Promethea, Vampiro Americano, Lua do Lobo e outros lançamentos da Vertigo

Por Marcelo Naranjo
Data: 5 outubro, 2017

Confira os lançamentos do selo Vertigo, da Panini Comics, programados para os meses de setembro e outubro.

Já está nas bancas Art Ops – Agentes da Arte 1 – Como Iniciar um Tumulto (formato 17 x 26 cm, 144 páginas, R$ 24,90). O título tem roteiro de Shaun Simon com arte de Michael Allred e Matt Brundage.

Reggie Revolt não é exatamente um salvador cultural. Filho de mãe solteira, cresceu passando muito tempo sozinho e virou um rabugento preguiçoso pra quem o mundo da arte se resume ao pixo nas paredes do beco onde compra a erva que fuma. A mãe dele, no entanto, não tem um trabalho dos mais comuns. É a chefe de uma organização secreta chamada Agentes da Arte, cuja missão é proteger os tesouros artísticos do mundo – o que é muito mais trabalhoso do que alguém poderia pensar pela descrição.

O filho sempre evitou a cena cultural da mãe, mas um encontro devastador com as forças sombrias que ameaçam as obras-primas do mundo o contaminou com o caótico poder das artes. Quando toda a organização liderada por sua mãe desaparece, deixando desamparado o mais recente resgate – La Gioconda, a Monalisa em pessoa –, cabe a Reggie e a uma trupe de amigos (o que inclui um agente superpoderoso que escreve seriados, uma garota dos anos 80 ícone dos videoclipes que só quer saber de se divertir e uma adolescente suburbana vendedora de roupas numa loja no shopping center) entrar em ação e descobrir o que aconteceu. Mas eles terão a bagagem necessária para encarar o lado escuro da criatividade humana?

Promethea – Edição Definitiva – Livro Dois (formato 18.5 x 27.5 cm, 520 páginas, R$ 145,00), série com roteiro de Alan Moore e arte de J.H. Williams III. A edição já está em pré-venda na Amazon Brasil com 20% de desconto.

A vida de Sofia Bangs saiu de controle desde o dia que a jovem decidiu fazer seu trabalho de conclusão de curso sobre a figura mitológica de Prometeia. Quando foi entrevistar Barbara Shelley – esposa do último escritor a escrever sobre a personagem e última mulher a encarnar a entidade – para a pesquisa, a vida da jovem estudante cruzou com a da lenda e seus caminhos tornaram-se um só.

Assim, Sofia descobriu uma nova dimensão sobre a lenda de Prometeia e passou a explorar uma trilha mística pela Imatéria, através das múltiplas camadas que envolvem nossa realidade.

Cada novo passo na Imatéria leva a experiências de alteração de consciência, encontros lendários, novos conhecimentos e formas de ver e lidar com o mundo. Mas desafios e inimigos aguardam Sofia tanto na Imatéria quanto na Terra, fazendo com que a jornada em busca da sabedoria seja repleta de obstáculos.

Este segundo volume completa a saga da personagem e inclui Promethea # 17 a # 32, trechos de Tom Strong # 36, Tomorrow Stories Special # 2, America’s Best Comics 64 Page Giant, The ABC Sketchbook, o roteiro completo de Promethea # 29 e um minipôster apresentando Promethea # 32 na forma como foi originalmente concebida.

Lua do Lobo (formato 17 x 26 cm, 160 páginas, R$ 23,90) tem roteiro de Cullen Bunn e arte de Jeremy Haun. Este volume publica a minissérie Wolf Moon na íntegra.

Qualquer que seja o nome, a fera que surge sob a lua cheia e mata sem piedade rendeu mitos e lendas por séculos. Alguns pensam que é uma maldição. Outros dizem que é uma doença. A verdade é ainda mais terrível. O Lobo é um espírito que passa de uma pessoa a outra. É uma possessão que sequestra o corpo do hospedeiro e o faz matar todos a quem ama.

E, então, ele abandona o corpo, deixando a vítima transtornada por tudo que fez. Muitos não conseguem conviver com a culpa. Outros são mais fortes. Alguns se tornam caçadores dedicados a perseguir o monstro que acabou com seu mundo.

Dillon Chase é um deles. E a busca por vingança do Lobo está prestes a revelar horrores que ele mal pode imaginar. Porque Dillon não é o único caçador por aí – e o Lobo não é o único predador

John Constantine – Hellblazer – Demoníaco – Volume 5 – Até o Último Homem (formato 17 x 26 cm, 176 páginas, R$ 25,90) é o quinto volume da fase com Paul Jenkins no roteiro, com arte de Sean Phillips e Charles Adlard, reunindo as edições # 108 a # 114 da série John Constantine – Hellblazer.

