Projeto Corsários: autor usa fotografias para criar narrativa em quadrinhos sobre pirataria no século 18

Por Samir Naliato
Data: 29 julho, 2020

Em 2019, o fotógrafo e ilustrador Samuka Marinho lançou, de forma independente, uma graphic novel diferente: Projeto Corsários, criada inteiramente com fotografias de pessoas reais para criar a narrativa.

Agora, a obra está sendo relançada em parceria com a Amazon Brasil e está em pré-venda com frete grátis para usuários Prime, com lançamento em setembro.

Usando o cupom CORSARIOS20 no momento de fechar o pedido na Amazon, a graphic novel terá 20% de desconto. Válido até o dia 30 de agosto.

Projeto Corsários – Os Senhores do Novo Mundo tem formato 21 x 28 cm, 192 páginas, capa dura e custa R$ 79,00. A obra homenageia os 300 anos da fase mais intensa da chamada “Era de Ouro da pirataria”, relatando um dia intenso na vida dos piratas e corsários das Antilhas.

No início do século 18, a fim de fortalecer sua armada, a Inglaterra contratou e converteu navios e tripulações particulares em membros da Marinha Real, transformando-os em corsários.
Com o fim da Guerra da Rainha Ana, essa gigantesca frota paramilitar ficou ociosa e muitos passaram a viver à sombra das bandeiras negras.

Induzidos por grandes líderes, esses novos piratas formaram alianças, tornando-se um infortúnio naval mercante para as nações europeias. Para garantir o futuro comercial no Novo Mundo, um navio de guerra foi enviado às vésperas da posse do novo governador das Bahamas com o objetivo de averiguar os boatos sobre uma insurreição marítima.

A criação da obra foi dividida em quatro etapas: produção, fotografia, pós-produção e editoração. Cada uma delas durou aproximadamente seis meses, e toda a pesquisa, roteiro, fotografia, arte, figurino, cenografia, maquiagem, iluminação e mais foi feito pelo autor.

Veja abaixo um preview da graphic novel.

.

Projeto Corsários - Os Senhores do Novo Mundo

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Andre Freitas Eudentista

    Valeu a dica

  • Tarcísio Marques

    Experimentalismo em quadrinhos. Muito bom.

  • Leandro

    Eu tive a oportunidade de adquirir na CCXP do ano passado. Recomendo, o trabalho é belíssimo, cada página uma obra de arte.