Salvat anuncia o cancelamento de suas coleções de quadrinhos

Por Samir Naliato
Data: 20 março, 2019

A editora Salvat anunciou, por meio de redes sociais, o término prematuro de suas coleções de quadrinhos da Marvel. Atualmente, eram três sendo publicadas: A coleção oficial de graphic novels Marvel, Os heróis mais poderosos da Marvel e A coleção definitiva do Homem-Aranha.

“Como vocês têm acompanhado, passamos por dificuldades no processo de distribuição ao longo de 2018, que culminaram em pausas nas entregas por alguns meses”, declarou a editora. “Esse cenário trouxe um impacto direto em nosso planejamento editorial e logístico, e por isso será necessário realizar algumas mudanças.”

Para ler o anúncio na íntegra, clique aqui.

As últimas edições serão:

  • A coleção oficial de graphic novels Marvel – Volume 135 (eram 150 volumes planejados – portanto, o desenho na lombada ficará incompleto);
  • Os heróis mais poderosos da Marvel – Volume 100 (como planejado);
  • A coleção definitiva do Homem-Aranha – Volume 40 (eram 60 volumes planejados – portanto, o desenho na lombada ficará incompleto).

A única coleção que continuará (ao menos por enquanto) é Tex Gold, que passará a ser semanal a partir do volume 33.

Os assinantes, que estão com as entregas atrasadas, receberão as edições restantes até os respectivos últimos volumes do cancelamento.

Antes do cancelamento, A coleção oficial de graphic novels Marvel passou por duas expansões e Os heróis mais poderosos da Marvel teve uma. A coleção A Espada Selvagem do Conan, que chegou a ser anunciada e teve assinatura aberta ao público, foi cancelada antes que o primeiro volume chegasse às bancas.

No início deste ano, a Salvat chegou a divulgar que todas as coleções passariam a ter periodicidade semanal, em vez de quinzenal, dobrando o volume de lançamentos que chegariam às bancas mensalmente.

À época, foi apontado que isso acarretaria em um impacto significativo nos gastos dos colecionadores, especialmente quem fazia mais de uma delas.

O Universo HQ chegou a entrar em contato com a Salvat na época para mais informações sobre a mudança. Dentre as perguntas, estavam como a interrupção da distribuição em 2018 resultou no novo planejamento, e qual era a expectativa da editora sobre o impacto que os reajustes de preços e a nova periodicidade teriam sobre as vendas. Não recebemos resposta.

A coleção oficial de graphic novels Marvel
Os heróis mais poderosos da Marvel
A coleção definitiva do Homem-Aranha
Tex Gold

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Eugênio Furtado

    O fim está próximo!

  • Vipo Free

    Saturam o mercado, olha ai o resultado, como se já não bastasse 3 coleções simultâneas, ainda tornaram semanais, óbvio que as pessoas não iam ter condição de comprar, uma pena pois lançavam muitos materiais que a panini dificilmente lançara.

    • Germinador

      Sem contar os mesmos materiais da panini, do q mais caros, alguns divididos em 2 encadernados ficando ainda mais caros… Era óbvio q isso iria acontecer.

    • Canoa Furada

      É a mesma estratégia kamikaze da Panini com os mangás. Quero ver quanto tempo dura essa loucura toda.

      • Natanael Floripes

        Ter muitas séries de mangá diferentes só é problema para quem tem alguma fissura de “tenho que comprar absolutamente todas”. Cada um compra as que gosta mais e dispensa as de que não gosta.

        Agora, pode vir uma crise, sim, devido à crise das bancas, que são produto em extinção. A consequência dessa é as vendas terem todas de migrar somente para os mercados online e de livraria, como já fez a JBC. Essas vendas necessariamente serão menores, porque as livrarias são poucas e nem todo mundo tem condição de comprar online e, consequente e infelizmente os preços vão subir. Com os preços subindo, as vendas vão cair e vários títulos podem acabar sendo cancelados.

        • Canoa Furada

          Eu concordo 50%. O problema da Panini é que se o leitor não comprar na época do lançamento, fica muito difícil de comprar depois. No caso se pensar exclusivamente no mercado de bancas, daquele hábito de compras mensal, quinzenal ou qualquer.

