente prefiro a colorização original e não serei tentado a esse repeteco. Mas pra auem não tem até que tá valendo. Ainda bem que o mercado por aqui continua aquecido com varias versões para escolha.

  • Por acaso essas edições saíram ou irão sair pela coleção da Planeta D`Agostini?

  • Essa edição saiu durante os “clássicos” da D’Agostini”.

  • Williandi Albuquerque

    A adaptação saiu em duas partes da coleção da D’Agostini, nos volumes 4 e 5 dos”clássicos”. Mas vinha junto com material de outros autores o que talvez não seja do interesse de muitos. Sem contar que o preço dos dois volumes somados é maior do que este volume único. A vantagem é que os da D’Agostini são com as cores originais da década de oitenta levemente adaptadas pra o papel melhor.