Procura-se uma página dominical dos Peanuts

Por Marcus Ramone
Data: 7 março, 2007

A editora norte-americana Fantagraphics está à procura de uma página
dominical antiga dos Peanuts para escanear, tratar e inserir em
um dos próximos volumes da coleção The Complete Peanuts, série
de coletâneas que pretende reeditar todas as tiras clássicas dos personagens
de Charles Schulz.

Peanuts

Publicado no dia 7 de novembro de 1965, o material mostrou-se
um item raro: não foi encontrado nenhum exemplar dessa página, muito menos
o painel original.

Tanto nos arquivos de Schulz quanto nos da United Feature Syndicate
(distribuidora das tiras dos Peanuts para jornais e revistas),
não existe nada desse artigo em condições de republicação. Os editores
conseguiram apenas uma cópia xerocada, cujos tons de cinza impossibilitam
uma boa edição sem alterações significativas na arte original.

Certamente irá surgir um colecionador que tenha a página e pedirá uma
alta quantia pelo uso dela, ou até mesmo irá vendê-la por valores astronômicos.
É a praxe no mercado de colecionáveis norte-americano.

E não só por esse critério adicional de raridade. Tiras antigas de Snoopy,
Charlie Brown e seus amigos têm atingido lances
espantosos
em leilões realizados nos Estados Unidos.

Há quase dois anos, aconteceu outro fato
interessante
envolvendo artigos raros dos Peanuts. Um colecionador
encontrou e divulgou um tablóide promocional com oito páginas de uma história
em quadrinhos institucional, escritas e desenhadas por outro artista,
em que aqueles personagens mostravam aos leitores as instalações do jornal
The Des Moines Register and Tribune de Iowa, nos Estados Unidos.

Assim como no caso da página dominical, não existia nada guardado nos
arquivos do Syndicate ou de Charles Schulz. Pior: Nenhuma dessas
partes sabia da existência do material publicado naquele centenário jornal.
Ou, pelo menos, o criador dos Peanuts jamais revelou se negociou
os roayalties sem a participação da United Feature Syndicate.

• Outros artigos escritos por

.

.

.