          Por outro lado tratando os mangás como livros, nas livrarias você não tem que comprar todos os livros de uma saga de uma vez, ou mesmo na época do lançamento.

          Essa questão do mercado é de fato complexa, rende boas conversas.

      • Vipo Free

        Verdade, por exemplo, realmente tem tanto publico assim para o manga do dragon ball em capa dura e tão caro?! Eu acho que não , mas vamos ver o que o tempo diz…

        • Canoa Furada

          A Veneta lançou Ayako numa faixa de preço maior que o usual do mercado, e ainda assim dizem que esgotou. Também tô curioso com esse DB capa dura.

  • ninguém

    Mau planejamento dá nisso, né!

    Alou, Panini, abra os olhos, viu?

  • Gabriel Nantes de Abreu

    Infelizmente essa do TEX nunca chegou aqui onde eu moro. Queria muito.

  • Gustavo Nascimento

    A bolha da capa dura começou a estourar. Realmente quem acreditou nessas coleções e comprou todos os volumes pra completar a lombada vai se sentir muito lesado!

  • Marcelino Saboia

    vou ter que jogar estante fora agora

  • É uma estratégia desprezível essas coleções com lombadas que formam desenho.

  • Fabio Negro

    RECUPERAÇÃO DA CRISE ECONÔMICA: não.

    • prsgrind

      Nem sem crise o mercado de HQ no BR suporta tanto lançamento e coleções

  • Moises Lucena

    Eu só fazia uma, porque senão ninguém aguenta. Vão faltar 15 pra fechar a coleção, fora alguns números que não chegaram em Araraquara e vou ter que apelar pra comprar na web

  • David Denis

    Detalhe que alegam que eram 100 planejados da capa vermelha no Brasil, mas no exterior está em 129. Aqui também ficará incompleta em relação ao exterior.

    • Germano

      Pois é, eu queria muito Vampira, Kitty Pryde e Gambit, no exterior já lançaram esses.

  • Carlos

    Um “mercado” que finca suas bases em leitores que colecionam mas não leem em vez de criar edições acessíveis que incentivem a galerinha a ler HQs dá nisso. Triste, mas era esperado.

    • Markwheav

      Melhor comentário!

  • Anthony Cattaneo

    Lá vamos de novo, mas parece que desta vez acabou mesmo, não quero defender a Panini, mas como pode uma editora terminar quase no fim de varias coleções muitas caras ??????

    • Eugênio Furtado

      Abril manda lembranças das coleções Disney de capa dura!

    • W.Santos

      Não é PANINI. É SALVAT.

      • Anthony Cattaneo

        Na hora que quis dizer não quero defender a Panini, é que isso ela nunca fez

  • Sandmantj

    A da DC é Eaglemoss? Vai ate que numero?

    • Elcio Holsback

      100! Já está próxima do fim com a nº 88 (Reino do Amanhã) chegando nas bancas!!

      • Sandmantj

        valeu. Vi hoje nas bancas.

      • Marveco Realista

        na alemanha foi até a edição 150, vamos ver.

      • Sandmantj

        Acho que passou do 100

  • Henrique Henrique

    Fiquei chateado com a notícia. Eu estava colecionando todas as da Marvel e queria muito a do Conan. Infelizmente, a estratégia que adotaram de tornar a coleção semanal afastou muita gente. Acho que não tinha como não prever isso. :'(

  • kriminal diabolik

    E Tex será cancelado? pelo que entendi seria apenas as Marvel, mas como tem foto de Tex também, fiquei na dúvida se ele será ou não cancelado.

  • Canoa Furada

    E o pior de tudo isso a matéria não fala: como fica o mercado de prateleiras? O sindicato dos marceneiros já planejou uma série de atos de protesto! O Brasil vai parar, será um caos.

    • Luciano Andrade

      kkkkkkkkkkkkk Boa! Não vai ter Copa!

  • Marcello S. Nicola

    Coleção semanal é pra ninguém comprar, né?

    • Natanael Floripes

      Se ninguém comprasse no começo não teria durado tanto, né?. Acho que o que está detonando é a velha e boa crise da distribuição, com as bancas de revistas se tornando cada vez mais um produto em extinção.

  • Marvin

    Eu aqui correndo com a leitura da colecão definitiva do Homem Aranha, estou lendo a 16 e era a única que eu colecionava, estava afim de pegar a do Conan, e agora li essa notícia. Que droga.