Bruxo. Trapaceiro. Punk decrépito. Sacana incorrigível. John Constantine já foi diversas coisas ao longo de sua longa e sinistra carreira – uma vida passada no difícil equilíbrio sobre a linha que separa o mundano do sobrenatural. Mas se tornar um cavaleiro da maldita Távola Redonda? Nem é algo tão inimaginável quanto parece, se pensarmos que toda a Inglaterra está rapidamente degringolando rumo a um caos infernal místico. Albion queima e algo está destruindo os laços que mantiveram a antiga ilha inteira desde o início dos tempos.

Dragão, mago, demônio – como quer que você o chame , o poder de Merlin cresce uma vez mais e ele está determinado a levar a cabo a empreitada de sua vida imortal para se vingar de Deus. E só um homem parece capaz de impedi-lo: o lendário rei cuja alma está comprometida em defender o reino através dos tempos. Quem será o azarado que ficou com a tarefa de desenterrá-lo das profundezas?

Vampiro Americano – Volume 7 (formato 17 x 26 cm, 144 páginas, preço não divulgado) continua a saga que conta com roteiro de Scott Snyder e arte do brasileiro Rafael Albuquerque.

1965. Faz dez anos desde que os últimos Vampiros Americanos se encontraram. Dez anos desde que Skinner Sweet e Pearl Jones forjaram uma frágil trégua e cada um tomou o próprio rumo. Mas, naqueles dias, a sociedade americana começou uma transformação: a corrida espacial, a contracultura, uma guerra mortífera do outro lado do mundo.

Pearl converteu a fazenda da família no Kansas em um refúgio para almas perdidas fugindo de predadores – sejam humanos ou vampiros. E Skinner, mais uma vez, se reinventou e agora é um novo tipo de predador: rouba contrabandistas e traficantes ao longo da fronteira com o México.

Mas algo muito antigo está vindo acabar com o novo mundo. Eles o chamam de O Negociador. Um milênio atrás, a primeira infecção criou uma raça de monstros – uma cadeia evolucionária constantemente em mutação da qual Skinner e Pearl são os elos mais recentes –, e essa tenebrosa criatura tem um segredo. Seus seguidores são uma legião. Seu poder é inimaginável. E, aonde quer que vá, o Inferno segue com ele.

Monstro do Pântano – Raízes do Mal – Volume 4 (formato 17 x 26 cm, 136 páginas, R$ 25,90) tem roteiro de Mark Millar e arte de Phil Hester, Kim DeMulder, Jill Thompson, Phil Jimenez e Tatjana Wood.

Anna, uma misteriosa escritora, surgiu na vida do Monstro do Pântano e o levou a uma jornada através de águas turbulentas e em meio a uma torrente de histórias. Ela escreveu um livro de contos e tentou tirar a própria vida na sequência. Mas sua coletânea estava incompleta e, ao que tudo indica, só vai conseguir descansar em paz quando, de alguma forma, acabar o livro.

A autora acredita que o Monstro é a peça que falta para que todas as histórias se encaixem e a obra finalmente esteja pronta para ela poder, enfim, partir para a eternidade. Pelo menos, isso é o que está na superfície, e o Elemental agora vai mergulhar em outros mundos em busca do que está por trás do livro e da escritora.

O caminho ainda será tortuoso, e Alec terá de reviver momentos dolorosos do próprio passado, até que a verdade venha à tona. A jornada pelo universo criado pela escritora é concluída nesta edição.

 

• Outros artigos escritos por

.

  • Gabriel Fernandes

    Promethea com a edição #32 em poster <3 Valeu a pena esperar 2 anos.

    • Cristiano Cruz

      Agora é contar com uma excelente promoção da Saraiva ou Amazon e conferir está tão esperada conclusão.

      • Nibiru_son

        20% comprando 4 hj.
        Já tem 20.

    • Juliana Sales

      Também estou ansiosa. E relaxem que daqui a uns meses o preço vai estar bem mais baixo em lojas tipo Saraiva.

  • Jotape Ferreira

    Olha essa capa do Monstrão, hehehe… Cofre!

    • Juliana Sales

      Apesar de eu achar que essa fase decaiu um pouco, a arte não deixa de ser incrível.

  • Eu queria:
    ( ) Capa dura
    ( ) Poster
    ( ) Roteiro completo
    ( ) Sketchbook
    (x) Preço acessível

    O que a Panini me oferece? Pois é. Mais um que não vou comprar.

    • Juliana Sales

      Cara, espere um ano e compre no site da Saraiva. Eu paguei em Sandman 86 reais, 54 reais em Watchmen, 14 reais no Constantine, isso só para exemplificar. O segredo é cultivar a paciência e esperar.

    • Pedro Ribeiro

      boa!!!

