Primeiro volume de Os Anos de Ouro de Mickey está à venda

Por Marcelo Naranjo
Data: 13 março, 2017

A Editora Abril acaba de lançar Os Anos de Ouro de Mickey: 1930-1931 (formato 26,5 x 20,5 cm, 168 páginas, capa dura, R$ 59,90).

O leitor confere, em ordem cronológica, as primeiras tiras do famoso personagem, que contou com colaboração nos roteiros e arte do próprio Walt Disney, e dos artistas Ub Iwerks, Win Smith e, posteriormente, Floyd Gottfredson, que se tornaria o grande criador à frente das tiras do ratinho.

Com matérias explicativas, a obra faz uma viagem no tempo aos primeiros passos do Mickey na mídia impressa, incluindo muitas piadas, gags e algumas situações que hoje não passariam no crivo do politicamente correto, além da primeira aparição de diversos coadjuvantes.

Um importante resgate histórico. A coleção terá, no total, 37 volumes.

• Outros artigos escritos por

.

  • VAM!

    Olá Marcelo,
    Essa é só pra aficionados mesmo. Trinta e sete edições, mesmo considerando o possível desconto de 20% das megastores é um senhor investimento.

    Outro sinal de que o mercado de coleções de HQ está realmente em crescimento.

    Abs,
    VAM!

  • Diego Berlezi Ramos

    37 volumes a R$ 59,90? A abril forçou a barra desta vez, mesmo sendo uma coleção muito interessante.

    • helio

      Aprendeu com a Eaglemoss.

      • Diego Berlezi Ramos

        Aham. É só questão de tempo para subirem o valor para 69,90, 79,90 e por aí vai. Com 37 volumes é impossível não ocorrerem reajustes de preço. Desta forma, só chegará no final da coleção quem está na lista da Odebrecht.

        • Cristen Charles

          Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…Diego Berlezi, que Bolsonaro que nada, o mito é você com esse comentário!

  • Jamerson Albuquerque Tiossi

    A Abril está mudando sua estratégia e se concentrando em um público de alta renda e saudosista. Não sei se funciona a médio prazo, mas há material legal seja nas tiras, seja nas reedições de Carl Barks. No entanto, gostaria de comparar com “Peanuts” e “Hagar”, ambas da Cia da Letras: uma capa dura não está acrescentando nada e afastando aqueles que contam os centavos.
    Mas o problemas somos nós que queremos ter tudo!

    • lcmpereira .

      Acho que Peanuts e Hagar são da LPM. Um abraço

      • helio

        Em 2015 a submarino estava vendendo Peanuts por 49 reais dois volumes. Acabei pegando os 4 primeiros volumes, devia ter pego o restante. Hoje me arrependo só de ver os preços desanima.

  • Alexandre Pinto Harich

    Infelizmente vou continuar só com o Donald , estes preços estão uma pouco acima do que vejo no mercado nacional.

  • Josival Fonseca

    Deveriam lançar isso em capa cartonada mesmo pra baratear o custo para nós leitores. Gosto de capa-dura, mas já está contaminando todas as editoras em elevação de preços e vendas, sem contar que toma mais espaço na estante.

    • Diego Berlezi Ramos

      Eu não sei mais o que fazer com tanta capa dura. É bonito, é legal, mas até coisa que não precisaria tem sido feita com esta encadernação. A minha estante já está dobrando por causa do peso.

      • MJ Bondius

        A minha já dobrou, quebrou, comprei uma novinha e voltou a dobrar.

  • Tadeu Olivetti

    Embora cara, essa coleção vale cada centavo aplicado.
    Floyd Gottfredson está para o Mickey, assim como Carl Barks está para os patos.
    Já comprei o primeiro volume e farei um esforço enorme para comprar toda a coleção.

    • VAM!

      Sei que a muito espera por essa coleção, vide seus comentários no PlanetaGibi, mas bem melhor seria se o esforço não fosse tão grande.

      De qualquer forma, boa sorte na coleção.
      Abs,
      VAM!

  • Tadeu Olivetti

    Em tempo; nas livrarias virtuais há descontos de mais de 20% sobre o valor de capa.

    • VAM!

      Sim há descontos maiores, mas não para toda e qualquer publicação. Acaba que os 20% são trabalhados como o padrão por todas as livrarias.

      Abs,
      VAM!

  • Heberton Arduini

    Edição imperdivel. Depois do Paul Murry enfim o Mickey que vale.

  • Marcelo Pinheiro de Vasconcell

    Eu farei a coleção, vou comprar pela internet com desconto. Acho que vale a pena.

  • Adriano Leonardo Ribeiro Lima

    Uma celebração conveniente para o registro de criação e desenvolvimento de um personagem em tiras clássicas.Uma Boa referência de conteúdo para pesquisa no Curso de Tiras em Quadrinhos. Muito embora as tiras em quadrinhos, estejam ficando mais raras em jornais impressos tradicionais, elas continuam sendo um caminho ideal para todo iniciante no desenho que deseja começar um trabalho com quadrinhos.

  • MJ Bondius

    37 volumes! Caceta, desse jeito terei de alugar uma mansão só para guardar a minha coleção de comics!!

  • Maximus, o Despachante

    Considerando, por exemplo, os 60 volumes da Eaglemoss por 49,99 e a “coleção vermelha” da Salvat, ambas com histórias em sua maioria sofríveis, ayté que não está assim tão caro.
    A importância histórica dessa coleção é inegável. Junto com o Pato Donald do Carl Barks são as 2 mais importantes coleções sendo publicadas no país.
    Com os eventuais descontos acho que vale a pena.
    Duro é arrumar lugar pra guardar.