  • Felipe Affonso

    mano tava fazendo a coleção do aranha.

    bora encher as caixa desses fdp de reclamação.

  • Alexandre Floquet da Rocha

    Uma pena. Eu queria tanto a saga Carnificina Total, muito provavelmente o melhor do Homem-Aranha nos anos 90. Agora me resta a esperança de que algum dia a Panini publique.

    • ninguém

      Você ignora o quanto está levando vantagem ao ser poupado de ler esse material, vai por mim!

      • Alexandre Floquet da Rocha

        Eu li nos formatinhos da Abril e gostei muito.

        • Cassiano Cordeiro Alves

          Eu também.

  • Alex Pereira

    O que ninguém percebe é que a Salvat foi a grande culpada pela atual gourmetização do mercado…

  • Southern Cimmerian

    Que pena pra quem colecionava, eu sempre achei cafona essas lombadas-painel, por isso sempre passei longe dessas coleções Salvat/Eaglemoss. Pra dizer que não tenho nada, possuo apenas 5 da Salvat e tá sendo um parto pra vender isso! Pedindo R$ 15,00 em cada ou R$ 50,00 as 5!!

  • Beto Magnun

    Lembro da galera felizona lá em 2013/14. Uns até achavam que a Salvat traria a ruína da Panini. Essas coleções são feitas numa lógica de que as vendas vão cair cedo ou tarde. Agora Preços nas alturas e periodicidade semanal é das duas, uma: Total falta de planejamento ou suicídio editorial.

    O fim do Show de lombada top!

  • Marquito Maia

    Viva o mercadinho de gibi do país dos bozonaros!!!!
    E la nave va…

    • Jonas Honk

      O que tem a ver política com colecionismo, ô fulaninho?
      Vocês, “mortadelinhas”, são doentes.

  • frases_Mr.Satan

    Nunca me chamou a atenção, não tenho nenhuma edição, não fará falta alguma pra mim, porem pro fã que comprava religiosamente pra ficar com a lombadinha fechada ai ferrou. Bom tb que agora que afundou vai ter um monte de encalhe vendido a R$5,00 reais.

  • Luciano Andrade

    Sou o único que está comemorando isso? Será que a era dos quadrinhos de luxo desnecessário que afasta milhares de leitores jovens em potencial está caindo? Eu torço para que sim! Isso é só uma amostra de que a ganância de uma editora pode fazê-la sucumbir! Quatro coleções semanais custando quase 200 reais por mês CADA!

    • joao helio

      Você não é o único.😂

    • Francisco Júnior

      Você não está só. Para quem é LEITOR, não faz sentido esse material. Deveria haver estímulo a leitura e não ao mero colecionismo. Nunca tive interesse em comprar esse material, pois se uma ou outra edição tem material bom, muitas são sequer “compráveis” até mesmo se fossem publicadas em formatinho. É só colecionismo, não é HQ pelo prazer na leitura da HQ. Há quem seja colecionador e por eles lamento com sinceridade a perda. Prefiro publicações para material novo, que renda uma leitura agradável: seja HQ de herói, mangá, quadrinho europeu, brasileiro, argentino etc. Gosto mais de coleções como a já bem antiga coleção da L&PM. Muito material de primeira de várias origens.

  • Henrique Brum

    a noticia é triste…mas quadrinho no Brasil tinha que ser muito mais barato. 50 reais é impraticável. Outro erro da Salvat foi a escolha de historias. Falei bastante nisso no começo da coleção do Homem-Aranha. Tivemos décadas de formatinho, tem tanto material bom que nunca vimos uma edição bonita por aqui e eles lançaram um monte de material mais novo que já tinha saído em formato americano e em outras coleções capa dura antes. Mas ver quadrinho capengando é sempre triste. Queria ver todas editoras vendendo bem.

  • Eugênio Furtado

    Não consegui dormir essa noite! Ao longe, só ouvia o choro e o ranger de dentes dos lombadistas!