  • Tiago Sitônio

    Pessoal, essa fase Demoníaco de Hellblazer é boa? Fiquei interessado por ser do Paul Jenkins, adorei o trabalho dele na série dos Inumanos e em O Sentinela. E tem desenhos do Sean Philips, sinto falta de bons desenhistas em muitas séries da Vertigo.

    • Gustavo Campello

      Eu particularmente acho a fase do Jenkins a mais fraca do Constantine… Opinião minha

      • Tiago Sitônio

        Valeu, Gustavo. Tava até torcendo que não recomendassem que não tá dando pra comprar todas as HQs que quero. :P

    • Tiago Salviatti

      Eu (que resenhei alguns dos primeiros volumes da série) acho que é a melhor fase do personagem. Com menos altos e baixos nos roteiros (que existe em todas as outras fases) e com uma sequência espetacular de boas histórias, combinando o que tanto Garth Ennis quanto Jamie Delano estruturaram de melhor.
      Focando só no que tem de muito bom/excelente, o arco Massa Crítica (volume 2 de Demoníaco), a edição 100 (com Constantine encontrando seu pai no inferno), a edição 120 (o especial de 10 anos da série cheio de participações especiais e uma história genial) e as edições com o ‘Pastor’ (97 e o arco final ‘subindo a escada para baixo’). Ainda gosto do arco ‘Até o último homem’ com sua abordagem sobre os mitos arthurianos e colocando o mago canalha contra Merlin.
      Gosto bastante do equilíbrio de Jenkins em dosar tanto humor, momentos sérios e tensos (e de verdadeiro horror)…
      Sei que não é a opinião mais popular – a fase vendeu bem pouco e só foi publicada em encadernados na íntegra bem recentemente nos EUA – mas eu acho que vale bem a pena, sim.

      • Tiago Sitônio

        Pô, Tiago! Assim você acaba com minhas economias!

    • helio

      Não curti muito essa fase não, muito fraca.

  • Gabriel

    Essa edição da Promethea parece que tá incrível.

  • Izaias teodoro

    Art Ops é muito fraco, custei a terminar as 12 edições.

    • helio

      Só pela capa e pelo título dá pra ver que é bem fraquinha.

  • Dimas Mützenberg

    Alguém saberia dizer quais os planos para Homem-Animal? Quantos volumes ainda vão sair, se vai encerrar na fase do Delano ou entrará na fase Jerry Prosser, etc. Valeu.

    • Eduardo Faria Guimarães

      São 85 edições no total,ainda terá uma boa quantidade de volumes.

  • Nibiru_son

    Acabei de comprar Promethea por 92 na Saraiva.
    Eles estão com promoção de 20% comprando 4 livros.
    Comprei Blade 11 por 25, Gotham 4 por 40, Vingadores Infinito novo por 18.
    Valeu a pena.

  • Se ao menos um dia lançassem o Miracleman ao moldes desse Prometheia…

  • Dyel Dimmestri

    Os títulos são interessantes.Aproveitando o fato de que a Vertigo faz 25 em 2018,gostaria de sugerir alguns títulos já fora de catálogo ou inéditos,que a Panini poderia investir,tais como Orquídea Negra do Neil Gaiman e Dave McKean-e não apenas a Graphic Novel,como também a série regular,que deu continuidade à história,até hoje inédita por aqui; Sandman:Teatro do Mistério-só tivemos os quatro primeiros arcos de aventuras de Wesley Doods,o Sandman da Era De Ouro por aqui (“O Tarantula”,”O Bruto”e “O Face”pela Editora Abril;e “A Vamp”pela editora Metal Pesado). O restante delas (“The Butcher”,”The Phantom Of The World Fair”,”Sleep Of Reason”,entre outras)nunca foi publicado no país;Army At Love,curiosa e ácida sátira ao militarismo;a “Santíssima Trindade”do escritor e cartunista Kyle Baker:Why I Hate Saturn (comédia de costumes,vencedora do Prêmio Eisner),I Die At Midnight (sátira aos filmes de ação hollywoodianos)e The Cowboy Wally Show(demolidora sátira ao mundo do show bussiness);Scarab,uma das poucas séries da fase inicial da Vertigo que nunca foi lançada no Brasil;Vamps,que abordou o universo dos vampiros,bem antes de Vampiro Americano;Visões de 2020-a minissérie que chegou a ser publicada no Brasil pela editora Abril e sua série regular,que permanece inédita no Brasil;Moonshadow,que originalmente foi publicado pelo selo Epic,da Marvel,e que depois foi reeditado pela Vertigo,com capítulos extras;A Mão Invisível;O Sistema,de Peter Kuper;Menz Insana;Chiaroscuro(inédito no Brasil)e Como Matar Seu Namorado.
    Alguém tem outras sugestões?