Providence e Cinema Purgatório: mais duas obras de Alan Moore pela Panini Comics

Por Samir Naliato
Data: 16 agosto, 2018

A Panini Comics lança mais dois trabalhos do aclamado escritor Alan Moore para o Brasil, ambas publicadas originalmente nos Estados Unidos pela editora Avatar Press.

As edições já estão disponíveis na Amazon Brasil.

Providence – Volume 2 (formato 17 x 26 cm, 184 páginas, capa dura, R$ 55,00) conta com desenhos de Jacen Burrows e é continuação do volume anterior, que chegou às livrarias brasileiras em 2017.

Robert Black continua sua busca por uma história, mas tudo que encontrou é um mundo de miséria e desgraça. A cada passo, ele se torna um homem quebrado, que começa a aceitar que horrores dignos de pesadelo são reais e se escondem da vista de todos apenas pelo fino véu da sanidade. Um mergulho no que há de mais assustador na obra lovecraftiana. Este volume reúne as edições Providence # 5 a # 8.

Providence - Volume 2

Cinema Purgatório (formato 17 x 26 cm, 152 páginas, capa dura, R$ 46,00), projeto encabeçado por Alan Moore.

Essa antologia de terror – que ainda conta com nomes consagrados do mercado de quadrinhos mundial, como Garth Ennis, Christos Gage e Kieron Gillen – mostra o que esse poderoso gênero das quadrinhos tem a oferecer. Com arte de Kevin O’Neill, Raulo Caceres, Michael DiPascale, Ignacio Calero e do brasileiro Gabriel Andrade, Cinema Purgatório é um quadrinho único, fruto da imaginação de uma lenda e do talento de criadores incomparáveis.

Este volume reúne as edições Cinema Purgatorio # 1 a # 3.

Cinema Purgatório

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Essa edição de Cinema Purgatório tem pelo menos metade das páginas com roteiro do Alan Moore ou é uma enganação ao estilo do encadernado de Monstro publicado pela Mythos, onde não há nem 20 páginas do Moore?

  • Mauro

    Oba! Finalmente o volume 2 de Providence! Obrigado Panini.

  • FINASTERIDO

    PROVIDENCE passou longe…. muito longe das expectativas. É uma obra hermética e a meu ver exclusiva para quem adora Lovecraft. Moore fez uma obra para si, para homenagear um dos seus autores favoritos. CINEMA PURGATORIO tem pouca coisa de Moore, e o que há lá também não tem nada de relevante.

    • Mercenario .

      KKKKKKKKK porra careca,

      não desmascara assim na cara dura.
      Eles põe Alan Moore pra vender

      • FINASTERIDO

        ihhhh…É MESMO… DESCULPA, pessoal! no fim das contas, é melhor um Alan Moore ruim do que a maioria das besteiras que estão à venda!!!!

    • Rodrigo Scama

      eu achei Providence muito chato. Minha impressão é que Moore não quer mais fazer quadrinhos. Tanto que as partes mais bacanas são aquelas em texto

      • FINASTERIDO

        SIM… tenho o original em ingles e a terceira parte é a pior de todas. Chato é pouco rs

        • Marcos

          Já li Providence, e confesso que a leitura é dificil, pelo fato de eu não conhecer a obra de Lovecraft, então boiei bastante. Acho que preciso ler mais uma vez, ou duas, três…rs

      • Jamerson Albuquerque Tiossi

        Algo interessante para dizer é que as obras para Avatar foram produzidas pelo estigma de quitarem uma dívida com o imposto de renda.

  • Claudinei Pinas

    Providence é fenomenal. Que venha o terceira (e último) volume logo.

  • Into

    Bem que poderiam relançar Neonomicon… no mais, se Providence continuar no mesmo pique do volume um, tem tudo pra ser uma das minhas favoritas do Moore.

  • Eli Morenno

    Uma obra já concluída em abril 2017 nos EUA, HÁ MAIS DE UM ANO! E a Panini lançando em pílulas com intervalo de meses. Mas a edição ficou ok.

    • Cristiano Cruz

      Providence ou Cinema Purgatório?

      • Eli Morenno

        Providence

  • Southern Cimmerian

    Opa! sou fanzão de Lovecraft, mas como perdi o volume um de Providence, e como já tá esgotado, infelizmente vou passar esse volume 2, não gosto de coleção incompleta.
    Aliás esse é um grande problema de coleções no Brasil, as editoras lançam o volume 1 e depois de um tempo (às vezes longo) lançam o volume 2 ou demais, mas acontece que quem tem conhecimento da coleção posteriormente até se interessaria em colecionar, mas quando vê que já existem volumes faltantes, acaba não se interessando por comprar os outros volume, e esses acabam por vender menos ou abaixo do esperado, correndo o risco de cancelarem os posteriores. Sei que é difícil ficar relançando volumes antigos, mas ao menos em casos como este, quando saísse o vol. 2 poderiam relançar o vol. 1 para tentar buscar novos leitores e assim manter um interesse maior com relação aos volumes que poderão ser lançados. Só uma idéia…