Proac 2019: confira os selecionados

Por Sidney Gusman
Data: 9 outubro, 2019

Diário Oficial divulgou hoje os projetos selecionados pelo Proac – Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo, no Concurso de Apoio a Projetos de Criação e Publicação de Histórias em Quadrinhos no Estado de São Paulo, em 2019.

Este ano, a dotação total era de 600 mil reais, e o proponente podia solicitar até 60 mil reais para o seu projeto. O edital de convocação não esclarecia quantos seriam os contemplados, mas foram 11, totalizando R$ 546.446,00. Confira abaixo os nomes dos projetos, seus respectivos autores e a verba que cada um solicitou.

Depois que os sinos dobram, de Vitor Flynn Paciornik – São Paulo/SP – R$ 59.727,00

Crisálida, de Vinicius França Velo – Piracicaba/SP – R$ 45.000,00

Lovistori, de Alcimar Mendes Frazão – São Paulo/SP – R$ 46.000,00

A missão, de João Marcos de Oliveira – São Carlos/SP – R$ 38.290,00

Apagão – Fruto proibido, de Raphael Fernandes dos Santos – São Paulo/SP – R$ 48.305,00

Tsugaru – Uma fábula sobre o Shamisen de Aomori, de Guilherme de Sousa Petreca – São Caetano do Sul/SP – R$ 55.140,00

Dino Hazard Comics, de Tito Aureliano Neto – São Carlos/SP – R$ 59.984,00

Brega Story, de Gidalti Oliveira Moura Junior – São Paulo/SP – R$ 60.000,00

O último tamoio, de Rafael de Oliveira – São Paulo/SP – R$ 60.000,00

Exu Dumas, de Antony Mazza da Silva – Jaú/SP – R$ 60.000,00

Espetaculare Meneghetti, de Oskar Dimitry Rizzo Arêas – Mauá/SP – R$ 60.000,00

Além disso, foram selecionados sete projetos suplentes, listados a seguir:

Abaúna nos campos de Piratininga, de José Custódio Rosa Filho – São Paulo/SP – R$ 59.950,00;

Morte, de Carlos Henrique Ruas Bon – São Paulo/SP – R$ 49.380,00

Orbital, de Pedro Marconi Silvério ­– São Paulo/SP – R$ 45.000,00

Barrela – Plinião em quadrinhos, de Ricardo Martins de Barros – São Paulo/SP – R$ 54.500,00

O fantasma da ópera em São Paulo, de Larissa Paiva Palmieri – São Caetano do Sul/SP – R$ 55.200,00

Diana, de Camila de Pieri Fernandes – São Caetano do Sul – R$ 60.000,00

Como aconteceu nos últimos anos, pelo menos 50% dos selecionados deveriam ser de fora da capital. E 20% deles são de autores que nunca publicaram quadrinhos.

Nesta edição do Proac, diferentemente do que aconteceu nos anos anteriores, a Secretaria de Cultura informou ao Universo HQ que os nomes dos integrantes da comissão julgadora só serão divulgados quando os 11 selecionados forem efetivamente contemplados.

Para isso, todos precisam passar pela análise da documentação, que foi enviada no momento da inscrição no concurso. Em caso de impedimento de algum dos selecionados, um suplente ganha a vaga do titular desclassificado.

 

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Gabriel Manetti

    Por favor, onde vocês pegaram esse resultado? E quando saiu? Obrigado