  • Nano Richardi

    Eu colecionava. Parei pois temos o grande problema da distribuição (que está matando as bancas) mas também a Salvat deixou a desejar entregando o produto muitas vezes com defeito, cortes nas páginas internas, e é claro as tais lombadas (já no início da coleção) erradas, sendo substituídas por adesivos… nem dava mais vontade de fazer =/

    • Natanael Floripes

      Minha impressão é que o contrário. A crise nas bancas começou primeiro, pelo simples fato de que cada vez menos gente lê revistas e jornais (em geral, não só quadrinhos) e frequenta as bancas. Numa entrevista, o executivo que assumiu a Abril depois da recuperação judicial meio que confirmou isso, pois disse que muitas bancas deram calote e isso detonou ainda mais a distribuidora (que já sofria com a queda das vendas).

  • Leandro Silva

    Nossa, que triste! Mas não tinha pra onde correr: quando eu vi aquele inchaço todo de várias coleções simultâneas, nesse conturbado período econômico que estamos vivendo nos últimos 5, 6 anos, nem sequer cogitei que o resultado seria diferente; a Salvat simplesmente se empolgou com a EMPOLGAÇÃO dos colecionadores, essa que é a realidade, e se apoiaram numa base instável para se firmar no mercado. E, mesmo considerando que o maior vilão é a distribuição, com tudo que aconteceu com a Abril e tudo mais, receio que tenham da um passo bem maior do que poderiam.
    Fica aqui meu agradecimento pelo que conseguiram fazer até agora, realmente foi um trabalho hercúleo e admirável, ainda que suicida. É uma pena, mesmo, pois seus preços se mantiveram um pouco mais “justos” do que a famigerada Eaglemoss, e isso por si já era muito louvável e digno de nota.

  • FINASTERIDO

    A ideia seria boa, se houvesse uma certa coerência, mas no geral o que se viu foi uma avalanche de publicações caras e com um material que em boa parte era desnecessário, para dizer o mínimo. Tres coleções: capa preta (que começou muito bem e trouxe clássicos de várias épocas, mas que depois publicou títulos sem relevância alguma); a vermelha (que trazia materiais diversos e em geral bem fracos); e a do Homem Aranha (que, com raras exceções, era descartável). Que isso não ia terminar bem era óbvio.

  • Thiago A.

    Um tipo de coleção que nunca me empolgou e nunca tive interesse de comprar. Mas é isso que dá querer abraçar o mundo com as mãos com um mercado saturado com coleções simultâneas com preço alto. Uma hora bolha iria estourar!

  • Sandmantj

    Hoje chegou nas bancas do Rio uma edição da serie vilões da Salvat….

  • Igor

    Galera! Aos que se sentiram lesados, não teria como recorrer judicialmente? Porque acho que é dever da editora cumprir o que foi prometido, mesmo que ela tenha prejuízo com isso. Será que não há nada que ampare o consumidor? É o mesmo que comprar um apartamento no 20º andar e quando chega lá pelo 15º a construtora encerra a construção!

    • Fernando Amaral

      Sim, todos os que foram lesados pela empresa deveriam entrar com ação. Eu pediria a devolução das edições compradas com ressarcimento atualizado.

  • Luciano Souza

    Material caro, longo, com planejamento mal feito. Ganhar dinheiro é mais importante. Essas coleções sempre dão nisso. Parei de fazer coleções. Saudade dos formatinhos em papel jornal, capa em couché da Editora Abril. Material acessivel, viável de boa qualidade (texto e desenhos).

  • Mr_MiracleMan_Jr

    Toda coleção em banca TEM que ser mais barato que as edicoes avulsas lançadas pelas editoras tradicionais. Mas a Salvat e a Eaglemoss estavam fazendo inverso, vendendo mais caro que a Panini.

  • Anderson Santos

    Não entro mais nessa de começar esse tipo de coleção. Sempre a mesma história: O leitor só se lasca. Prefiro não ter.

  • Fernando Amaral

    Só mantendo a tradição das editoras em desrespeitar o consumidor aqui no Brasil. Depois de Vagabond na Conrad, só compro séries em versão brasileira que já tenham sido finalizadas. Mas a preferência é sempre pelos importados. Eu gostaria que as editoras brasileiras fossem fortes e tivéssemos cada vez mais lançamentos, mas infelizmente não tem como confiar pra colaborar com o mercado.

  • apache

    A verdade é que nunca gostei de coleção com lombada que forma desenho, não sei se vou continuar com o Tex Gold, talvez começe a ler scans…